Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313524
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.identifier(Broch.)pt_BR
dc.descriptionOrientador : Vanda Maria Gimenes Gonçalvespt_BR
dc.descriptionDissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.format.extent213p. : il.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeDISSERTAÇÃOpt_BR
dc.titleFluxo sanguineo cerebral no periodo neonatal e correlação com o desenvolvimento neuropsicomotor no sexto mes de vida em lactentes a termo pequenos para idade gestacionalpt_BR
dc.contributor.authorMuniz, Iracema Augusta Carvalho Cortezpt_BR
dc.contributor.advisorGonçalves, Vanda Maria Gimenes, 1949-pt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.contributor.nameofprogramPrograma de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescentept_BR
dc.subjectDoppler, Ultrassonografiapt_BR
dc.subjectDesnutrição fetalpt_BR
dc.subjectRecém-nascidospt_BR
dc.subjectCrianças - Desenvolvimentopt_BR
dc.subjectUltrassonografiapt_BR
dc.description.abstractResumo: A desnutrição intra-uterina é responsável direta por parcela significativa da morbimortalidade no período neonatal e por repercussões em longo prazo no desenvolvimento neuropsicomotor. O presente estudo teve por objetivo avaliar o desenvolvimento neuropsicomotor no sexto mês de vida em lactentes a termo, pequenos para a idade gestacional e sua correlação com o fluxo sangüíneo cerebral por ultra-sonografia doppler ao nascimento. O trabalho foi realizado em 60 recém-nascidos a termo, selecionados no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, e divididos em dois grupos conforme a adequação peso/idade gestacional. O grupo 1 foi constituído por 36 recém-nascidos adequados para a idade gestacional e o grupo 2 por 24 recém-nascidos pequenos para a idade gestacional. Foram realizadas avaliações Dopplerfluxométricas entre 24 e 48 horas de vida em todos os recém-nascidos e acompanhamento posterior em 28 recém-nascidos no sexto mês de vida, sendo 16 adequados para a idade gestacional e 12 pequenos para a idade gestacional, com avaliações do neurodesenvolvimento através do instrumental das Escalas Bayley de Desenvolvimento Infantil II (BSID-II) (1993), no Laboratório de Estudos do Desenvolvimento Infantil I, do Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação "Prof. Dr. Gabriel Porto", da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. Os valores medianos de velocidade de fluxo cerebral: Velocidade de Fluxo no Pico Sistólico (VFPS), Velocidade de Fluxo no Final da Diástole (VFFD), Velocidade Média de Fluxo (VMF), mensurados em Artéria Cerebral Anterior (ACA) foram menores no grupo 2. Houve significância estatística com relação às velocidades sistólica e média. Resultados semelhantes foram observados em Artéria Cerebral Média (ACM), sem diferenças significativas. Constatou-se que a adequação peso/idade, a presença de policitemia neonatal e os valores de pressão arterial média estiveram associados aos valores de VMF em ACA. Enquanto a presença de sofrimento fetal, os valores de pressão arterial média e o hábito de fumar durante a gestação estiveram associados ao fluxo médio em ACM. A avaliação do neurodesenvolvimento demonstrou valores menores de ¿Index Score¿ em RN PIG, sem significado estatístico, havendo associação significativa entre o fluxo em ACA nas medidas de VFPS com a Escala Mental e Motora e da VMF com a Escala Motora. Não houve correlação de fluxo em relação à ACM. Concluiu-se que os RN PIG apresentaram valores de fluxo sistólico e médio significativamente menores em ACA, sendo observado um modelo de alta complexidade, não dependendo apenas da condição de nutrição ao nascimento. A performance do neurodesenvolvimento esteve associada significativamente aos valores de VFPS em ACA nas Escalas Mental e Motora e com a VMF em ACA na Escala Motorapt
dc.description.abstractAbstract: The intrauterine malnutrition is responsible not only for a great number of morbidity and mortality in neonatal period but also for causing neurological and intellectual sequelae. This paper aimed to evaluate the neurological development of full term infants, small-for-gestational age, and the correlation with cerebral blood flow using cranial ultrasound Doppler at birth. This study was performed at CAISM, a center for pregnant women, at the School Hospital of State University of Campinas (UNICAMP). Sixty term infants were selected and divided in two groups: Appropriate-for-gestational age (AGA) (36) and Small-for-gestational age (SGA) (24). Cranial ultrasound Doppler evaluation was performed on both groups, between 24 and 48 hours after birth. Twenty-eight subjects were followed at six months at LEDI I / CEPRE, a center for treating children with physical disability, using the Bayley Scales of Infant Development II (BSID II). Cerebral Blood Flow Velocity (CBFV), comprising Peak Systolic Flow Velocity (PSFV), End Diastolic Flow Velocity (EDFV), Mean Flow Velocity (MFV), was inferior in the small-for-gestational group, in the Anterior Cerebral Artery (ACA). Doppler measurements were statistically significant in the second group only for values related to Peak Systolic Flow Velocity and Mean Flow Velocity in the ACA. Similar results were seen in the Middle Cerebral Artery (MCA). However, there was no difference for any evaluated parameters of flow velocity in such artery. As to cerebral blood flow influencing factors, it was observed that weight/gestational age (AGA or SGA), presence of neonatal polycythemia and mean arterial blood pressure were statistically related to Mean Flow Velocity in the ACA. In presence of fetal suffering, mean arterial blood pressure and smoking in the pregnancy were statistically related to Mean Flow Velocity in the MCA. Index Score values were inferior in the small-for-gestational age newborns at six months. There was a significant association of Peak Systolic Flow Velocity with Mental and Motor Scales in the ACA and there was also a significant association of Mean Flow Velocity in the ACA with Motor Scales. There was no association for any evaluated parameters of flow velocity in the MCA. We concluded that small-for-gestational age newborns present Peak Systolic Flow Velocity and Mean Flow Velocity significantly reduced only in the Anterior Cerebral Artery. Results show that cerebral blood flow in newborns can be a highly complex model, which does not depend only on the intrauterine growth. The neurological development of small-for-gestational age was significantly associated to PSFV values in ACA in Mental and Motor Scales, and to MFV in ACA in Motor Scaleen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2002pt_BR
dc.identifier.citationMUNIZ, Iracema Augusta Carvalho Cortez. Fluxo sanguineo cerebral no periodo neonatal e correlação com o desenvolvimento neuropsicomotor no sexto mes de vida em lactentes a termo pequenos para idade gestacional. 2002. 213p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/313524>. Acesso em: 1 ago. 2018.pt_BR
dc.description.degreelevelMestradopt_BR
dc.description.degreedisciplinePediatriapt_BR
dc.description.degreenameMestre em Saude da Criança e do Adolescentept_BR
dc.contributor.committeepersonalnameMarba, Sérgio Tadeu Martinspt_BR
dc.contributor.committeepersonalnameGherpelli, Jose Luiz Diaspt_BR
dc.date.available2018-08-01T18:23:55Z-
dc.date.accessioned2018-08-01T18:23:55Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-08-01T18:23:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Muniz_IracemaAugustaCarvalhoCortez_M.pdf: 2288961 bytes, checksum: b7aa0c94a3696bccc069d6b6fb127c46 (MD5) Previous issue date: 2002en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313524-
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Muniz_IracemaAugustaCarvalhoCortez_M.pdf2.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.