Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313587
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Correção optica em escolares e condições de uso dos oculos - Campinas (SP)
Author: Castro, Rosane Silvestre de
Advisor: Arieta, Carlos Eduardo Leite, 1956-
Abstract: Resumo: Realizou-se estudo analítico transversal sobre erros re:lacionais, utilização da correção óptica e fatores que interferem na adesão ao uso de óculos, em crianças da primeira série do ensino fundamental de escolas públicas de Campinas (SP). A amostra foi composta por 225 crianças que receberam os óculos na Campanha Olho no Olho/2000. Para a coleta dos dados, realizou-se exame oftalmológico e aplicou-se questionário por entrevista ao responsável pela criança por ocasião do exame, realizado seis meses após a entrega dos óculos. Os escolares provinham de famílias de nível sócio econômico baixo. A média de idade foi de 7,9 anos. Os erros re&acionais mais freqüentes foram astigmatismos baixos (22,2%) e moderados (17,3%). A acuidade visual binocular com a primeira correção foi _0,7 em 83,4% dos casos e em 92,9% com a segunda correção. Usaram os óculos 98,2% dos escolares, dos quais 45,2% em período integral e 96,8%, na escola. Foram trocados e/ou suspensos 32,0% dos óculos prescritos e repostos 12,0% por perda ou quebra. Nos casos de astigmatismo baixo ocorreu mais desistência ou ausência de uso dos óculos. As principais barreiras para a não utilização dos óculos foram alterações no erro retracional e a não reposição dos danificados e/ou perdidos. A acuidade visual sem correção apresentou associação inversa ao uso dos óculos. Os óculos prescritos e doados na campanha de triagem visual foram usados efetivamente, embora com necessidade de alteração da correção óptica em alguns casos. A prescrição dos óculos deve seguir critérios baseados na acuidade visual sem correção, além dos erros re:&acionais, onde graus de astigmatismo < 2,ODC não devem ser prescritos, a menos que haja indicação específica por ser acompanhado de sintomas e/ou estrabismo. O acompanhamento dos casos deve ser considerado como etapa importante das campanhas de triagem visual, sugerindo-se que a reavaliação desses escolares deva ser anual, ou no mínimo a cada 2 anos. Deve-se propiciar condições para a reposição de óculos a baixo custo pelas famílias

Abstract: A transversal descriptive and analytic study was performed to record refractive errors, eyeglass wearing and the mechanisms involved in compliance to treatment in children in the first year of primary public teaching in Campinas (SP). The sample was composed of 225 children that had received free glasses during the "Olho no Olho" (Eye on the Eye) Campaign/2000. For the collection of data, an ophthalmologic exam was performed and a questionnaire was applied by interview. The mean age was 7.9 years. The most common refractive errors were low (22.2%) and moderate (17.3%) astigmatism. In 83.4% of the cases, binocular visual acuity after first refraction was> 0.7, and in 92.9% it happened after second refraction. Of the 225 children examined, 98.2% wore their glasses, 45.2% of which for the whole day and 96.8% during school time. There was 32.5% of change and /or suspension of use of the prescribed glasses and 20.1 % of replacements because of loss or breaking. The main obstacles for eyeglass wearing were refractive error changes and non-replacement of damaged and /or lost glasses. There was inverted association between uncorrected visual acuity and eyeglass wearing. Low astigmatism was responsible for 100.0% of glass non-wearing and 62.5% of discontinued wearing. Glasses that were prescribed and donated at the campaign ,vere effectively used, although there was some need of altering optical correction. The prescription of glasses must follow criteria that are based in uncorrected visual acuity and refrac1Íve errors. Astigmatism < 2.0DC should not be prescribed, unless there are symptoms and /or strabismus associated. Case follow-up is an important step of the campaigns, and it is suggested that re-examination of these children happens annually, or at least every 2 years. The acquisition of low-priced glasses should be facilitated.
Subject: Acuidade visual
Olhos - Erros refrativos
Saúde pública
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: CASTRO, Rosane Silvestre de. Correção optica em escolares e condições de uso dos oculos - Campinas (SP). 2001. 166p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/313587>. Acesso em: 1 ago. 2018.
Date Issue: 2001
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Castro_RosaneSilvestrede_D.pdf4.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.