Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313963
Type: TESE
Title: Protocolo de indução de obesidade em ratas a partir do perfil de ingestão alimentar de mulheres obesas brasileiras
Author: Pereira, Luciana Oquendo
Advisor: Lancha Junior, Antonio Herbert
Junior, Antonio Herbert Lancha
Abstract: Resumo: A obesidade já é considerada uma epidemia mundial independente de condições econômicas e sociais. O risco aumentado de mortalidade e morbidade associado à obesidade tem sido alvo de muitos estudos que tentam elucidar os aspectos da síndrome X como conseqüência da obesidade. Deste modo, o objetivo deste estudo foi desenvolver uma ração hiperlipídica, baseada na ingestão alimentar de mulheres obesas brasileiras, capaz de desencadear obesidade em ratas fêmeas saudáveis. Na preparação da ração foi utilizado: banha de porco como fonte de gordura (38,7% do vcr), caseína como fonte de proteína (17,1% do VCr) e amido como fonte de carboidrato (44,2%do vcr). Após 40 dias de alimentação hiperlipídica, ratas wistar apresentaram o mesmo peso corporal comparado com o grupo que ingeriu ração controle, no entanto, o grupo experimental apresentou maior quantidade de gordura na carcaça e também maior tecido adiposo marrom comparado com o grupo controle. Quando a ração hiperlipídica foi mantida por mais 20 dias, e depois por mais 80 dias, as evidencias de aCÚInulo de gordura foram ainda maiores. Foi possível identificar também prejuízo na tolerância à glicose durante teste oral de tolerância à glicose realizado após 40, 60 e 120 dias de alimentação hiperlipídica comparado com controle. Os animais alimentados com dieta hiperlipídica por 60 dias apresentaram hiperinsulinemia (29,7%) e hiperglicemia (9,3%) quando comparado com os valores encontrados no grupo controle. Deste modo, foi possível concluir que a ração desenvolvida neste estudo foi eficiente em desencadear o quadro de obesidade com prejuízo na tolerância à glicose em ratas saudáveis

Abstract: Obesity has been reported as a worldwide epidemic, independent of economic and social conditions. The possible causes of increased mortality and morbidity associated with obesity have been focused by many studies that attempt to understand the X syndrome, one of the consequences of obesity. The aim ofthe present study was to develop a high fat diet based on the dietary intake of Brazilian obese women, which would be able to induce dietary obesity in healthy female rats. The diet was formulated with lard as fat source (38,7% of calories), casein as protein source (17,1 % of calories) and starch as carbohydrate source (44,2% of calories). After 40 days of high fat diet consumption, young female Wistar rats presented the same body weight compared with the control group, but higher carcass fat content. Brown adipose tissue weight was also increased in these animals, as compared with controls. Evidence of fat accumulation was higher when the diet was sustained for 60 and 120 days. We could also identify impairment in glucose tolerance with the oral glucose test tolerance after 40,60 and 120 days in the animals on the high fat diet. These rats presented hyperinsulinemia (29,7%) and hyperglycemia (9,3%) after 60 days, as compared with controls. The diet developed in this study was therefore efficient in inducing obesity and glucose intolerance and healthy female rats
Subject: Dietas
Lipídeos na nutrição humana
Tecido adiposo
Testes de tolerancia a glicose
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IB - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pereira_LucianaOquendo_M.pdf19.94 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.