Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314565
Type: TESE
Title: Autoproliferação celular e expressão do proto-oncogene Bc1-2 em pacientes com leucemia mieloide aguda (LMA) e sindrome mielodisplasica (SMD)
Author: Bincoletto, Claudia
Advisor: Queiroz, Mary Luci de Souza, 1948-
Queiros, Mary Luci de Souza
Abstract: Resumo: Neste trabalho estudamos o crescimento e diferenciação dos precursores hematopoiéticos da medula óssea, na ausência de fatores estimuladores de colônias (autoproljferação) em vinte e oito pacientes com Leucemia Mielóide Aguda (LMA), doze pacientes com Síndrome Mielodisplásica (SMD) e dezenove controles (indivíduos normais). Os nossos resultados demonstraram que pacientes com LMA e SMD apresentam um aumento autócrino no número de colônias hematopoiéticas que é significativamente superior ao observado em indivíduos normais (p = 0.001). Além disso, verificamos que a presença de autoproliferação celular está associada a um mau prognóstico nas leucemias agudas, pois os pacientes com autoproliferação celular (n = 15) apresentaram uma sobrevida menor em relação aos pacientes com ausência de capacidade autoproliferativa (n = 13), (p = 0.01). O estudo da sobrevida celular, realizado através da caracterização morfológica por microscopia óptica de células apoptóticas, revelou um baixo índice de células apoptóticas em pacientes com LMA (n = 18, P = 0.001) em relação aos controles. Por outro lado, pacientes com SMD apresentaram um alto índice de apoptose celular quando comparado aos indivíduos normais (n = 11, p = 0.001). Em relação à expressão do proto-oncogene bcl-2, verificamos novamente resultados opostos entre os pacientes com LMA e SMD, pois observamos um alto índice de expressão do bcl-2 em células mononucleares de pacientes com LMA (n = 28, P = 0.002) em relação aos controles, e um baixo índice de expressão do proto-oncogene bcl-2 em células mono nucleares de pacientes com SMD (n = 15, p = 0.002). Além disso, verificamos uma correlação linear negativa entre a expressão do proto-oncogene bcl-2 e apoptose celular em pacientes com LMA (rs = - 0.664; P < 0.001). A elevada expressão do bcl-2 verificada nos pacientes com LMA também indica uma interferência deste proto-oncogene na resposta celular à quimioterapia, pois sua expressão estava significativamente maior em pacientes refratário& à quimioterapia (p = 0.03). Sendo assim, os resultados obtidos neste trabalho contribuem para uma melhor compreensão dos mecanismos envolvidos no processo de resistência celular à quimioterapia nos pacientes com LMA e também ajudam a esclarecer, pelo menos em parte, alguns processos envolvidos na hematopoiese desordenada nos casos de SMD

Abstract: In this work we studied the growth and differentiation of early bone marrow progenitor cells in the absence of exogenous growth factors (autonomous proliferation), the bcl-2 expression and the number of apoptotic cells in mononuclear bone marrow cells from patients with confirmed diagnosis of Acute Myeloid Leukaemia (AML) and Myelodysplastic Syndrome (MDS). Bone marrow cells from normal individuals were used as controls. We observed an increased percentage of bcl-2 expression on mononuclear bone marrow cells from AML patients in relation to controls (p = 0.002). Accordingly, the number of apoptotic cells was reduced (p = 0.001) and there was a negative correlation between bcl-2 expression and the number of apoptotic cells (r= - 0.664, P < 0.001) in these patients. In addition, bcl-2 expression was significantly increased in the chemotherapy resistant group in relation to the responsive group (p = 0.03). Survival in the group of AML patients with autonomous proliferation was reduced (p = 0.01). These results suggest that a high bcl-2 expression and the presence of autonomous proliferation are related with a poor prognosis in AML. In the MDS patients, the autonomous proliferation and the percentage of apoptotic cells were also significantly greater when compared to controls (p = 0.001). However, bcl-2 expression was significantly lower on mononuclear bone marrow cells from MDS patients In relation to normal individuals (p = 0.002 - Wilcoxon). These results suggest that the autonomous proliferation observed in these patients is counteracted by the high range of cell death which is probably related to the lower bcl-2 expression
Subject: Células - Cultura e meios de cultura
Proliferação celular
Hematopoese
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1998
Appears in Collections:IB - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bincoletto_Claudia_D.pdf4.15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.