Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313795
Type: TESE
Title: Incidência de embolia gordurosa pós-cirurgia de lipoaspiração com ou sem lipoenxertia = estudo em animais
Title Alternative: Occurrence of fat embolism after liposuction surgery, with or without lipografting : in animal study
Author: Franco, Fernando Fabricio, 1978-
Advisor: Tincani, Alfio José, 1954-
Abstract: Resumo: Introdução: A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico que consiste na retirada do excesso de tecido gorduroso localizado, em indivíduos saudáveis. Este procedimento, que muito aumentou nas últimas décadas em todo o mundo, pode ser associado à lipoenxertia. Ambos são empregados para melhora do contorno corporal. Uma das principais complicações relacionadas com a lipoaspiração é a embolia gordurosa. O presente estudo tem por objetivo verificar qualitativamente se existe mobilização intravascular da gordura após lipoaspiração manual pela técnica de infiltração superúmida para pulmões, fígado, rins e cérebro, em ratos da raça Wistar, seguida ou não de lipoenxertia. Método: Utilizou-se 30 modelos animais de ratos da linhagem Wistar. Os animais foram submetidos ao método usual da lipoaspiração e analisados em três diferentes grupos. Todos os animais foram anestesiados e infiltrados no subcutâneo do abdome com soro fisiológico contendo adrenalina, distribuídos da seguinte forma: no grupo A, dez animais serviram de controle, no grupo B, 10 animais foram lipoaspirados na região abdominal e no grupo C outros 10 animais, além de lipoaspirados, foram lipoenxertados na região dorsal inferior. Uma amostra de sangue foi colhida logo após a anestesia e após 48h dos procedimentos em todos os grupos, para gota de esfregaço em lâmina. Esse procedimento analisou os valores da hemoglobina, bem como a oxigenação sanguínea. Todos os animais foram submetidos á eutanásia após 48h, e os pulmões, rins, fígado e cérebro analisados histologicamente por duas colorações diferentes: Hematoxilina e Eosina (H&E) e Sudan Negro. Resultado: Foram encontradas partículas de gordura nos pulmões de três animais do Grupo B que foram apenas lipoaspirados e, em seis animas do grupo C, lipoaspirados e lipoenxertados. Nos animais do grupo controle, não foram identificados à presença de partículas de gordura em nenhum órgão estudado. Conclusão: Este estudo demonstra que há risco de mobilização sistêmica de gordura, após lipoaspiração e este risco aumenta, quando o procedimento está associado à lipoenxertia, em ratos Wistar

Abstract: Introduction: Liposuction is a surgical procedure that consists of the removal of excess fatty tissue found in health subjects. This procedure, which has become increasingly common in recent decades throughout the world, can be associated with fat grafting. Both are employed to improve the body contour. One of the main complications of liposuction is fat embolism. The present study aims to verify whether there is qualitative intravascular mobilization of fat after the employment of the liposuction technique manual super wet infiltration of the lungs, liver, kidneys and brain in Wistar rats followed or not by fat grafting. Method: We used animal models of 30 Wistar rats. The animals were subjected to the usual method of liposuction and analyzed in three different groups. All animals were anesthetized and infiltrated with saline solution containing epinephrine, distributed as follows: Group A, ten animals served as controls, in group B, 10 animals were liposuction in the abdominal region in group C and 10 other animals, and liposuction were in the lower back fat grafting. A blood sample was collected immediately after anesthesia and 48h of procedures in all groups, to drop the smear slide and examine the values of hemoglobin, and blood oxygenation. All animals were euthanized after 48h, and the lungs, kidneys, liver and brains were histologically examined by two different colors: hematoxylin and eosin (H & E) and Sudan Black. Results: There were fat particles in the lungs of three animals in Group B that were only subject to liposuction and six animals in group C, subject to liposuction and fat grafting. Fat particles were not found in any organ studied in the control group. Conclusion: This study demonstrates that there is risk of systemic fat mobilization after liposuction and this risk increases when the procedure is associated with fat grafting in Wistar rats
Subject: Ratos Wistar
Pulmão
Procedimentos cirúrgicos operatórios
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Franco_FernandoFabricio_D.pdf2.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.