Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313302
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Vivencias de homens e mulheres apos o fracasso da fertilização in vitro
Author: Filetto, Juliana Nicolau
Advisor: Makuch, Maria Yolanda
Abstract: Resumo: Objetivo: avaliar as mudanças na vida de homens e mulheres que se submeteram à técnica de fertilização in vitro (FIV), no Ambulatório de Reprodução Humana do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas, entre os anos de 1995 a 2000, não obtendo sucesso e que tinham mais de quatro anos de vivência do fracasso. Sujeitos e métodos: Foi um estudo descritivo do qual participaram casais que realizaram um ou mais ciclos de FIV não obtendo sucesso. Dos 174 casais identificados foi possível localizar 92. Posteriormente foram realizadas entrevistas telefônicas para que pudesse ser feita uma atualização quanto à continuidade ou não do tratamento em outros serviços, dados sociodemográficos do último ciclo de FIV no momento da entrevista, sucesso e fracasso nessas tentativas, gravidez espontânea, se pensaram na possibilidade de adoção ou se adotaram uma criança. Os dados das entrevistas foram digitados duplamente utilizando-se o programa EPI-INFO (2002) e posteriormente foram convertidos para o programa Statistical Package for the Social Sciences 6.0 (SPSS for Windows, 1993). Utilizou-se também a análise multivariada de correspondência para identificar as inter-relações entre as variáveis. Resultados: dois grupos de casais foram identificados, os que fizeram e os que não fizeram outro tratamento após o fracasso da FIV. No primeiro grupo, as mulheres apresentaram uma forte associação a terem problemas de relacionamento do casal e por terem adotado; entretanto o mesmo não foi observado nos homens, pois não apresentaram nenhuma variável que tivesse uma forte associação com outras variáveis. No segundo grupo, tanto homens quanto mulheres apresentaram uma forte associação entre as variáveis fator econômico, falta de apoio, reconhecimento da impossibilidade de conceber uma criança e desistência do parceiro. As mulheres, especificamente, apresentaram uma associação a terem pensado na possibilidade da adoção, sendo menos influente apresentarem problemas psicológicos e perda de esperança. Já os homens apresentaram associações mais fortes com problemas psicológicos e sendo menos referida a questão de terem adotado uma criança. Pôde ser observado que as atividades profissionais de homens e mulheres na época da FIV, quando comparadas aos dias de hoje, permaneceram as mesmas. Conclusão: homens e mulheres do grupo dos que fizeram outra tentativa de FIV foram mais afetados quando comparados aos do grupo dos que não fizeram outro tratamento após o fracasso da FIV, há mais de quatro anos

Abstract: Objective: to evaluate changes in life of the men and women who had unsuccessfully undergone In Vitro Fertilization (IVF) in the Human Reproductive Unit of UNICAMP, between 1995 and 2000, and had at least four years after failure. Study design: A descriptive study was carried out in which couples who had undergone one or more IVF cycles without obtaining success. Of the 174 identified couples it was possible to interview 92. Telephonic interviews were carried out in order to make an update regarding the continuity or not of other treatments, socio-demographic data during the last IVF cycle and at the moment of the interview, success or failures in these attempts, spontaneous pregnancy, and if adoption was considered a possibility or the adoption of a child. The interview data was double typed using the EPI-INFO (2002) program and the Statistical Package for the Social Sciences 6.0 program (SPSS for Windows, 1993) was used. A multivariate correspondence analysis was used to identify the inter-relations between the variables. Results: Two groups were identified: couples that continued treatment after failure in our clinic and those who did not. Among the women of the first group a strong association with problems in Pouple¿s relationship and with having adopted was observed, however, these findings were not observed for the men. In the group that did not continue, men and women presented a strong association with economic factor, lack of support, recognized the impossibility of having a child, and the partner giving up. In the women of this group, a positive association with thinking in adoption was found and psychological problems and lost of hope were less important. For the men a stronger association with psychological problems and less relevant one with having adopted was observed. Professional activity of men and women during the last IVF treatment, when compared to the moment of the interview remained the same. Conclusion: men and women who had not undergone further treatment were more affected than those who had undergone further treatment after IVF failure more than four years
Subject: Infertilidade
Reprodução humana
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Filetto_JulianaNicolau_M.pdf338.55 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.