Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313769
Type: TESE
Title: Estudo dos efeitos locais induzidos pelo veneno de Bothrops lanceolatus (Fer de lance) em ratos
Author: Guimarães, Alessandra de Queiroz
Advisor: Araújo, Albetiza Lobo de, 1946-
Abstract: Resumo: É bem conhecida a capacidade dos venenos de serpentes do gênero Bothrops induzirem intensos efeitos locais, tais como edema, hemorragia e necrose. Neste trabalho investigou-se os possíveis mediadores da resposta inflamatória local (edema) e hemorrágica induzida pelo veneno de Bothrops lanceolatus (VBL) em ratos. O edema foi induzido por injeção subplantar de VBL (12,5 - 100 ~g/pata) e quantificado com hidropletismógrafo. Em todas as doses testadas, a resposta edematogênica foi máxima aos 15 minutos, caindo, progressivamente, até desaparecer após 24 horas. As drogas metisergida, ciproheptadina, dexametasona, HOE 140 e associação HOE 140 -metisergida reduziram significativamente a atividade edematogênica induzida pelo VBL (50 ~g), o que não ocorreu com a indometacina e mepiramina. O efeito edematogênico pareceu ser independente da presença de aminas biogênicas ou outras substâncias de baixo peso molecular no veneno, uma vez que a diálise não alterou significativamente este quadro. Investigando a atividade hemorrágica, tratamos o VBL com EDTA. O tratamento inibiu a atividade hemorrágica, bem como reduziu significativamente o edema. Nos animais iIljetados com VBL tratado com EDT~ o edema residual mostrou-se mediado pela serotonina, histamina, bradicinina e possivelmente, metabólitos do ácido araquidônico. A análise histopatológica das patas injetadas com o VBL demonstrou aumento da região dérmica e dos espaços intercelulares, característicos do edema, além da presença de moderado fufiltrado inflamatório e intensa hemorragia. O tratamento prévio dos animais com dexametasona reduziu o infiltrado celular e o edema, sem interferência na atividade hemorrágica. O estudo das patas injetadas com VBL tratado com EDTA demonstrou redução do número de hemáceas extravasculares e do edema, sem aparente alteração do infiltrado leucocitário. Além dos efeitos locais, a injeção subplantar do VBL provocou alterações sistêmicas detectadas nos rins. Os túbulos distais apresentaram diâmetro aumentado; nos túbulos proximais, restos celulares provavelmente de natureza protéica, foram vistos ao lado de vasos sangüíneos congestos. Nos corpúsculos renais houve aumento do espaço capsular de filtração, além de alterações na lobulação do tufo de capilares. O tratamento do veneno com EDTA reverteu alguns dos efeitos glomerulares e tubulares produzidos pelo envenenamento, o que não se observou em animaispré-tratados com dexametasona. "' uo soro anti-VBL parcialmente purificado previamente incubado com o VBL eliminou completamente a atividade hemorrágica e parcialmente a atividade edematogênica do veneno, não demonstrando eficácia superior quando os resultados foram comparados àqueles obtidos com o soro anti-VBL total. A inoculação intravenosa soro anti-VBL total ou parcialmente purificado, imediatamente após injeção do VBL, foi ineficaz na neutralização dos dois fenômenos

Abstract: Phannacological modulation of the rat hind-paw edema induced by subplantar injections of Bothrops lanceolatus venom (BLV) was investigated. The edema induced by subplantar injections of 12.5; 25; 50; 75 and 100 Ilg of BLV was quantified by hydroplethysmography. Wrth all of the venom doses tested, the edematogenic response were maximal within 15 min and disappeared over 24 h. Edema is not due to the presence of edematogenic amines or other small molecules, since dialysis did not change the edema. Part of edema induced by BLV is due to hemorrhagic components (metalloproteinases) since prior incubation of BLV 50 Ilg and 5 mM EDTA for 30 min at room temperature, caused a partia! inhibition of its edematogenic activity. However, liberation of phannacological active substance at the site of injection such as arachidonate metabolites, serotonin and bradykinin may play an important role in the BLV-induced edematogenic effect, since dexamethasone, methysergide and HOE 140 reduced significantlythe edema formation. Histological examination showed that BLV (50 Ilg) caused a marked edema and hemorrhage, characterized by extensive intercellular spaces and presence of extra vascular red blood cells. In addition, there was infiltration of inflammatory cells, particularly neutrophils. The chelating agent EDTA reduced moderately the edema, reduced partially the hemorrhage, but did not affect the presence of inflammatory cells at tOOsite of venom injection. The ability of antiserum to Bothrops lanceolatus venom and of a partially I purified antibody fraction ftom this serum in neutralizing tOOlocal effects produced by BLV in rats was a1so investigated. Preincubation-type experiments showed that BLVinduced edema was neutra1ized by globulin-rich fraction 2 h, or more, afier venom administration. Macroscopically, the hemorrhagic activity was completely neutralized. When BLV-antiserum and the globulin-rich fraction were administered i.v. afier venom injection, no significant edema and hemorrhage neutralization was observed. BLVantiserum and globulin rich fraction neutraIized the venom-induced edema and hemorrhage to similar extents. This finding indicated that the globulin-rich fraction obtained by ammonium sulfate precipitation offers no significant advantages in neutralization compared to the unfractionated antiserum
Subject: Edema
Hemorragia
Cobra venenosa - Veneno
Inflamação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Guimaraes_AlessandradeQueiroz_M.pdf16.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.