Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313213
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.CRUESPUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINASpt_BR
dc.identifier(Broch.)pt_BR
dc.descriptionOrientadores: Cecilia Maria Roteli Martins, Guilherme Loureiro Werneckpt_BR
dc.descriptionTese (Doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicaspt_BR
dc.format.extent151fls.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.languagePortuguêspt_BR
dc.typeTESEpt_BR
dc.titleEpidemiologia da infecção genital por HPV e anormalidades na citologia cervical em mulheres jovens brasileiraspt_BR
dc.contributor.authorSouza, Eduardo Pernambuco dept_BR
dc.contributor.advisorWerneck, Guilherme Loureiropt_BR
dc.contributor.coadvisorMartins, Cecilia Maria Rotelipt_BR
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicaspt_BR
dc.subjectReação em cadeia da polimerasept_BR
dc.subjectColo uterino - Câncerpt_BR
dc.subjectCitologia esfoliativapt_BR
dc.subjectVacinas viraispt_BR
dc.subjectComportamento sexualpt_BR
dc.description.abstractResumo: Objetivos: Determinar as prevalências da infecção genital por papilomavírus humano (HPV) e de anormalidades citológicas cervicais em mulheres jovens de cinco cidades brasileiras e investigar a associação entre fatores sociodemográficos, comportamentais e reprodutivos e a detecção do DNA do HPV. Sujeitos e métodos: Entre agosto e dezembro de 2000, 1.489 mulheres saudáveis, de 15 a 25 anos de idade, atendidas em unidades públicas de saúde de cinco cidades brasileiras participaram deste estudo do tipo transversal. Amostras cervicais foram coletadas para a realização da colpocitologia em meio líquido e para a detecção do DNA do HPV através da reação em cadeia da polimerase (PCR) mediada pelos iniciadores SPF10. A genotipagem do HPV foi realizada pelo line probe assay (LIPA) ou, em amostras negativas pelo LIPA, pelo seqüenciamento dos produtos da PCR. Todas as mulheres completaram um questionário de saúde. Utilizou-se a análise por regressão logística para a investigação dos fatores associados às infecções por tipos de alto ou baixo risco do HPV. Resultados: Entre as 1.318 mulheres sexualmente ativas, as prevalências das infecções por HPV (qualquer tipo), por HPV de alto risco e por HPV de baixo risco foram de 38,5%, 27,9% e 12,9%, respectivamente. A freqüência destas infecções foi bastante similar entre as mulheres recrutadas em cada uma das cinco cidades estudadas. O HPV 16 foi o tipo de alto risco mais freqüente, seguido dos tipos 52, 31, 51, 68 e 18. Citologia anormal foi observada em 17,8% das mulheres (ASCUS=10,7%; LSIL=6,0%; HSIL=0,8%). O DNA de tipos de alto risco do HPV foi detectado em 53,5% das mulheres com ASCUS, em 81,3% das mulheres com LSIL e em 72,7% das mulheres com HSIL. Número de parceiros sexuais durante a vida e situação conjugal (ser solteira, divorciada ou viúva) foram fatores associados à detecção tanto dos tipos de alto risco como dos tipos de baixo risco do HPV. O uso regular de anticoncepcionais orais teve uma associação negativa com a infecção por tipos de alto risco do HPV, enquanto o número de parceiros sexuais no último ano foi um fator determinante exclusivamente da infecção por tipos de baixo risco. Entre as 171 mulheres que não haviam iniciado a atividade sexual, a prevalência da infecção por HPV foi de 6,4%. Conclusões: Neste grupo de mulheres brasileiras, jovens e sexualmente ativas, a infecção por HPV e as anormalidades citológicas cervicais foram freqüentes e nenhuma diferença significativa foi observada entre as mulheres recrutadas em cada uma das cinco cidades. A infecção por HPV estava associada com fatores relacionados ao comportamento sexual da mulher e, principalmente, com a sua situação conjugal e número de parceiros sexuaispt
dc.description.abstractAbstract: Objective: To determine the prevalences of genital infection with HPV and abnormal cervical cytology in young women from five Brazilian cities and to investigate the association between detection of HPV DNA and socio-demographic, behavioral and reproductive factors. Subjects and methods: Between August and December 2000, 1,489 healthy women, ages 15 to 25 years, attending public health centers in five Brazilian cities participated in this cross-sectional study. Cervical samples were collected for liquid-based cytology and for HPV DNA detection by a SPF10 rimermediated polymerase chain reaction (PCR). HPV genotyping was performed with a line probe assay (LIPA) or by sequence analysis of PCR products in LIPA negative samples. All women completed a health questionnaire. Logistic regression analysis was conducted to investigate factors associated with low-risk and highrisk HPV infections. Results: Among 1,318 sexually active women the prevalence of HPV infection with any type, high-risk types and low-risk types were 38,5%, 27,9% and 12,9%, respectively. The frequency of those infections was very similar among women enrolled in each of the five cities. HPV 16 was the most frequent high-risk type detected followed by types 52, 31, 51, 68 and 18. Abnormal Summary xxii cytology was observed in 17,8% of the women (ASCUS=10,7%; LSIL=6,0%; HSIL=0,8%). HPV DNA was detected in 53,5% of the women with ASCUS, in 81,3% of those with LSIL and in 72,7% of those with HSIL. Lifetime number of sexual partners and marital status (being single, divorced or widow) were factors associated with both high-risk and low-risk HPV infections. The regular use of oral contraceptives was negatively associated with the detection of high-risk types while number of sexual partners during the last year was a determinant factor of infection with low-risk HPV types, only. Among 171 women who were not sexually active, the overall HPV prevalence was 6,4%. Conclusions: in this group of young and sexually active Brazilian women, HPV infection and abnormal cervical cytology were frequent and no significant difference was observed among women enrolled in each of the five cities. HPV infection was associated with factors related to the woman's sexual behavior and mainly with her marital status and number of sexual partnersen
dc.publisher[s.n.]pt_BR
dc.date.issued2004pt_BR
dc.identifier.citationSOUZA, Eduardo Pernambuco de. Epidemiologia da infecção genital por HPV e anormalidades na citologia cervical em mulheres jovens brasileiras. 2004. 151fls. Tese (Doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000341286>. Acesso em: 28 mar. 2017.pt_BR
dc.description.degreelevelDoutoradopt_BR
dc.description.degreedisciplineCiencias Biomedicaspt_BR
dc.description.degreenameDoutor em Tocoginecologiapt_BR
dc.date.defense2004-05-11T00:00:00Zpt_BR
dc.date.available2017-03-28T11:04:44Z
dc.date.available2017-07-20T12:28:22Z-
dc.date.accessioned2017-03-28T11:04:44Z
dc.date.accessioned2017-07-20T12:28:22Z-
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-03-28T11:04:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Souza, Eduardo Pernambuco .pdf: 331602 bytes, checksum: 3072dd8963dd0c40266dfc9a9fe6b12d (MD5) Previous issue date: 2004en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-07-20T12:28:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Souza_EduardoPernambucode_D.pdf: 331602 bytes, checksum: 3072dd8963dd0c40266dfc9a9fe6b12d (MD5) Previous issue date: 2004en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313213
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_EduardoPernambucode_D.pdf323.83 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.