Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314648
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Analise da expressão de proteinas da familia BCL-2 em linfomas não Hodgkin
Author: Silva, Marcos Damião Alves da
Advisor: Saad, Sara Teresinha Olalla, 1956-
Saad, Sara Terezinha Olalla
Abstract: Resumo: Os Linfomas Não Hodgkin (LNH) são neoplasias originárias de linfócitos B e/ou T. A classificação histológica dessas doenças é complexa, sendo que há uma tendência em se agrupar os diferentes subtipos nas categorias de baixo, intermediário ou alto grau de malignidade segundo critérios clínicos. A proteína BCL-2 foi descoberta a partir de linfomas foliculares (baixo grau de malignidade) que apresentam a translocação t(14;I8) a qual aproxima seqüências promotoras do gene de cadeias pesadas de imunoglobulinas (1gH) ao gene de bcl-2 (B-Cell Lymphoma 2), tornando-a superexpressa nesses tumores. A proteína BCL-2 está envolvida na resistência a diversos agentes quimioterápicos e na regulação de apoptose. Sabe-se que células de vida longa em nosso organismo, como os linfócitos B de memória, neurônios, células que margeiam membranas basais, etc, apresentam bcl-2 superexpresso. Acredita-se que falhas no sistema de recombinação homóloga, no período em que a expressão de bcl-2 deve ser ativada em linfócitos de memória, sejam responsáveis tanto pela desregulação da apoptose e ciclo celular nos LNH, e ainda um passo inicial para a tumorigênese. Nós analisamos a expressão de algumas proteínas da família BCL-2, pró (BAX e BAK) ou anti-apoptóticas (BCL-2 e MCL-I) por imunohistoquímica em lâminas de tecido tumoral obtidas de uma série histórica de 128 casos de LNH atendidos no Hospital de Clínicas da UNICAMP com graus de malignidade baixo, intermediário e alto. Nossos resultados mostraram expressão da proteína BCL-2 em cerca de 55% dos casos nos LNH de alto grau, 85% nos LNH de grau intermediário e 90% nos LNH de baixo grau de malignidade. Houve uma maior percentagem de células positivas para a proteína BAX, sendo 94% para os casos de LNH de alto grau, 100% nos LNH de grau intermediário e 74% nos casos de LNH de baixo grau de malignidade. Para a proteína BA.K, observamos 88% de positividade para os casos de LNH de alto grau, 75% de positividade para os casos de LNH de grau intermediário e 95% nos LNH de baixo grau. A proteína MCL-1 apresentou os mais altos níveis de detecção, sendo que de todos os casos estudados, somente 3 casos de LNH de alto grau de malignidade foram negativos. Neste trabalho observamos a correlação entre os níveis de expressão das proteínas MCL-l e BAX (p=0,0028) e uma tendência de correlação entre BAX e BAK (p=0,063) nos LNH de alto grau de malignidade. A expressão de BCL-2 foi significativamente maior nos LNH de graus baixo e intermediário quando comparados aos LNH de alto grau de malignidade (x2=16,294 e p=0,001). A proteína BAX apresentou níveis de expressão semelhantes nos LNH de graus intermediário e alto, mas significativamente menor nos LNH de baixo grau de malignidade (p=0,02). Os dados inéditos deste trabalho, como a expressão aumentada de BAK e MCL-l em LNH, associados a dados já descritos na literatura como o aumento de expressão de BCL-2 e BAX, sugerem que a expressão aumentada de proteínas reguladoras do apoptose devem estar implicadas na etiopatogenia e fisiopatologia dessas neoplasias. Estudos de regulação gênica dessas proteínas poderão indicar diferenças entre elementos responsivos desses homólogos, relacionados ao controle da apoptose

Abstract: Non Hodgkin's Lymphomas (NHL) are neoplasm originated from B and/or T lymphocytes. These lymphomas can be classified into categories named low, intermediate or high malignant risk, according to clinical criteria. The BCL-2 protein was described in follicular lymphomas (low grade of malignancy) that harbor the t(14;18) translocation. This translocation brings the promoter sequences from immunoglobulin Heavy (IgH) chains gene near to bcl-2 (B-Cell Lymphoma 2) gene, tuning it over expressed in these tumours. The BCL-2 protein is important in the resistance to many chemotherapeutic agents and regulation of apoptotic mechanism. It has been observed that long lived cells as memory B cells, neurons, stem-cells at the edge of basement membranes, etc, over express bcl-2. Non Hodgkin's Lymphomas present alterations on apoptosis and cell cycle, probably due to defects in the homologous recombination system, by the time bcl-2 is expressed in memory cells. This could be an initial step to tumor genesis. The aim of our study was to analise by immunohistochemical techniques the distribution of pro (BAX and BAK) and anti (BCL-2 and MCL-1) apoptotic proteins of the BCL-2's family on tissue slides obtained from 128 cases of NHL seen at Hospital de Clínicas UNICAMP. We found BCL-2 protein expression in 55% of the NHL high grade, 85% of the NHL intermediate grade and 90% of the NHL low grade. BAX protein was highly expressed in alI categories: 94% at high grade NHL, 100% of the intermediate grade and 74% of the low grade NHL. BAK protein showed expression in 88% of the NHL high grade, 75% in NHL intermediate grade and 95% in NHL low grade. MCL-1 protein had the highest levels of expression, being positive in alI cases studied, except three cases of NHL high grade. In this study, we found correlation between MCL-1 and BAX expression levels (p=0,0028) and a tendency of correlation between BAX and BAK (p=0,063) in high-grade NHL tumours. BCL-2 expression was significant1y higher in low and intermediate grade malignancy tumours compared to expression levels of this protein in NHL of high-grade malignancy (x2=16,294 and p=0,001). BAX protein expression levels were similar in NHL of intermediate and high-grade tumours but significant1y lower in low grade malignancy tumours (p=0,02). The inedited data of this study as high BAR. and MCL-I expression in NHL, associated to the already published high expression of BAX in high and intermediate grade NHL and BCL-2 in low and intermediate grades NHL, in agreement with the literature, suggest that apoptotic regulating proteins may be implicated in etiopathogeny and psychopathology in these diseases. Studies on genetic regulation of these proteins may indicate differences between homologous responsive elements altering apoptosis control
Subject: Hodgkin, Linfoma não
Imuno-histoquímica
Apoptose
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_MarcosDamiaoAlvesda_M.pdf4.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.