Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314666
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Purificação e caracterização parcial de uma lectina do veneno da serpente Bothorops moojeni
Author: Kassab, Bayki Hussein
Abstract: Resumo: As lectinas são proteínas ou glicoproteínas com a capacidade de aglutinar eritrócitos e outras células, precipitar polissacarídeos e outras glicoproteínas por possuírem um (ou mais) centro de ligação, específico e reversível, a carboidratos. As lectinas podem ser encontradas em animais, vegetais e microorganismos. BMooL é uma lectina específica para galactosídeos, e foi purificada do veneno da serpente Bothrops moojeni através da cromatografia de afinidade em D-Iactose. O perfil eletroforético (SDS-P AGE) mostrou que BMooL é um homodímero com subunidades de 14 kDa. A proteína apresentou reação positiva quando submetida a coloração para carboidrato, sendo portanto uma glicoproteína. Dentre os eritrócitos testados, BMooL apresentou maior afinidade por eritrócitos humanos tripsinizados do tipo A, B e O, em concentrações mínimas respectivas de 0,50 ug/ml, 0,96 /. ug/ml e 0,96 ug/ml. Eritrócitos tripsinizados de cavalo e pato não foram aglutinados na presença desta lectina. A atividade hemaglutinante com 2,0 ug/ml de BMooL sobre eritrócitos humanos tripsinizados do tipo A é inibida com 0,8 mM de lactose, 1,56 mM de galactose e 1,56 mM de rafinose. A atividade hemaglutinante de BMooL demonstrou ser dependente de Ca²+, pois foi inibida na presença de EDT A e EGT A. A associação das subunidades é uma condição fundamental para a atividade hemaglutinante de BMooL, pois quando reduzida com DTT, a lectina não mantém tal atividade. A composição de aminoácidos da lectina permitiu verificar que BMooL é uma proteína que contém em maior proporção resíduos de aminoácidos hidrofílicos como Asx (14%), Glx (13%) e Lys (8,0%) e aminoácidos não polares como Leu (8,1%). Em testes de agregação plaquetária com plasma humano, na presença de colágeno como agonista das agregações, a lectina não demonstrou nenhuma modulação significante nas plaquetas em concentrações de até 40,0 ug/ml. A função das lectinas em venenos ofidicos ainda não está bem esclarecida, a atividade hemaglutinante não reflete diretamente o papel dessas proteínas. O estudo da estrutura e de outras atividades biológicas que as lectinas apresentam, faz-se necessário para um melhor entendimento das interações lectina-carboidrato, que participam da grande maioria das interações biológicas existentes

Abstract: Lectins are proteins or glycoproteins which agglutinate erythrocytes and other cells and polysaccharides, since they have one or more specific carbohydrate-binding sites. Lectins are widely distributed in plants, as well as in animaIs and microorganisms. They have also been found in the venom of snakes. A lactose-specific lectin, BMooL, was purified from the crude venom of Bothrops moojeni by affinity chromatography on an immobilized D-Iactose column. The SDS-P AGE, under reduction conditions, showed that BMooL is a homodimer of 14kDa subunits. The protein appeared to be a glycoprotein once it showed a positive reaction to the Schiff' s reagent. Among the assayed erythrocytes, BMooL had more affinity to trypsined A, B and O types of human erythrocytes with end points of approximately 0.50 ug/ml, 0.96 ug/ml and 0.96 ug/ml, respectively. On the other hand, trypsined erythrocytes from horses and ducks did not agglutinate in the presence of this lectin. The hemagglutination of trypsined A type human erythrocytes induced by 2.0 ug/ml of BMooL was inhibited specifically in the presence of 0.8 mM lactose, 1.56 mM galactose and 1,56 mM raffinose. BMooL activity is a Ca²+dependence since EDTA and EGTA inactivated the lectin induced hemagglutination. Subunits association is a fundamental condiction for the hem agglutination activity of the lectin, since when reduced by DTT, BMooL have no effect on trypsined human erythrocytes. The detennination of BMooL aminoacid composition showed that it have a high content of acidic residues such as Asx (14%), Glx (13%) and Lys (8%) and non-polar amino acids as Leu (8,1 %). On collagen-induced platelet aggregation assays with human plasma, 40,0 ug/ml lectin showed no significant modulation in the platelet. The role of these lectins in the snake venoms remains unc1ear, the hemagglutination activity does not direct reflect the function of these proteins. Strucutural and other biological activities studies are needed for a more detailed understanding about the carbohydrate-Iectin interactions, which take part in the majority of the biological interactions described up to now
Subject: Lectinas
Cobra venenosa - Veneno
Hemaglutinação
Amonoacidos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Kassab_BaykiHussein_M.pdf2.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.