Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313701
Type: TESE
Title: Malabsorção de lactose do adulto. Prevalencia na população sulina. Aspectos geneticos e evolutivos do polimorfismo da atividade da lactose
Author: Sparvoli, Antonio Cardoso
Advisor: Seva-Pereira, Adriana
Abstract: Resumo: A prevalência da malabsorcão de lactose do adulto na Região Sul do Brasil permanecia desconhecida. Este trabalho objetivou a sua determinação e o estabelecimento das associações desta condição com o consumo de leite, a história de intolerância ao leite e a intolerância à lactose. Para tal setenta indivíduos adultos, sadios, nascidos na Região Sul do Brasil (48 caucasóides e 22 negróides), sem deficiência secundária de lactase, submeteram-se ao teste de sobrecarga com lactose. A distribuição de frequência dos caucasóides de acordo com o aumento máximo da glicemia em relação ao jejum apresentou aspecto trimodal, com uma antimoda no intervalo entre 14 e 17mg% e outra entre 33 e 36mg%. A trimodalidade desta distribuição sugere que a primeira antimoda divide os mal absorvedores dos absorvedores e a segunda separa os absorvedores heterozigotos dos absorvedores homozigotos. Desse modo, a malabsorcão de lactose do adulto <MLA) foi diagnosticada em 37,5%, dos caucasoides e 68,18% dos negróides. Essa condição foi intimamente associada com a intolerância à lactose e não teve associação com o consumo de leite e com a história de intolerância ao leite. As várias implicações diagnósticas e clínicas foram discutidas. A trimodalidade da distribuição de freqüência foi comparada com os dados esperados segundo a lei de Hardy-Weinberg da Genétic a de Populações e os resultados não diferiram significativamente, o que abre novas perspectivas para o estudo dessa característica. A evolução do polimorfismo da atividade da lactase permanece controversa. A análise crítica das hipóteses histórico-cultural e da absorção de cálcio as mais aceitas atualmente, confirmou esta impressão. Foram assinalados diversos pontos falhos e idêntico equivoco original nas duas hipóteses a crença na vantagem seletiva do indivíduo com persistência da atividade da lactase na vida adulta. Foi formulada uma hipótese a partir da concepção oposta da vantagem seletiva das primitivas populações com MLA. A hipótese integradora, como foi denominada, contempla a possível atuação de outras forcas evolutivas complexamente inter-relacionadas: a mutação, a deriva genética, o efeito do fundador, o efeito do "gargalo de garrafa" e a migração família-estruturada. Estas forcas evolutivas permitiram, ao longo de milênios, a instalação de alguns povos com predomínio de absorvedores alterando a prévia ubiqüidade da MLA em nossos ancestrais

Abstract: A lactose loading test was applied to seventy healthy adults, well nourished, from Southern Brazil (48 caucasoids and 22 negroids) with no secondary lactase deficiency. The distribution of the examined individuals according to race and to maximum blood glucose rise after the lactose loading test showed an antimode at the interval bet ween 14 and 17 mg% and another antimode between 33 and 36 mg%. It seems, therefore, that a maximum blood glucose rise of less than 17 mg% after the lactose loading test should indicate lactose malabsorption. On the basis of this criterion, adult type lactose malabsorption was manifested by 18 caucasoids (37,5%) and 15 negroids (6B,l8Ji). It was not demonstrated significant association among adult type lactase malabsorption and milk consumption or history of milk intolerance. However, lactose malabsorption was associated with lactose intolerance. Moreover, it seems attractive to suppose that a maximum blood glucose rise between 17 and 36 mg% would indicate heterozygous lactose absorbers, while a maximum blood glucose rise of 36 mg% or more would indicate homozygous lactose absorbers. There is an indication drawn from population genetics which favors this hypothesis. The variability of adult lactase activity represents a genetic polymorph ism. The mechanism by which this polymorphism evolved from the ubiquity of lactose malabsorption in early human populations is controversial. The two most accepted hypothesis, the culture historical and the calcium absorption, were critically analysed and refuted. I propose an alternative hypothesis which seems better suited to explain the evolution of this polymorphism
Subject: Lactose
Leite como alimento
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1990
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sparvoli_AntonioCardoso_D.pdf2.43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.