Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313710
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Nefrolitotripsia percutânea com ou sem nefrostomia = revisão sistemática com metanálise
Title Alternative: Systematic review and meta-analysis of nephrostomy placement versus tubeless percutaneous nepholithotomy
Author: Borges, Cláudio Ferreira, 1980-
Advisor: Fregonesi, Adriano
Abstract: Resumo: Propósito: Comparar a segurança e efetividade da realização de nefrolitotripsia percutânea (NPC) com e sem a inserção de nefrostomia, através de revisão sistemática e metanálise de estudos Materiais e métodos: Uma revisão sistemática da literatura foi realizada. Foi feita busca nos bancos de dados PUBMED, EMBASE, LILACS e Cochrane para identificação de estudos clínicos prospectivos randomizados que compararam a NPC com e sem inserção de nefrostomia. Os desfechos avaliados foram os índices de remoção total de cálculos, dor pós-operatória, necessidades de analgésicos, tempo cirúrgico, tempo de internação, perda de sangue e complicações. Resultados: Um total de dez estudos clínicos prospectivos randomizados (ECR) foram identificados somando 621 pacientes. Sete estudos analisaram os índices de remoção total de cálculos. A metanálise dos dados resultou em ausência de diferença entre os grupos de NPC sem nefrostomia e convencional. Quando avaliados o tempo cirúrgico, transfusão sanguínea, queda de hemoglobina e febre pós-operatória não houve diferença entre os grupos. A metanálise do tempo de internação hospitalar e da drenagem prolongada de urina pela região lombar favoreceu o grupo de NPC sem o uso de nefrostomia. Conclusão: Em pacientes selecionados, a NPC sem nefrostomia é um procedimento seguro e eficaz com taxas de remoção total de cálculo comparáveis a NPC convencional. A NPC sem nefrostomia apresentou um menor tempo de internação hospitalar e menos casos de drenagem prolongada de urina. Não foi possível realização de metanálise na avaliação da redução da dor pós-operatória e minimização das necessidades analgésicas. Entretanto, a maioria do estudos avaliados apresentaram benefícios nestes parâmetros para o grupo de NPC sem nefrostomia

Abstract: Purpose: We performed a systemic review with meta-analysis to compare tubeless versus conventional percutaneous nephrolithotripsy and assess the effectiveness and safety of this innovative procedure. Material and Methods: A systematic review of PUBMED, EMBASE, LILACS and Cochrane Library was done to identify all randomized controlled trials comparing tubeless PCNL versus conventional PCNL. The outcomes analyzed were stone free rate, pain assessment, analgesic medication requirements, operative time, hospitalization time, blood loss, stone-free rates and complications. Results: A total of 10 RCT were identified reporting 621 patients. Seven studies analyzed stone free rates. Meta-analysis of the data resulted in no difference between tubeless and conventional PCNL. Operative time, blood transfusion, hemoglobin drop and postoperative fever did not differ between the groups. Meta-analysis of length of hospitalization and prolonged urinary drainage was analyzed and favoured the tubeless PCNL group. Conclusions: Tubeless PCNL is a safe and effective procedure with a stone free rate compared to conventional PCNL. Tubeless PCNL presented a shorter hospital stay and less postoperative urinary leakage. Pain reduction and minimization of analgesic requirements also were demonstrated
Subject: Rim
Urologia
Nefrolitíase
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Borges_ClaudioFerreira_M.pdf4.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.