Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313593
Type: TESE
Title: Depressão como fator de risco para úlceras em portadores de pé diabético
Title Alternative: Depression as a risk factor for diabetic foot ulcers
Author: Coelho, Camila Ribeiro, 1981-
Advisor: Parisi, Maria Candida Ribeiro
Abstract: Resumo: A depressão vem sendo reconhecida como um fator de risco para ulceração em pacientes portadores de diabetes mellitus. Usando amostra de conveniência, este estudo transversal foi conduzido com o objetivo de comparar sintomas depressivos e comportamentos de autocuidado em população de portadores de pé diabético com úlcera e portadores de pé de risco. Foram estudados 100 portadores de diabetes mellitus tipo 2, classificados em 2 grupos: pacientes com pé de risco para ulceração e pacientes com úlcera. Avaliamos o comportamento de autocuidado com os pés (Questionário de Avaliação de Autocuidado com os pés), sintomas de depressão (Inventário Beck de Depressão), além das variáveis sócio-demográficas e clínicas. Pacientes com úlcera obtiveram resultados evidenciando escores maiores, indicativos de depressão (20.37), que os pacientes que não haviam desenvolvido úlceras em pés (15.70) (p=0.030). Em relação aos comportamentos de autocuidado, não encontramos diferença significativa entre os dois grupos (p=0.219). As seguintes variáveis mostraram-se significativas para o desenvolvimento de úlceras em pé diabético: sexo masculino (p<0.001, OR =14.87, IC 95% 3.83 ¿ 57.82) e depressão grave (p=0.049, OR= 6.56 95% IC 1.01-42.58). A despeito da presença de comportamentos adequados de autocuidado com os pés, pacientes com úlcera apresentaram mais sintomas de depressão em comparação aos pacientes com risco para o desenvolvimento de úlceras. São necessárias futuras pesquisas que estabeleçam a relação causal entre as variáveis e o potencial papel de intervenções para a depressão. Estes resultados, assim como os de outros estudos, apontam para a importância da avaliação da depressão em pacientes portadores de úlceras de pé diabético

Abstract: Depression has been recognized as a risk factor for foot ulceration in persons with diabetes mellitus. The purpose of this study was to evaluate symptoms of depression and self-care behaviors in patients with diabetic foot ulcer and with foot at risk and compare them. Using convenience sampling methods, a cross-sectional study was conducted among persons with type 2. One hundred patients with type 2 diabetes were studied and divided into two groups: patients with foot at risk for ulceration and patients with ulcer. Symptoms of depression (Beck Depression Inventory- BDI) and foot self-care behavior were assessed. Patients with ulcer obtained higher BDI score results indicative of depression (20.37) than the patients that had not developed foot ulcers (15.70) (p=0.030). Regarding self-care behaviors, we did not find a significant difference between the two groups (p=0.219). The following variables were significant for the development of diabetic foot ulcers: male gender (p<0.001, OR =14.87, IC 95% 3.83 ¿ 57.82) and severe depression (p=0.049, OR= 6.56 95% IC 1.01-42.58). Despite reported adequate self-care behaviors, patients with an ulcer had more symptoms of depression than patients who were at risk for developing a foot ulcer. Studies examining cause-and-effect relationships between these observations and the potential role of depression interventions are needed. The results of this and other studies suggest depression screening is important in patients with diabetes mellitus and foot ulcers
Subject: Diabetes mellitus tipo 2
Depressão
Autocuidado
Pé diabético
Ulceras
Language: Multilíngua
poreng
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Coelho_CamilaRibeiro_D.pdf2.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.