Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313989
Type: TESE
Title: Estudo da cinetica das catecolaminas plasmaticas, glicose e lactato sanguineos durante o teste de lactato minimo
Author: Balikian Junior, Pedro
Advisor: Denadai, Benedito Sergio
Abstract: Resumo: Utilizando o teste de lactato mínimo (TLM), o presente trabalho teve como objetivos analisar: 1) a relação entre as intensidades de esforço correspondentes ao lactato mínimo e glicemia minima em cic1oergômetro; 2) a sensibilidade das variáveis acima citadas em identificar os efeitos do treinamento aeróbio; 3) o efeito do bloqueio betaadrenérgico sobre as respostas lactacidêmica e glicêmica e 4) a relação entre o comportamento das catecolaminas (epinemna e norepinefi-ina) plasmáticas e o lactato sangüíneo. Para as avaliações em cicloergômetro, foram voluntários deste estudo ciclistas e triatletas. Em todas as situações foram aplicados esforços crescentes após a indução de acidose lática (teste de lactato minimo). Os dados encontrados confirmam a possibilidade de determinação da resposta lactacidêmica durante o exercício a partir da análise do comportamento glicêmico. Além disso, este estudo verificou pela primeira vez a alta sensibilidade do lactato e glicemia mínimos em determinar os efeitos adaptativos do treinamento. A resposta do lactato e da glicose parece estar associada ao comportamento das catecolaminas durante o exercício de cargas progressivas, realizado após um exercício anaeróbio. Sustentando tal afirmação, verificamos alterações dos comportamentos lactacidêmico e glicêmico após bloqueio B-adrenérgico, além de identificarmos alta correlação entre a resposta das catecolaminas plasmáticas e do lactato sangüíneo durante o TLM. Esses dados sugerem que, pelo menos parte, este comportamento é dependente da estimulação adrenérgica

Abstract: Using lactate minimum test (LMT) as the experimental protocol, the present study was conducted to analyze: 1) the relationship between lactate and glucose minimum intensities during cyc1oergometer exerci se; 2) the sensitivity of above cited variables to the adaptative effects of endurance training; 3) the effect of beta-adrenérgic blockade on the blood lactate and glucose response to exercise and 4) the relationship between plasma catecholamines (epinephrine and norepinephrine) and blood lactate behavior ando Cyc1ists, triathIetes and runners took part in this study on a voluntary basis. In aIl situations it was employed graded exerci se test afier supra-maximal efforts (lactate minimum test). Our findings confirm the possible use of blood glucose behavior to predict the lactate response to exerci se. In addition for the first time it was showed that both lactate and glucose minimum tests are sensitive parameters to adaptations resulting ITom training. Blood lactate and glucose_ responses seems to be related to catecholamines behavior during graded exerci se afier an anaerobic effort. Supporting this, B-adrenergic blockade evoked significant changes in both variables, and high correlation were found between plasma catecholamines and blood lactate response during LMT. These data suggest that blood lactate and glucose responses to exerci se depend, at Ieast partiaHy, on the adrenergic stimulation
Subject: Lactatos
Glicemia
Treinamento (Atletismo)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
BalikianJunior_Pedro_D.pdf3.64 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.