Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313826
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação da composição corporal em pacientes com a forma clássica da hiperplasia adrenal congênital por deficiência da enzima 21-hidroxilase
Title Alternative: Assessment of body composition in patients with classic congenital adrenal hyperplasia due to 21-hydroxylase deficiency
Author: Gonçalves, Ezequiel Moreira, 1977-
Advisor: Guerra Júnior, Gil, 1960-
Abstract: Resumo: Objetivos: a) Validar equações com base nas espessuras de dobras cutâneas (EDC) para estimar o percentual de massa gorda (%MG) e na impedância bioelétrica (BIA) para a massa isenta de gordura (MIG) em pacientes com hiperplasia adrenal congênita por deficiência da enzima 21-hidroxilase (HAC-D21OH); b) desenvolver equações específicas para estes pacientes para estimar o %MG e MIG, utilizando os valores determinados pela absorciometria por dupla emissão de raio X (DXA) como referência; e c) avaliar a relação entre os parâmetros da massa óssea (MO) determinados pela ultrassonometria quantitativa (QUS) das falanges proximais e sua capacidade de diagnosticar a baixa MO para a idade cronológica em comparação ao DXA em pacientes com HAC-D21OH. Casuística: Foram avaliados 71 pacientes de ambos os sexos, com idades entre seis e 27 anos. Métodos: Foram realizadas medidas antropométricas, de BIA, de DXA e de QUS em um mesmo dia. Foram testadas quatro equações (Eq. 1, 2, 3 e 4), previamente publicadas para a estimativa do %MG e quatro equações (Eq. 5, 6, 7, e 8) para a estimativa da MIG em kg, todas específicas para o sexo e faixa etária. Foram utilizados o teste t de Student, os parâmetros da regressão linear simples e a concordância entre os métodos para testar a validade das equações, regressão linear múltipla para desenvolver os novos modelos e a análise dos parâmetros da curva ROC para avaliar a capacidade diagnóstica do QUS. Resultados: Eq. 1, 2, 3, e 4, apresentaram alta correlação (R>0,80), porém subestimaram significativamente (p<0,01) os valores de %MG em comparação ao DXA. Com relação à MIG, apesar de todas as equações apresentarem R> 0,95, no geral apenas uma apresentou validade considerada aceitável (Eq. 6, grupo masculino). Foram desenvolvidas e validadas quatro equações propostas no presente estudo específicas para a estimativa do %MG e uma para a estimativa da MIG em pacientes HAC-D21OH. Os parâmetros do QUS apresentaram valores variando entre: 0,57-0,74 (R), 62,5-100% (sensibilidade) e 21-64,4% (especificidade) em relação ao DXA. Conclusão: As equações específicas para indivíduos com HAC-D21OH demonstraram maior validade para estimar a MIG e principalmente o %MG, comparadas as equações previamente publicadas e desenvolvidas a partir de amostras com pessoas saudáveis. O QUS apresentou relação significativa, porém moderada e baixa capacidade de diagnosticar a baixa MO para a idade cronológica quando comparado ao DXA nestes pacientes

Abstract: Objectives: a) To evaluate the accuracy of skinfold-based models, to estimate the percentage of fat mass (%FM) and the bioelectrical impedance analysis (BIA) to estimate fat-free mass (FFM) in patients with congenital adrenal hyperplasia due to 21-hydroxylase deficiency (CAH-21OHD); b) to develop specific equations for these patients to estimate the % MG and MIG using dual-energy X-ray absorptiometry (DXA) as the reference method; and c) to evaluate the relationship between the parameters of bone mass (BM) determined by quantitative ultrasound of proximal phalanges (QUS) and the ability to diagnose low bone mass for chronological age in comparison to DXA in patients with CAH-21OHD. Patients: Seventy one patients of both genders, with age ranged from six and 27 years were inclued. Methods: Anthropometric measurements, BIA, DXA and to QUS were evaluated in the same day. Four equations (Eq. 1, 2, 3 and 4) previously published to estimate the %FM, and four equations (Eq. 5, 6, 7, and 8) to estimated the FFM, all specific for sex and age, the Student t test, the parameters of simple linear regression and the agreement between methods were used to test the validity of the equations, multiple linear regression to develop the new model and the parameters of the ROC curve to evaluate the diagnostic ability of QUS. Results: The four equations (Eq. 1, 2, 3, and 4) were highly correlated (R>0.80), but the %FM values were significantly underestimated (p<0.01) when compared to DXA. With respect to MIG, despite all the equations presented R>0.95, only one had acceptable validity (Eq. 6 for males). Four new specific equations to estimated %FM and one FFM were developed and validate in patients with CAH-21OHD. QUS parameters showed values ranging from 0.57 to 0.74 (R), 62.5 to 100% (sensitivity) and 21 to 64.4% (specificity) compared to DXA. Conclusion: The new specific equations for patients with CAH-21OHD showed greater validity to estimate FFM and mainly the %FM compared to previously equations published and developed with samples from healthy pearsons. The QUS showed a significant relationship, but moderate and low ability to diagnose low bone mass for chronological age when compared to DXA in these patients
Subject: Antropometria
Impedância (Eletricidade)
Ultrassonografia
Absorciometria de fóton
Adolescentes
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: GONÇALVES, Ezequiel Moreira. Avaliação da composição corporal em pacientes com a forma clássica da hiperplasia adrenal congênital por deficiência da enzima 21-hidroxilase. 2012. 166 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/313826>. Acesso em: 19 ago. 2018.
Date Issue: 2012
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Goncalves_EzequielMoreira_D.pdf5.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.