Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314442
Type: TESE
Title: Estudo da relação entre estresse oxidativo e sintese de proteinas de estresse "HSP70" no sangue de animais submetidos a diferentes niveis de exercicio fisico
Author: Antunes Neto, Joaquim Maria Ferreira
Advisor: Silva, Lucia Pereira da, 1955-
Abstract: Resumo: Nosso estudo investigou em amostras de sangue de ratos do tipo ¿Wistar¿ a correlação entre estresse oxidativo (plasma), modulação do estado antioxidante/oxidante (hemácea) e níveis de proteínas de estresse ¿HSP70¿ (leucócito total) em diferentes sobrecargas de corrida em esteira rolante: exercício exaustivo agudo e treinamentos contínuo e intermitente crônico e severo. Os resultados mostraram que o exercício agudo em animais sedentários induziu um aumento nos níveis dos marcadores oxidativos em plasma (proteínas carboniladas e TBARS) juntamente com uma elevação da atividade das enzimas antioxidantes (catalase e gluationa redutase) e da expressão de ¿HSP70¿ em leucócitos. Os protocolos de treinamento crônico mostraram um mesmo padrão adaptativo: o aumento da sobrecarga de exercícios induziu elevação nos níveis de lesões oxidativas e alterações musculares. Porém, obtivemos nesta situação um aumento de atividade das enzimas antioxidantes e níveis de ¿HSP70¿, o que poderia ser considerado uma resposta adaptativa ao estímulo de treinamento. A estabilização da sobrecarga providenciou um decréscimo nos níveis de estresse oxidativo e expressão de ¿HSP70¿ em ambos os protocolos. Porém, os protocolos de treinamento severo, tanto contínuo quanto intermitente, induziram uma acentuada situação de estresse oxidativo e expressão de ¿HSP70¿. A redução no tempo de recuperação entre as sessões de treinamento e a elevação da sobrecarga de corrida foram fatores agravantes para o aumento da severidade do estresse. Concluindo, os marcadores de estresse oxidativo estudados neste trabalho mostraram uma relação direta entre intesidade do exercício e níveis de lesões oxidativas e alterações musculares. A detecção de ¿HSP70¿ foi um importante índice para monitorar a severidade do estresse. Assim, análises de marcadores de estresse oxidativo em conjunto com a detecção de ¿HSP70¿ poderiam ser uma potente ferramenta para controlar a sobrecarga dos exercícios de treinamento, prevenindo a instalação de situações fisiopatológicas graves

Abstract: The present study was designed to investigate in blood samples of rats if there are a correlationship among oxidative stress, modulation of antioxidant/oxidant status and stress protein levels in differents running overloads: acute exhaustive exercise, and chronic and severe (continuous and intermittent protocols) trainings. Our results showed that the acute exhaustive exercise induced in sedentary rats an increase in plasma oxidative markers (carbonyl derivatives and TBARS) together to an upregulation in the erithrocyte antioxidant enzymes (catalase and glutathione reductase) and elevation in HSP70 in leukocytes. The chronic training protocols showed a same pattern of adaptation: the increase in overload of exercise induced an elevation in the oxidative damage and muscle alterations levels. But we had in this situation an increase in antioxidant enzymes activity and HSP70 expression, what would be an adaptative response to the training stimulus. The overload stabilization provided a decrease in the oxidative stress markers levels and HSP70 expression to both protocols. However, the severe training protocols induced a markedly oxidative stress situation and an increase of HSP70 levels. The reduction in the recovery time between the training sessions together an elevation in overload of exercises were an aggravating factor to the increase in the stress severity. In conclusion, the oxidative stress markers studied here showed a close correlation between exercise intensity and oxidative damage and muscle alterations. The HSP70 detection was an important index to monitore the stress severity. Oxidative stress markers analyses and HSP70 detection could be a useful tool to control the overload of training exercises preventing the installation of pathophysiological situations
Subject: Exercícios físicos
Stress (Fisiologia)
Leucócitos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2003
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
AntunesNeto_JoaquimMariaFerreira_D.pdf2.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.