Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313347
Type: TESE
Title: Tratamento de hiperplasia gengival com laser de CO2 : conceitos e tecnica conservadora
Author: Bellini, Bruno Siqueira
Advisor: Nicola, Ester Maria Danielli, 1944-
Abstract: Resumo: As hiperplasias gengivais representam cerca da metade das lesões proliferativas que acometem a cavidade bucal. Os profissionais de saúde, em contato com pacientes apresentando estas alterações gengivais, devem investigá-los criteriosamente, até que sejam determinadas as etiologias destas ou de quaisquer desalinhamentos dentários a estes relacionados. A propedêutica clínica revelará a capacidade do indivíduo em lidar com as alterações locais e ou sistêmicas atuantes e fornecerá subsídios para o prognóstico e plano de tratamento. Nessa investigação, a abordagem clínica foi executada por uma equipe multidisciplinar, envolvendo médicos, enfermeiros e odontólogos, numa casuística de 18 pacientes portadores de hiperplasias gengivais, triados nos ambulatórios de odontologia buco-maxilo-facial e otorrinolaringologia do Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A biópsia incisional prévia no tecido gengival hiperplásico foi realizada, como condição pré-operatória. Exames clínico-laboratoriais pré-operatórios foram solicitados de acordo com a necessidade individual específica de cada paciente. Depois de estabelecidos individualmente os diagnósticos e prognósticos da patologia de base, foram elaborados planos de tratamento bucal nos sítios eleitos. Procedimentos cirúrgicos ambulatoriais com laser de CO2 10,6µm foram executados sob anestesia local, com o objetivo de favorecer o restabelecimento e controle das funções fisiológicas normais do sistema estomatognático, fonoarticulatório e respiratório, através de gengivoplastias e orientações quanto à importância da higienização bucal e manutenção da saúde destes sistemas. A potência do laser utilizada nessas aplicações foi determinada de acordo com a necessidade de cada caso, dependendo da natureza, localização e extensão dos aumentos gengivais. O número de aplicações de laser de CO2, necessárias para a finalização do tratamento, também seguiu estes mesmos critérios. As avaliações clínicas, radiográficas e fotográficas foram realizadas antes de cada sessão de aplicação de laser de CO2, estabelecendo, assim, padrões comparativos posteriores. Os pacientes tratados eram usuários de medicamentos anticonvulsivantes, imunossupressores e bloqueadores dos canais de cálcio. Alguns pacientes utilizavam simultaneamente mais de um tipo de medicamento, favorecendo o sinergismo ao aumento gengival, induzido por estes. Alguns apresentavam respiração bucal com aumentos gengivais típicos, localizados ou potencializados pela combinação com estes medicamentos. Após as aplicações de laser de CO2, os pacientes foram instruídos e reavaliados após quatro semanas. Este protocolo foi executado sucessivamente, até que os objetivos propostos fossem alcançados satisfatoriamente. Esse tipo de procedimento cirúrgico conservador, tendo o laser de CO2, como facilitador, proporcionou resultados surpreendentes e satisfatórios. O pós-operatório foi indolor e exangue na grande maioria dos casos, sem a necessidade de sutura ou de qualquer outro tipo de medicação. A potência utilizada nas aplicações variou entre 8 a 12W no modo contínuo e escaneado. A gengivoplastia foi eficaz e os dentes supostamente comprometidos por mobilidade ou heterotopismo foram preservados. O restabelecimento da função mastigatória e fonoarticulatória favoreceu a higienização e manutenção da saúde bucal dos pacientes

Abstract: Hyperplasia of the gingivae makes up about half of the proliferating lesions which occur of the mouth The health professionals in contact with patients that have these gum alterations should examine them meticulously until their etiology or any related dental misalignment is determined. The acceptance of the clinical diagnosis will show the ability of a person to deal with the local alterations and/or organic systems and will help with the prognosis and treatment plan. In this study, the clinical approach involved a team of doctors, nurses and odontologists working with a group of 18 patients manifesting gingival hyperplasia from the odontology and otolaryngology clinics at the Clinic Hospital at the Campinas State University (Unicamp). A biopsy of the gingival hyperplasia tissue of a previous incision was performed as a pre-operative step. Lab exams were requested according to the specific individual needs of each patient. After establishing diagnoses and the basic pathology of the prognosis, plans were elaborated for the treatment of the selected sites. Surgical procedures were performed using CO2 10,6µm laser under local anesthesia with the objective of aiding the reestablishment and control of normal physiological functions of the masticatory function, respiratory system and phoniatrics through gingivoplasties and orientation as to the importance of oral hygiene and in keeping these systems healthy. The power used in the applications were determined according to the necessities of each case, varying from 8 to 12W, depending upon the nature, place and extension of the enlarged gingivae. The number of CO2 laser applications needed for the treatment also followed the same criteria. Clinical evaluations, x-rays and photographs were taken before each application in order to establish posterior comparative standards. The patients were given anticonvulsant, immunosuppressant and calcium channel blocker medication. Some of the patients took more than one kind of medication, which helped the synergism of those drugs on the enlarged gingivae. Again, some patients had oral respiration typical of enlarged gingivae. The patients were reevaluated four weeks after finishing the laser treatment. This was repeated until the objectives were satisfactorily reached. This type of conservative surgical procedure, using a CO2 laser, gave surprisingly satisfactory results. The postoperative period was painless and bloodless in the majority of the cases with no need for sutures or any kind of medication. The gingivoplasties were efficient and the teeth supposedly compromised in mobility or misalignment were saved. The reestablishment of the masticatory functions and the ability to articulate phonemes helped the patients in the cleanliness and maintenance of their oral health
Subject: Respiração bucal
Gengivite
Medicamentos
Aparelhos ortodônticos
Fibromas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2003
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bellini_BrunoSiqueira_M.pdf1.41 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.