Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313852
Type: TESE
Title: Análise clinica prospectiva randomizada aberta, para o tratamento das úlceras de venosas, através da terapia celular com o enxerto de queratinócitos autólogos; comparada em dois grupos, associado ou não, a Diosmina Hesperidina micronizada
Title Alternative: Prospective randomization open clinical analysis to treatment of venous stasis ulcer, through cell therapy with keratinocyte autograft, compared in two groups users or not of micronized diosmin and hesperidin
Author: Bosnardo, Carla Aparecida Faccio
Advisor: Guillaumon, Ana Terezinha, 1951-
Abstract: Resumo: Introdução: A úlcera venosa é uma complicação da insuficiência venosa crônica, atinge indivíduos adultos, afastando-os do trabalho e do convívio social normal. Objetivo: Demonstrar uma nova terapêutica para o tratamento das úlceras venosas através do enxerto de queratinócitos autólogos. Casuística e Método: Foram selecionados, de forma aleatória no ambulatório de Moléstias Vasculares Periféricas da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP - Vinte e Cinco ( 25) doentes com úlcera de venosa, CEAP 6 , que não obtiveram cicatrização, das mesmas, com tratamentos convencionais; divididos em dois grupos, Grupo I- 11 doentes, 10 mulheres e 1 homem; Grupo II- 14 doentes, 11 mulheres e 3 homens. Ambos os grupos foram submetidos à aplicação do autoenxerto de queratinócitos sobre o leito limpo da úlcera; e ao grupo II, foi também ministrada dose de diosmina hesperidina micronizada a cada 12 horas. A todos os doentes, foi solicitado um repouso de 30 minutos em Trendelemburg para duas horas de atividade habitual. Os queratinócitos foram cultivados no Laboratório de Cultura de Células da Pele, CIPED- FCM - UNICAMP. Resultados: Após a aplicação de testes estatísticos não paramétricos, devido ao tipo da amostra, foi observada cicatrização e/ou melhora das úlceras com redução do leito nos dois grupos, sendo que o Grupo II obteve resultados mais precoces. Conclusão . Esse método mostra ser uma boa opção terapêutica no auxílio à cicatrização das úlceras venosas

Abstract: The venous stasis ulcer is the most severe complication of venous insufficiency, affecting adults and keeping them away from work and from normal social life. Objective: To demonstrate a new therapeutic method for accelerating healing. Methods: Twenty-five (25) patients with venous stasis ulcers, CEAP VI, who have not healed with conventional treatments were selected from the Clinic of Peripheral Vascular Diseases, Faculty of Medical Sciences, UNICAMP - were treated with autograft keratinocytes, grown in the skub cell culture laboratory, CIPED-FCM - UNICAMP. They were divided into two groups, Group I-11 patients, 10 female and male, Group II-14 patients, 11 female and 3 male. Both groups were treated with autograft keratinocytes on the clean ulcer bed, and group II, was also given a dose of micronized diosmin hesperidin every 12 hours. All the patients were asked to take a 30-minute rest in the Trendelenburg position for two hours of usual activity. Results: After the evaluation of data with statistics methods no parametric Healing and/or improvement of the ulcers with significant reduction of the bed in both groups were observed, with Group II obtaining precocious results. Conclusion? This method proves to be a good therapeutic option to help in the healing of stasis ulcers
Subject: Ulceras
Queratinócitos
Cicatrização de feridas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bosnardo_CarlaAparecidaFaccio_D.pdf1.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.