Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/314216
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Participação do óxido nítrico nas alterações vasculares induzidas pelo estresse crônico em ratos
Title Alternative: Involvement of nitric oxide in the vascular changes induced by chronic stress in rats
Author: Almeida, Bruna Santos, 1985-
Advisor: Marcondes, Fernanda Klein, 1970-
Moura, Maria Jose Costa Sampaio
Abstract: Resumo: O estresse é considerado um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e modelos animais têm sido utilizados para a compreensão dos mecanismos fisiopatológicos envolvidos nesta associação. Em estudo anterior do nosso grupo de pesquisa, a aplicação do protocolo de estresse crônico moderado e imprevisível (ECMI) em ratos induziu aumento da sensibilidade ao efeito vasoconstritor da fenilefrina, em anéis aórticos com endotélio intacto, sendo este efeito cancelado pela inibição da síntese de óxido nítrico. Estes achados sugeriam que os efeitos vasculares do ECMI estariam relacionados à diminuição na produção de óxido nítrico (ON). Aumento na inativação de ON, por exemplo, por radicais livres, também poderiam estar relacionados às alterações induzidas pelo ECMI. O objetivo deste estudo foi avaliar em ratos adultos machos, o efeito do ECMI sobre a evolução temporal da pressão arterial e sobre a produção de óxido nítrico e ânion superóxido na aorta torácica isolada. Os animais foram aleatoriamente divididos em dois grupos experimentais: Controle e Estresse (n = 15/grupo). A avaliação da pressão arterial foi realizada uma vez por semana, por pletismografia de cauda. Quinze dias após o final do protocolo de ECMI os animais foram eutanasiados por decapitação. O sangue foi coletado para posterior dosagem de corticosterona e catecolaminas, por ELISA e cromatografia líquida respectivamente. A aorta torácica foi isolada para obtenção dos anéis aórticos e realização de curva-concentração-efeito à acetilcolina, e para determinação da produção de ON e ânion superóxido pelos métodos do 4,5 diacetato de diaminufluoresceína (DAF-2) e da hidroetidina, respectivamente. A pressão arterial sistólica e diastólica dos animais estressados nas semanas 4, 5 e 6 foi maior em relação aos valores determinados no grupo controle. Quinze dias após o ECMI, ratos estressados apresentaram menor peso corporal, aumento dos níveis de corticosterona, adrenalina e noradrenalina em relação ao grupo controle. O efeito vasodilatador da acetilcolina foi significativamente menor na aorta torácica dos animais submetidos ao ECMI em relação ao grupo controle. Aortas isoladas de ratos estressados apresentaram significativa redução na concentração de óxido nítrico e aumento na concentração de ânion superóxido, em relação ao tecido isolado de animais controle. Estes resultados confirmam que o ECMI induz disfunção endotelial na aorta torácica de ratos e que este efeito está associado à redução na biodisponibilidade de ON

Abstract: Stress is considered a risk factor to cardiovascular diseases and animal protocols have been used in studies about physiopathologic mechanisms involved in this association. In a previous study, we observed increased sensitivity to the vasoconstrictor effect of phenylephrine in aortic rings with intact endothelium from rats submitted to the protocol of chronic moderate and unpredictable stress (CMUS). This effect was canceled by the inhibition of nitric oxide synthesis in vitro. These findings suggested that vascular effects of CMS could be related to decrease in the bioavailability of nitric oxide (NO). The objective of this study was to evaluate, in adult male rats, the effect of CMS on the time course of arterial blood pressure, and on the production of nitric oxide and superoxide anion in isolated thoracic aorta. The animals were randomly divided into two experimental groups: Control and Stress (n = 15/grupo). The blood pressure determination was done once a week by the tail plethysmography. Fifteen days after the end of the CMS protocol the animals were killed by decapitation. Blood was collected for posterior corticosterone and catecholamines determination by ELISA and liquid chromatography respectively. The thoracic aorta was isolated to obtain a concentration effect curve to acetylcholine and to determine the production of NO and superoxide anion by diaminufluoresceína 4.5 diacetate (DAF-2) and hidroetidina methods respectively. Systolic and diastolic blood of stressed animals at weeks 4, 5 and 6 was significantly higher compared to values determined in the control group. Fifteen days after the end of CMUS, stressed rats showed increased levels of corticosterone, adrenaline and noradrenaline in relation to the control groups. The vasodilator effect of acetylcholine was significantly lower in the thoracic aorta of rats subjected to CMUS in the control group. Sections of aorta isolated from stressed rats showed significant reduction in nitric oxide concentration and increase in the concentration of superoxide anion in comparison to control animals. These results confirm that the CMUS induced endothelial dysfunction in rat thoracic aorta, and this effect is associated with decreased bioavailability of NO
Subject: Estresse
Endotélio vascular - Disfunção
Hipertensão
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ALMEIDA, Bruna Santos. Participação do óxido nítrico nas alterações vasculares induzidas pelo estresse crônico em ratos. 2013. 45 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/314216>. Acesso em: 22 ago. 2018.
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Almeida_BrunaSantos_M.pdf5.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.