Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313388
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Aspectos epidemiologicos, clinicos e tratamento broncoscopico da aspiração de corpo estrannho em menores de 14 anos de idade, atendidas em hospitais universitario, no periodo 2000-2005
Title Alternative: Clinical, epidemiological aspects and broncoscopic treatment of foreign body aspiration in under 14 age at a University Hospital from 2000 to 2005
Author: Fraga, Andrea de Melo Alexandre, 1968-
Advisor: Baracat, Emílio Carlos Elias, 1959-
Abstract: Resumo: A aspiração de corpo estranho (ACE), no trato respiratório, é uma situação potencialmente fatal na faixa etária pediátrica. O objetivo do presente estudo é analisar as manifestações clínicas, achados broncoscópicos e identificar fatores determinantes de complicações na evolução de crianças com idade menor que 14 anos que aspiraram corpo estranho (CE). Foi realizado estudo descritivo e retrospectivo de 69 crianças com CE removido via broncoscopia no período de janeiro de 2000 a dezembro de 2005 na Unidade de Emergência Pediátrica do Hospital de Clínicas da UNICAMP. Para comparação de proporções foi utilizado o teste de Qui-quadrado quando necessário e o valor p<0,05 foi considerado como significativo. A faixa etária variou de oito meses a 12 anos e 75,4% dos pacientes tinham idade menor que três anos. Quarenta e três crianças (62,3%) eram do sexo masculino. A principal queixa foi tosse de início súbito (75,4%) e 40,6% dos pacientes foram admitidas no hospital nas primeiras 48 horas de ocorrência do evento. Insuficiência respiratória aguda foi observado em 29 pacientes (42%). A avaliação radiográfica mostrou alteração em 88,1% dos exames e atelectasia foi o achado mais freqüente (38,8%). O CE estava localizado predominantemente na árvore brônquica direita (55%) e era de origem vegetal em 40,6% dos casos, principalmente feijão e amendoim. A tosse foi um sintoma menos freqüente quando o CE estava localizado na traquéia. Na evolução, 26% dos pacientes apresentaram algum tipo de complicação, principalmente pneumonia e atelectasia (15 casos - 21,7%), sendo estas estatisticamente mais freqüentes em crianças com tempo de aspiração maior que 48 horas. Broncoscopia para remoção do CE foi repetida em cinco casos (7,2%) e todos estes evoluíram com complicações. Ventilação mecânica invasiva foi necessária em sete pacientes (10,1%). Não ocorreu óbito nesta casuística. A história clínica com início súbito de tosse, mesmo sem desconforto respiratório, independente de anormalidade no exame radiográfico, devem ser cuidadosamente considerados no diagnóstico de aspiração de CE e a broncoscopia deve ser indicada. A ocorrência de complicações pulmonares mais graves foi significativamente maior em crianças com longo período de aspiração e quando houve impossibilidade de remoção do CE no primeiro procedimento. A alta prevalência de corpos estranhos de origem vegetal alerta para a necessidade de intensificar programas de prevenção, principalmente dirigidos aos cuidadores de crianças menores de três anos

Abstract: Foreign body (FB) aspiration into the respiratory tract is a potential life-threatening situation in pediatrics. The objective of this study was to analyze clinical manifestations, bronchoscopic findings, as well as to identify important factors with consequent complications in children under 14 years of age with FB aspiration. A descriptive and retrospective review of 69 children who had FB removed via bronchoscopy, from January 2000 to December 2005, was conduced at UER-Ped of HC - UNICAMP. For proportion comparison Chi-square Test was used as needed and p < 0,05 was considered significant. The children ages ranged from 8 months to 12 years and 75.4% were under 3 years old. There were 43 males (62.3%). The main complaint was subtle coughing (75.4%), and 40.6% went to the hospital within the first 48 hours of history. Acute respiratory failure was observed in 29 cases (42%). Radiographic evaluation showed abnormality in 88.1% and atelectasis was the most frequent finding (38.8%). The FB was found mainly in the right bronchial tree (55%) being 40.6% of vegetal origin (especially bean and peanut). Cough was a symptom less common when the FB was in trachea. On follow-up, 26% of the patients presented some sort of complication, mainly pneumonia and atelectasis (15 cases; 21.7%), and these were statistically more frequent in children with time of aspiration longer than 48 hours. Bronchoscopy performed to remove FB was repeated in 5 children (7.2%) and all of them had complications. Mechanical ventilation was needed in 7 patients (10.1%). There were no deaths in this series. Clinical history of sudden coughing, even without respiratory distress, regardless of radiological abnormality, should be carefully considered in the diagnosis of FB aspiration and bronchoscopy should be indicated. Occurrences of severe lung complications were significantly higher in children with longer aspiration time and failure to remove the FB in the first procedure. The high prevalence of vegetal origin FB points out the importance of more prevention programs, aimed mainly at children younger than 3 years old
Subject: Corpos estranhos
Sucção
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fraga_AndreadeMeloAlexandre_M.pdf2.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.