Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313340
Type: TESE
Title: Achados não-proliferativos e expressões do marcador Ki-67 e dos receptores de estrogeno em mama contralateral de mulheres tratadas de cancer de mama, em uso tamoxifeno
Author: Sales Junior, Jose Fernando de Souza
Advisor: Santos, Cesar Cabello dos, 1964-
Abstract: Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar a freqüência de achados não-proliferativos, a expressão do marcador Ki-67 e dos receptores de estrógeno avaliados pelo método de imunoistoquímica em mama contralateral de pacientes em tratamento de câncer de mama, usuárias de 20mg/dia de tamoxifeno por um ano ou mais. As mulheres foram recrutadas no Ambulatório de Patologia Mamária do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas e no Ambulatório de Oncologia Ginecológica da Prefeitura de São João da Boa Vista. Para isso, foi realizado um estudo descritivo que avaliou pacientes de abril a junho de 2003. Foram excluídas as pacientes com câncer de mama bilateral, as que estavam em uso de qualquer medicação que tenha ação como hormônio sexual, as pacientes com dificuldade de comunicação que interferisse na coleta de dados, as que haviam parado de usar o tamoxifeno há mais de 24 horas, as que estivessem em uso de medicações anticoagulantes, se o material para análise histológica fosse insuficiente ou se fosse encontrada alguma lesão maligna (nenhuma lesão atípica foi encontrada). Para o cálculo do tamanho amostral foi realizado um estudo-piloto com 13 pacientes. Foram então recrutadas 44 pacientes, submetidas à biópsia em mama contralateral com agulha grossa (dispositivo "biopsy-cut" com agulha gauge 14). A análise dos dados, quando necessária, foi feita pelo teste exato de Fisher com nível de significância estabelecido de 5%. Observamos que globalmente 82% das pacientes apresentaram achados não-proliferativos e 100% das pacientes apresentaram expressão leve do marcador Ki-67. Cerca de 70% das pacientes foram receptor de estrógeno negativo na mama contralateral. O tempo de uso do tamoxifeno não se associou aos achados não-proliferativos, nem à expressão do marcador Ki-67 e do receptor de estrógeno. O índice de massa corpórea não se associou aos achados não-proliferativos, à expressão do marcador Ki-67 e nem do receptor de estrógeno. A presença de achados não-proliferativos não esteve associada ao padrão de densidade mamográfica pelo método de Wolfe. Concluímos que o uso de tamoxifeno por mais de um ano associou-se a uma taxa de cerca de 80% de achados não-proliferativos e a uma baixa taxa de proliferação celular avaliada pelo marcador Ki-67. Com relação ao receptor de estrógeno, apenas 30% das pacientes apresentaram expressão positiva na mama contralateral de pacientes tratadas por câncer de mama

Abstract: The issue of this study was evaluate the frequency of no-proliferate findings, the immunoreactions of the monoclonal Ki-67 antibody and estrogen receptor in contra lateral breast of patients treated of breast cancer and in use of 20mg tamoxifen daily for one year or more They were selected in Breast Pathology Unit in State University of Campinas and in Gynecology-Oncology Unit of Prefeitura Municipal de São João da Boa Vista. A descriptive study had been done, evaluating patients from April to June 2003. Patients with bilateral cancer, in use of any sexual hormones at least one year, difficult of communication to collect information, if tamoxifen had been interrupted up to 24 hours, in use of any anticoagulant agents, if the tissue hadn't been proper to histological evaluation and if we had found any malignant lesion, in any of this cases, the patients were excluded. A pilot trial with 13 patients was carried out. Biopsy-cut with gauge 14 needle has done in contra lateral breast of 44 patients. Some data were analyzed with the help of Fisher's exact test, and others variables were merely descriptive. The significance level was defined at 5%. We observed that around 82% of the patients have had no-proliferate findings and 100% of the patients have had mild immunoreaction of monoclonal Ki-67 antibody. Around 70% of the patients have had a negative expression of estrogen receptor. The length of time of use of tamoxifen did not associate to no-proliferate findings, immunoreactions of monoclonal Ki-67 antibody or estrogen receptor. The body mass index (BMI) didn't associate to no-proliferate findings, immunoreactions of monoclonal Ki-67 antibody or estrogen receptor. The no-proliferate findings did not associate to Wolfe's parenchyma pattern in mammograms. We have concluded that the use of tamoxifen at least 1 year has shown around of 80% no-proliferate findings in opposite breast of breast cancer patients. In concern of expression of estrogen receptor, just 30% of patients have had positive expression
Subject: Proliferação celular
Biopsia por agulhas
Mamas - Câncer
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2003
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
SalesJunior_JoseFernandodeSouza_M.pdf242.1 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.