Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313541
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Avaliação da função pulmonar e da mecanica respiratoria em adolescentes obesos
Author: Faria, Alethea Guimarães, 1976-
Advisor: Barros Filho, Antonio de Azevedo, 1947-
Abstract: Resumo: Obesidade é uma enfermidade de alta prevalência e que apresenta aumento crescente em todos os países do mundo.São poucos os estudos que correlacionam os efeitos da obesidade com função pulmonar, alterações cardiorrespiratórias e exercício físico em crianças e adolescentes.O objetivo desse estudo foi avaliar parâmetros da função cardiopulmonar e força dos músculos respiratórios de adolescentes obesos e comparar com adolescentes da mesma idade sexo e estatura não obesos.Foram incluídos adolescentes obesos e não obesos, de ambos os sexos, com idades entre 10 e 17 anos, estudados no Laboratório de Função Pulmonar (LAFIP) do CIPED - UNICAMP.A população foi dividida em quatro grupos: obesos masculino e feminino; não obesos masculino e feminino. Foram medidos parâmetros antropométricos, função cardiopulmonar e força dos músculos respiratórios antes, durante e após teste de esforço. Os valores de PA, FC foram maiores no grupo de obesos tanto meninos quanto meninas durante teste de esforço(p=0,0001). Os valores de SatO2 diminuíram durante exercício (p=0,0001) e FR apresentou tendência de aumento dos valores médios (0,06). Meninos obesos apresentaram maiores valores de PImax e PEmax (0,0002) quando comparado com meninas obesas e eutróficas. Os valores de VVM, CVF, e VEF1 apresentaram menores valores em meninos obesos quando comparado com o grupo de não obesos antes e após exercício (p=0,0005). Os valores de CI foram maiores em meninas obesas quando comparado com as eutróficas (p=0,0001). Os valores de VRE foram menores em meninos e meninas obesas quando comparado com os grupos de eutróficos.Os resultados mostraram que indivíduos obesos apresentaram alterações da função pulmonar no repouso e que não se alteram com exercício, o que pode ser evidenciado pela diminuição nas variáveis espirométricas e alterações dos valores cardiopulmonares durante e após exercício. Essas alterações podem refletir compressão mecânica extrinseca e mudanças intrinsecas no pulmão. Outros estudos serão necessários para detectar as alterações intrapulmonares

Abstract: The obesity is an infirmity of high prevalence and presents an increase all over the world. There are few studies that relate the obesity effects on pulmonary function, cardio respiratory alterations and physical exercises in children and adolescents. The objective was to evaluate parameters of cardiopulmonary function and the strength of respiratory muscles in obese adolescents and compare to non-obese adolescents in the same age, sex and stature. There were included obese and non-obese adolescents, from both sex, with age between 10 to 17 years old, studied at Pulmonary Function Laboratory (LAFIP) from CIPED ¿ Unicamp. The sample consisted of four groups: male and female obese, non-obese male and female. The anthropometric parameters were measured, as well as the function test cardiopulmonary and the strength of respiratory muscles before, during and after the effort test. The values of AP, HR were bigger in the obese group in the boys and girls during the effort test (p=0,0001). The SatO2 values diminished during the exercise (p=0,0001) and RR presented tendency of increasing the average values (0,06). Obese boys present bigger values of PImax and PEmax (0,0002) than when compared to healthy and obese girls. The values of MVV, FVC and FEV1 present smaller values in obese boys than when compared to the group of obese before and after exercise (p=0,0005). The values of IC were bigger in girls than in the healthy (p=0,0001). The values of ERV were smaller in obese boys and girls than when compared to the healthy. The results of the study show that obese adolescents presented pulmonary function alterations in rest and this function is not altered with exercise and this fact can be showed through the diminution of spirometric variables and alterations in cardiopulmonary values during and after exercise. These alterations can reflect extrinsic mechanical compression and intrinsic changes in the lung. Other studies will be necessary to detect the intrapulmonary alterations
Subject: Exercícios físicos
Obesidade
Espirometria
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Faria_AletheaGuimaraes_M.pdf1.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.