Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313075
Type: TESE
Title: Prevalência do presenteísmo em trabalhadores de uma indústria do setor alimentício
Title Alternative: Prevalence of workers presenteeism in a nutritious industry
Author: Silva, Beatriz Machado de Campos Corrêa, 1982-
Advisor: Lucca, Sérgio Roberto de, 1957-
Abstract: Resumo: Comparecer ao trabalho doente é um comportamento frequentemente adotado pelos trabalhadores. Esse comportamento, denominado de presenteísmo, é um problema emergente que devido as suas repercussões sociais e econômicas tem despertado a atenção de pesquisadores em diversas áreas e preocupação de gestores por ser difícil de ser percebido. Objetivo: Determinar a prevalência de presenteísmo entre os trabalhadores em uma indústria do setor alimentício. Método: Estudo epidemiológico, de corte transversal, com população de 1.224 trabalhadores, utilizando o Stanford Presenteeism Scale ¿ SPS-6 como método de investigação do presenteísmo. Resultados e Discussão: a avaliação do presenteísmo por meio do SPS-6 revelou que 50,9% dos trabalhadores são presenteístas. Foi possível observar que a prevalência do presenteísmo tende a ser a mais elevada nas seguintes condições de saúde: diabetes (83,3%), doença de pele (62,5%), doenças respiratórias (59,1%), doença renal (53,7). As informações obtidas revelaram que entre os trabalhadores presenteístas a prevalência dos sintomas neuropsíquicos (51,5%) é mais elevada, seguido pelos sintomas gastrointestinais (49,3%), sintomas cardiovasculares (46,2%) e sintomas osteomusculares (45,3%). Também foi possível observar maior frequência de presenteísmo entre trabalhadores que não praticam atividade física e com sobrepeso e obesos (52%). Conclusão: Os resultados encontrados por meio do SPS-6 evidenciam elevada prevalência de presenteísmo entre os trabalhadores da indústria pesquisada. Entre os presenteístas observou-se associação significativa entre obesidade e sedentarismo afetando o desempenho no trabalho. A introdução de programas de educação em saúde, relacionado com alimentação adequada e prática de exercícios poderá contribuir para a redução do presenteísmo nesta empresa

Abstract: to work ill has been a common behavior for workers. This behavior named presenteeism is a rising problem which by its economical and social repercussions has awaked the researches attention in diverse areas and the managers worry. Objective: to determine the presenteeism prevalence at a food industry. Method: Epidemiological, cross-cut study with 1224 workers applying the Stanford Presenteeism Scale - SPS-6 as research method of presenteeism. Results and discussion: the presenteeism evaluation by SPS-6 showed that 50,9% of workers are presenteeist. It has been possible to observe that the presenteeism prevalence is higher on the following health conditions; skins problems 59,6% renal disease 55,6% psychiatric conditions 53,1% headache and heart disease 51,6%. The obtained information showed among the presenteeist workers the prevalence of neuropsychiatric symptoms 51,5% is higher, followed by the gastrointestinal problems 49,3% cardiovascular symptoms 46,2% and osteomuscular symptoms 45,3%. Also was possible to observe more frequency of presenteeism among workers with overweight and obese 52%. Conclusion: The results found by SPS-6 showed high prevalence of presenteeism by disease among works of the researched industry. Among the presenteeísts there was a significant association between obesity and sedentary lifestyle affect job performance. The introduction of health education programs related to proper nutrition and physical exercises can help to reduce presenteeism this company
Subject: Saúde do trabalhador
Nível de saúde
Presenteísmo
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_BeatrizMachadodeCamposCorrea_M.pdf1.28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.