Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313083
Type: TESE DIGITAL
Title: Territórios das trabalhadoras e dos trabalhadores da atencão básica em saúde
Title Alternative: Terrotory of workers at primary health care
Author: Reque, Felipe Augusto, 1982-
Advisor: Santiago, Silvia Maria, 1958-
Abstract: Resumo: O presente trabalho é parte de uma pesquisa "A Atenção Primária à Saúde (APS) como estratégia para (re) configuração das Políticas Nacionais de Saúde: a perspectiva de seus profissionais e usuários". Trata-se de uma pesquisa qualitativa realizada em um Centro de Saúde da cidade de Campinas durante os anos de 2014 e 2015. O período de campo e registro do material coletado teve duração aproximada de um ano. A cartografia, proposta inicialmente por Gilles Deleuze e Felix Guatarri, serviu como o referencial metodológico proposto, assim como para compor os analisadores, que permitiram a leitura do material de campo. Foram eles: Território, Reterritorialização e Desterritorialização. Os resultados dessa pesquisa demonstram que a cartografia traz conceitos e dinâmicas muito interessantes como método de pesquisa; o conceito de território, trazido pelo referencial proposto, possibilita novas formas de ver e pensar o trabalho no SUS e suas dinâmicas; Os territórios existenciais atravessam constantemente o serviço de saúde, interagindo com as relações pessoais e profissionais; estratégias que possibilitam a desterritorialização estão presentes nos serviços, colaborando com novas formas de relação e expansão territorial de cada um; o processo de trabalho e as forças envolvidas muitas vezes reduzem a potencialidade dos territórios existenciais de cada trabalhador ou trabalhadora e sua capacidade de promover uma expansão territorial

Abstract: This work is part of a search for "The Primary Health Care (PHC) as a strategy to (re) configuration of the national health policies: the perspective of its professionals and users." It is a qualitative research conducted in a health center in Campinas during the years 2014 and 2015. The field period and record the collected material lasted approximately one year. Cartography, first proposed by Gilles Deleuze and Felix Guattari, served as the proposed methodological framework, as well as to compose the analyzers, which allowed the reading of field material. They were: Territory, Reterritorialization and Deterritorialization. The results of this research show that the mapping brings very interesting concepts and dynamics as a research method; the concept of territory, brought by the proposed framework, enables new ways of seeing and thinking work in the NHS and its dynamics; The existential territories constantly cross the health service, interacting with personal and professional relationships; strategies that enable dispossession are present in services, collaborating with new relationships and territorial expansion of each; the work process and the forces involved often reduce the potential of existential territories of each employee or worker and their ability to promote territorial expansion
Subject: Atenção primária à saúde
Saúde pública
Territórios
Cartografia
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Reque_FelipeAugusto_M.pdf514.72 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.