Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313311
Type: TESE
Title: Determinação do padrão de expressão de receptores de d-manose em espermatozoides de homens ferteis
Author: Silveira, Carolina Fernanda
Advisor: Neves, Paulo Augusto
Abstract: Resumo: Estudos prévios demonstraram que, em mamíferos, a interação entre os gametas, que antecede a fertilização propriamente dita, é mediada por uma glicoproteína, a D-manose. Os óvulos são ricos em D-manose e os espermatozóides apresentam, em sua superfície, receptores para D-manose, que, durante a interação, reconhecem os óvulos através de um mecanismo tipo chave-fechadura. Os espermatozóides, uma vez capacitados durante sua ascensão pelo trato genital feminino, interagem com os óvulos, sofrem a reação acrossômica e, a seguir, penetram a zona pelúcida. Inúmeros trabalhos procuraram estudar esta interação através de um teste de D-manose, porém não foram conclusivos quanto à metodologia nem quanto aos padrões de expressão dos receptores nos espermatozóides. O presente trabalho teve por objetivo padronizar o teste de D-manose no Laboratório de Reprodução Humana da Universidade Estadual de Campinas e avaliar o padrão de expressão de receptores de D-manose em espermatozóides de homens sabidamente férteis. No período de maio de 2001 a dezembro de 2002, 30 pacientes do programa de vasectomias da Universidade Estadual de Campinas foram selecionados e forneceram uma amostra de sêmen após período de abstinência sexual de três dias, após assinarem consentimento informado. Todas as amostras enquadraram-se dentro dos critérios de normalidade propostos pela Organização Mundial da Saúde. As amostras foram processadas de acordo com a técnica de swim-up e incubadas por um período de 20 horas para induzir a reação acrossômica. Foram colhidas alíquotas da amostra inicial, após processamento seminal por uma hora, e após incubação por 20 horas. As alíquotas seminais foram submetidas ao teste de D-manose, utilizando o corante Man-FITC-BSA, concomitantemente ao teste da reação acrossômica, utilizando o corante RITC - PSA. Para fins de análise, 3.000 espermatozóides foram analisados em cada momento, e os resultados das alíquotas foram comparados entre si. Os principais padrões de expressão dos receptores de D-manose em espermatozóides não reagidos acrossomicamente foram determinados. Os resultados revelaram que houve aumento significativo da proporção de espermatozóides reagidos acrossomicamente ao se comparar as alíquotas inicial e 20 horas e de uma e 20 horas, demonstrando que a incubação por 20 horas foi eficiente em provocar a reação acrossômica. Observou-se expressão de receptores de Dmanose em 18% dos espermatozóides na amostra inicial, em 21,5% na amostra incubada por uma hora e em 28% dos espermatozóides incubados por 20 horas. Ao se analisar especificamente os espermatozóides que expressaram receptores para D-manose, porém que se mantiveram com o acrossoma intacto, não houve diferença estatística entre os três momentos (zero hora, 1 hora e 20 horas): medianas de 4,0%, 5,5% e 5,0%, respectivamente. Os principais padrões de expressão dos receptores de D-manose em espermatozóides não reagidos acrossomicamente em homens férteis foram: padrão 1: marcação apenas da peça intermediária (25,1%), padrão 2: marcação do contorno da cabeça (12,2%), padrão 3: todo o corpo marcado (12,2%), padrão 4: somente região equatorial (7,6%) e padrão 5: cabeça toda marcada (6,3%) e outros padrões (36,6%). Uma vez estabelecido o comportamento dos receptores de D-manose em homens férteis, estudos comparativos com homens inférteis poderão ser propostos na tentativa de se estabelecer novos mecanismos fisiopatológicos da infertilidade masculina

Abstract: Several studies showed that, in mammals, gamete interaction is mediated by a glycoprotein, D-manose. The surface of the eggs is rich in D-manose, and the spermatozoa show, in their surface, receptors that interact with the female gamete in a key-lock manner. The sperm is capacitated during his ascension in the female tract, interacts with the egg, suffers acrosomal reaction and penetrates the zona pelucidae. Previous studies fail to establish the methodology of the Dmanose test, nor could determine usual patterns of expression of the receptors. The objectives of the present work are to standardize the D-manose test in normal fertile men and to determine the usual patterns of expression of the receptors at the Laboratory of Human Reproduction of the University of Campinas Medical School ¿ Brasil. The period at May-2001 to December-2002, thirty normal patients who presented for vasectomy provided a semen sample after 3 days of sexual abstinence. All samples were considered normal according to the criteria of World Health Organization (2001). All samples were submitted to swim-up procedure and further incubation for 20 hours, in order to induce acrosomal reaction. One aliquot of initial sample, after swim-up (1 hour incubation) and after 20 hours of incubation of all samples were collected and submitted concomitantly to D-manose test, using Man-FITC-BSA dye and to acrosomal reaction test, using RITC - PSA as dye. Three thousand sperms were analysed under epifluorescence microscope in every moment, and it was determined the main patterns of expression of D-manose receptors in spermatozoa without acrosomal reaction. The results showed that there was a significant increase of acrosomal reaction in sperm incubated for 20 hours, denoting that this period of incubation is adequate to induce acrosomal reaction. 18% of sperm expressed Dmanose receptors in initial samples, in 21,5% of sperm incubated for 1 hour and in 28% of sperm incubated for 20 hours. There was no significant statistical difference of the median percentage of expression of D-manose receptors in sperm without acrosomal reaction in the three moments (0, 1 and 20 hour incubation): 4.0, 5.5 and 5.0%, respectively. The most common patterns of expression of D-manose receptors in spermatozoa that not suffered acrosomal reaction were: pattern 1 ¿ intermediate piece (25.1%), pattern 2 ¿ around the head (12.2%), pattern 3 ¿ all body of sperm (12.2%), pattern 4 ¿ only equatorial region (7.6%), and pattern 5 ¿ all head (6.3%), other patterns (36.6%). Once established the usual patterns of expression of D-manose receptors of normal fertile donors, comparative studies can be proposed in order to evaluate infertile men and to disclose new physiopathological mechanisms of male infertility
Subject: Fluorescência
Semen
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2003
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silveira_CarolinaFernanda_M.pdf784.39 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.