Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313071
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Sequestros de bancários e seus impactos psicossociais na saúde do trabalhador
Title Alternative: Kidnapping of bank employees and psyshocial impacts in the worker's health
Author: Medeiros, Graziella Ferrari de, 1976-
Advisor: Lucca, Sérgio Roberto de, 1957-
Abstract: Resumo: Esse estudo busca compreender um tipo de violência específica que atinge um número cada vez maior de bancários, que é o sequestro de funcionários e seus familiares para retirar o dinheiro diretamente dos cofres dos Bancos Financeiros. O trabalhador vitima do sequestro apresenta transtornos mentais graves após a ocorrência desse tipo de violência comprometendo seu desempenho profissional e psicossocial. Cabe ressaltar que o cenário atual do setor bancário apresenta uma organização precária devido ao intenso processo de reestruturação do trabalho, intensificado a partir dos anos 90, com objetivo de adaptação ao mercado financeiro altamente competitivo, impactando diretamente na saúde ocupacional dessa população. Os principais Transtornos Mentais e Comportamentais verificados nos afastamentos de bancários segundo as estatísticas da Previdência Social são: depressão, transtorno de adaptação e transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). O desenvolvimento dessa pesquisa se deu a partir de entrevistas em profundidade com quatro bancários vítimas de sequestro e foram compreendidas a partir do referencial metodológico da análise de conteúdo. Os resultados obtidos demonstram o impacto psicossocial negativo do sequestro na vida das vitimas agravadas pelo inadequado manejo destas ocorrências contribuindo para as manifestações de transtornos psíquicos após o evento traumático. Com esse estudo, espera-se contribuir para o desenvolvimento de intervenções nas práticas organizacionais, na preservação da segurança e saúde dos trabalhadores bancários. A gravidade desse tipo de violência ao trabalhador deve também receber maior atenção da Saúde e Segurança Pública

Abstract: This study looks for a specific type of violence affecting an increasing number of employees of banks, which is the kidnapping of employees and their families to withdraw money directly from the vaults of the banks. The victim of the kidnapping, if the bank employee, has severe mental disorders after the occurrence of such violence, jeopardizing their professional and psychosocial performance. It is noteworthy that scenario it's banking sector is precarious in Brazil, due to the intense process of restructuring work, intensified since the 90s , in order to adapt to the highly competitive financial market, impacting directly on the occupational health of this population . Major mental and behavioral disorders seen in this type of occupation, leading to absenteeism, are according to statistics of Brazilian Social Welfare: depression, adjustment disorder and disorder post-traumatic stress disorder (PTSD). The development of this research takes place from interviews with four bank officials who were kidnapped. These interviews are then understood from the methodological framework of content analysis, and the results obtained may contribute to the triggering of interventions on organizational practices in preserving the health and safety of bank employees. The severity of this type of violence to workers should also receive greater attention from the Health and Public Safety in Brazil
Subject: Saúde do trabalhador
Sequestro
Bancários
Transtornos de estresse pós-traumáticos
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Medeiros_GraziellaFerraride_M.pdf2.29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.