Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313396
Type: TESE
Title: Unidade de terapia intensiva : discutindo o inquestionavel. Um estudo descritivo das atitudes reais e ideais de medicos que atuam em URI's, relacionadas a principios de Bioetica
Author: Guaraldo, Maria Christina Mendes dos Santos
Advisor: Giblio, Joel Salles
Giglio, Joel Salles
Abstract: Resumo: Um questionário foi enviado a todos os médicos que atuam em Unidades de Terapia Intensiva em 16 (dezesseis) hospitais do município de Campinas (SP), numa amostra de conveniência. O instrumento foi composto por 21 questões fechadas, além de 04 questões abertas, procurando identificar as atitudes destes profissionais, em sua prática diária de trabalho, referentes aos seguintes aspectos: critérios de admissão, utilização de técnicas de suporte avançado de vida, decisão sobre cuidados terminais e consentimento informado de pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva, sendo estabelecido um paralelo entre as atitudes consideradas ideais e as atitudes efetivamente adotadas por estes profissionais em sua prática diária, procurando verificar a existência de uma relação de coincidência, ou não, entre elas. Verificou-se que não há uma relação de concordância excelente em nenhum dos cruzamentos realizados entre as variáveis "real" e ideal", sendo boa em sete deles e ruim em outros sete; estas relações foram estudadas pelo coeficiente Kappa. Pesquisaram-se opiniões sobre conceitos bioéticos em sua prática de trabalho e a inserção de discussões a respeito destes temas em seu processo de formação acadêmica, além de sua opinião a respeito da possível atuação de um consultor de ética médica em sua prática de trabalho. Houve unanimidade, em 100 % dos sujeitos pesquisados, a respeito da necessidade da inserção de maiores discussões a respeito de temas relacionados à ética e bioética no processo de formação acadêmica nesta área do conhecimento. Elaboram-se questões sobre o conhecimento destes profissionais a respeito da legislação brasileira referentes às práticas médicas em Terapia Intensiva concluindo-se que 58,5% afirmam conhecer plenamente esta legislação e para 76 % o medo da punição legal é uma preocupação constante. Foram, ainda, coletados dados relativos às atitudes que os médicos que atuam em UTI esperam sejam adotadas para si mesmos, em caso de suas próprias internações numa destas Unidades, sendo que 66 % dizem que somente deveriam ser admitidos se tivessem chances reais de sobrevida e com uma qualidade de vida, posterior à internação, significativa para ele. Foram examinadas as principais dificuldades encontradas por estes profissionais no exercício de seu trabalho (sendo apontada a política nacional de saúde em 80 % dos resultados, seguida pela falta de pessoal de apoio técnico qualificado em 62,5 %), além de seu conceito a respeito de "qualidade de vida", que inclui obrigatoriamente um bom nível de independência financeira para 83,5% dos casos, seguida do nível de autonomia para tomada de decisões para 83 % dos pesquisados. Pesquisaram-se sentimentos e/ou percepções no exercício de sua atividade profissional em UTI sendo apontados com percentuais elevados sentimentos positivos como realização profissional e aprovação social. Questionaram-se, ainda, os graus de satisfação pessoal e profissional verificando-se um índice entre 7 a 8 pontos (numa escala de O a 10) para 66% dos sujeitos no que se refere à satisfação pessoal e o mesmo índice para 62 % na categoria profissional. Finalmente, por meio de questões abertas, foram examinadas as relações percebidas entre suas condições de trabalho e sua dinâmica de vida familiar, pessoal e social, sua motivação para escolha desta área de atuação profissional (UTI), além de seu conceito sobre "Deus" e sua opinião sobre o que ocorre após a morte, tendo-se categorizado e tabulado os dados quantitativamente

Abstract: A questionnaire was sent to Intensive Care Unit's physicians of 16 (sixteen) HospitaIs of Campinas (SP) in a convenience sample. The instrument was compound of 21 (twenty one) c10sed questions, and 04 (four) open questions, to identify this professional' s attitudes in diary work's experience towards the next subjects: ICU admission, life support's technics, end-of life decisions and informed consent of ICU' s patients; confrontation between ideal attitudes and real attitudes in diary work practices was established to get a coincidence' s relation, or not, between two positions. An excelIent coincidence relation wasn't found in neither of the intersections, a good relation was found in seven of them and a bad in seven others of them; this relations was studied by Kappa' s coefficient. Opinions about Bioethics concepts in work' s practice and in medical formal instruction were explored, and their opinion about a medical ethic consultant worker. AlI of them (100 % )agree about inc1uding ethics and bioethics subjects in medical formal education. Questions about Brazilian's laws denote that 58,5 % have fulI information about them and 76 % are afraid about legal punishment. Attitudes towards ICU's physicians expectancy about their own admission in these Units were searched and 66 % say only admission with real survival chances and a significant posterior life quality. Principal difficulties/feelings in work practice point national health politic (80 %), qualified support technique professionals absence (62,5%) and personal meaning of "life quality" includes a good leveI of financial independence (necessary) to 83,5 % and the leveI of autonomy to make decisions to 83 %. The personal and professional satisfaction levels were searched and appear an index between 7 and 8 points (O to 10 scale) to 66 % to personal satisfaction and the same index to 62 % for professional satisfaction. FinalIy, through open questions, were asked about the relations between work' s conditions and family, personal and social life, their work motivation to work in ICU and their God's conception, and their opinion about what happen after death; the data were quantitative distinguished and tabled.
Subject: Bioética
Saúde mental
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Guaraldo_MariaChristinaMendesdosSantos_M.pdf6.52 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.