Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313865
Type: TESE
Title: Radioterapia para linfoma não-Hodgkin agressivo e localizado : revisão sistemática da literatura com meta-análise
Title Alternative: Radiotherapy for aggressive and localized non-Hodgkin lymphoma : systematic review with meta-analysis
Author: Santos, Lucas Vieira dos, 1981-
Advisor: Sasse, André Deeke
Abstract: Resumo: Introdução: O linfoma não-Hodgkin é o sexto grupo de neoplasias em mortalidade no mundo. Quando em estágio precoce, o linfoma não-Hodgkin pode ser curado com quimioterapia. A radioterapia tem sido utilizada para se reduzir a recorrência local, entretanto o seu impacto nos desfechos de sobrevivência é desconhecido. Vários estudos tentaram responder a esta questão, mas com resultados conflitantes. Frente a resultados controversos derivados de estudos randomizados, uma revisão sistemática da literatura faz-se necessária para determinar se a radioterapia, acrescentada ao tratamento sistêmico, traz ganhos reais para o paciente. Objetivos: Comparar os desfechos do paciente com linfoma não-Hodgkin agressivo e localizado tratado com quimioterapia seguido de radioterapia, com os da quimioterapia isoladamente. Métodos: Revisão sistemática da literatura com meta-análise. Estudos clínicos randomizados no tratamento do linfoma não-Hodgkin foram identificados, através de busca nas bases de dados Cochrane Central Register of Controlled Trials (CENTRAL), MEDLINE, EMBASE, e LILACS. Referências de artigos encontrados, Resumos de apresentações em congressos e bases de dados de estudos em andamento também foram utilizados para localizar estudos pertinentes. Critérios de inclusão: estudos controlados randomizados que compararam radioterapia adicionada ao tratamento sistêmico com tratamento sistêmico isoladamente em pacientes com linfoma não-Hodgkin agressivo e localizado. Dois revisores extraíram independentemente os dados dos artigos utilizando formulários de extração de 10 dados. Quando possível, para cada desfecho clínico foi feita meta-análise com os dados extraídos, com o fim de calcular o efeito dos tratamentos entre os estudos. Os resultados da meta-análise são expressos como Risco Relativo (RR), e Hazard Ratio (HR), com o correspondente intervalo de confiança (IC) de 95%. Os desfechos clínicos avaliados foram sobrevida global, sobrevida livre de progressão, resposta radiológica e toxicidade. O modelo de efeito fixo foi usado para se calcular as variáveis de interesse. Resultados: De um total de 7020 estudos identificados por meio da estratégia de busca, cinco foram selecionados. Destes, um estudo foi excluído. Quatro estudos, compreendendo 1796 pacientes foram incluídos na meta-análise. A adição de radioterapia trouxe incremento na sobrevivência livre de progressão [HR 0,81; IC95% 0,67-0,98; p=0,03], sem, entretanto trazer impacto na taxa de resposta ou em sobrevivência global. As diferenças em como os dados foram reportados não permitiu que os dados de segurança fossem combinados. Conclusão: Até o presente momento, não há evidência de que a radioterapia traga ganhos em sobrevivência global em pacientes com linfoma não-Hodgkin agressivo e localizado. Investigações adicionais, com a incorporação dos agentes biológicos à quimioterapia, são necessárias

Abstract: Background: Non-Hodgkin lymphoma is the sixth group of neoplasms in mortality in the world. Aggressive and localized non-Hodgkin lymphoma can be cured by chemotherapy. Radiotherapy has been used to reduce local recurrence, however its impact on survival outcomes is unknown. Several studies have attempted to answer this question, but with conflicting results. Thus, a systematic literature review is needed to determine whether radiation therapy added to systemic treatment enhances the efficacy in non-Hodgkin lymphoma treatment. Objectives: To compare outcomes of patients with aggressive and localized non- Hodgkin lymphoma treated with chemotherapy followed by radiotherapy with chemotherapy alone. Methods: This is a systematic review with meta-analysis. Randomized clinical trials were identified the following databases: Cochrane Central Register of Controlled Trials (CENTRAL), MEDLINE, EMBASE, and LILACS. Inclusion criteria: randomized controlled trials that compared the addition of radiotherapy to systemic therapy versus systemic therapy alone in patients with aggressive and localized lymphoma. Two reviewers independently extracted data from articles using data extraction forms. When possible, for each clinical outcome was performed meta-analysis of the extracted data in order to calculate the effect of treatments across studies. The results of the meta-analysis are expressed as relative risk (RR) and hazard ratio (HR) with corresponding confidence interval (CI) of 95%. The main outcomes were overall 12 survival, progression-free survival, radiologic response and toxicity. The fixed-effect model was used to estimate the effect size. Results: A total of 7,020 studies identified through the search strategy, five were selected. Of these, one study was excluded. Four studies comprising 1,796 patients were included in the meta-analysis. The addition of radiotherapy increased the progression-free survival [HR 0.81, 95% CI 0.67 to 0.98, p = 0.03]. There were no differences in response rate or overall survival. The differences in how data was reported did not allow us to combine toxicity data Conclusion: To date, there is no evidence that radiotherapy will increase overall survival in patients with aggressive and localized non-Hodgkin lymphoma. Further investigations, with the incorporation of biologic agents to chemotherapy, are needed
Subject: Radioterapia
Hodgkin, Linfoma não
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FCM - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_LucasVieirados_M.pdf824.17 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.