Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314232
Type: TESE
Title: Disponibilidade de aminoacidos livres e expressão de receptores de glicocorticoides em cerebro de ratos com desnutrição proteica pre e pos-natal : correlações morfologicas e comportamentais
Author: Maurer-Morelli, Claudia Vianna, 1966-
Advisor: Langone, Francesco, 1950-2009
Abstract: Resumo: O sistema nervoso de mamíferos é especialmente vulnerável à desnutrição protéica. No presente trabalho foram estudadas as conseqüências da desnutrição protéica severa sobre ratos nos períodos pré e pós-natal. Cinco semanas antes da prenhez, ratas Wistar passaram a receber dieta hipoprotéica (6% proteína) ou normoprotéica (18% proteína). Estas dietas foram mantidas durante todo o período gestacional e de lactação. Um grupo de filhotes foi sacrificado após 8 (P8) ou 16 (P16) dias de vida. Outro grupo foi mantido com a mesma dieta de suas respectivas mães a partir do desmame até 12 semanas de idade. Nesta idade foram submetidos ao teste do Labirinto em Cruz Elevado. Em todos os animais foi avaliada a disponibilidade de aminoácidos livres (AA) no sistema nervoso central (SNC). Nos animais P8 e P16 foi investigada a expressão dos receptores de glicocorticóides (GR) e a reatividade dos neurônios corticais e hipocampais à marcação com FluoroJade (FJ). Nossos resultados mostraram que a desnutrição protéica modificou de maneira significativa a disponibilidade de aminoácidos livres diretamente implicados na neurotransmissão, como o GABA e o glutamato. Nos animais P16 submetidos à desnutrição protéica, pudemos observar uma redução significativa da expressão dos GR nas regiões da amígdala, quando comparados aos animais controles. O número de neurônios reativos ao FJ foi significativamente maior no giro denteado do hipocampo dos animais P8 do grupo desnutrido. Por outro lado, essa diferença não foi observada entre os animais desnutridos e os controles nas regiões corticais. Os resultados do teste do Labirinto em Cruz Elevado mostraram que os animais submetidos à desnutrição protéica severa, exibem menor ansiedade diante de situações aversivas se comparados com os animais controle. A menor expressão de GR na amígdala e o maior número de neurônios FJ positivos presentes nos animais desnutridos durante o período de maturação do sistema nervoso, associados às alterações na disponibilidade AA implicados na neurotransmissão, podem estar correlacionadas com as modificações comportamentais verificadas no animal adulto. Estes resultados, além de evidenciarem que a desnutrição protéica pré e pós-natal altera importantes parâmetros fisiológicos e comportamentais abrem novas perspectivas para o estudo dos mecanismos envolvidos na gênese de tais efeitos produzidos a curto e a longo prazo

Abstract: The central nervous system of mammals is especially vulnerable to the protein malnutrition. In the present work was studied the consequences of severe pre and postnatal protein malnutrition on rats. Five weeks before the pregnancy, female Wistar rats started to receive hypoproteic diet (6% protein) or normoproteic diet (18% protein). These were maintained during the whole gestation and lactation period. A group of pups was sacrificed afier 8 (P8) or 16 (P16) days of life. Another group was maintained with their respective mothers' diet starting from weans to 12 weeks of age. At this age they were submitted to the Elevated Plus-Maze test. In ali the animais the concentration of free amino acids was evaluated (AA) in the central nervous system (SNC). In the animais P8 and P16 the expression of the glucocorticoids receptors (GR) was investigated and the reactivity of the cortical neurons and hyppocampal to the demarcation with Fluoro-Jade (FJ). Our results showed that the protein malnutrition modified in a significant way the availability of the free amino acids implicated in the neurotransmission such as GABA and glutamate. In the animais P8 and P16 submitted to the protein malnutrition there was a significant reduction of the expression of GR in the areas of the amygdala, when compared to the animais control. The number of neurons reagents to FJ was larger in dentate gyrus of I hyppocampus in protein malnutrition group at P8. On the other hand, this difference was not observed between protein malnutrition and control animais in the cortical areas. The results of the Plus-Maze test, accomplished with the adult animais, showed that the animais submitted to the severe protein malnutrition exhibit lower anxiety due to aversive situations if compared with the control animais. The behavior modifications verified in the adult animal were correlated with the smallest expression of GR in the amygdala and the largest number of FJ positive neurons associated to the alterations in the AA concentration implicated in the neurotransmission present in the malnourished animais during the period of maturation of the nervous system. These results showed that pre and postnatal protein malnutrition modified important physiological and behavioral parameters as well as opened new perspectives for the study of the mechanisms involved in the genesis of such effects in both timing short term or long-term periods
Subject: Desnutrição proteica
Sistema nervoso central
Aminoacidos na desnutrição
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IB - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Maurer-Morelli_ClaudiaVianna_M.pdf9.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.