Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313054
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Avaliação da massa ossea em usuarias do sistema intra-uterino liberador de levonorgestrel (SIU-LNG)
Author: Espejo Arce, Ximena
Advisor: Bahamondes, Luis Guillermo, 1946-
Abstract: Resumo: Apesar dos contraceptivos hormonais serem largamente utilizados, a literatura ainda é controversa em relação aos efeitos dos mesmos sobre a densidade mineral óssea (DMO). O sistema intra-uterino liberador de levonorgestrel (SIU-LNG, Mirena®) é utilizado em mais de 100 países, entretanto não existem estudos sobre sua ação na massa óssea das usuárias. O objetivo deste estudo foi comparar a DMO de usuárias do SIU-LNG com a de usuárias de um método contraceptivo não hormonal, dispositivo intra-uterino (DIU TCu380A), além de avaliar os valores de estradiol (E2) nas usuárias de SIU-LNG. Materiais e Métodos: estudo de corte transversal, com 53 usuárias de SIU-LNG e 53 usuárias de DIU pareadas pela idade (±1 ano) e índice de massa corporal (IMC, kg/m2) (±1). A DMO foi realizada no antebraço não dominante na ulna e na porção ultradistal do rádio, mediante a técnica de absorciometria dupla (DXA). Nas usuárias de SIU-LNG foi realizada dosagem de estradiol sérico pela técnica de RIA Resultados: a média de idade foi de 34 anos e a de IMC foi pouco maior que 25 kg/m2 em ambos os grupos. A média de E2 nas usuárias de SIU-LNG foi de 98,2 ± 12,7pg/ml. Não houve diferença significativa na DMO entre usuárias de SIU-LNG e usuárias de métodos contraceptivos não hormonais. A DMO média nas usuárias de SIU-LNG foi de 0,471 ± 0,058 (ulna) e 0,467 ± 0,050 (porção ultradistal do rádio) e de 0,409 ± 0,009 (ulna) e 0,411 ± 0,009 (porção ultradistal do rádio) nas usuárias de DIU (média ± DP). Conclusões: Mulheres usuárias de SIU-LNG por sete anos, com idade entre 25 e 51 anos, apresentaram DMO similar à do grupo-controle

Abstract: BACKGROUND: There are concerns about the effect of hormonal contraceptives on bone mineral density (BMD) but there is currently no information available on the effect of the levonorgestrel-releasing intrauterine system (LNG-IUS, Mirenaâ) on BMD. The objective of this study was to compare the BMD of Mirenaâ users with that of controls using the TCu380A intrauterine device (IUD). MATERIALS AND METHODS: A cross-sectional study paired 53 women, aged 25 to 51, who had been using the LNG-IUS for 7 years, with 53 IUD users, according to age (± 1 year) and body mass index (BMI; kg/m2) (± 1). BMD was evaluated at the midshaft of the ulna and the distal radius of the nondominant forearm using double X-ray absorptiometry. RESULTS: Mean age of women was 34 years. BMI was slightly over 25 in both groups. Estradiol was 98.2 ± 12.7 pg/ml (mean ± SD). Mean BMD was 0.471 ± 0.058 and 0.467 ± 0.050 and 0.409 ± 0.009 and 0.411 ± 0.009 at the midshaft of the ulna and distal radius in Mirena and IUD users, respectively (mean ± SD), without significant differences. CONCLUSIONS: Women aged 25 to 51, using the LNG-IUS for seven years, had a mean BMD similar to that of the control group of TCu380A IUD users
Subject: Contraceptivos
Anticoncepcionais
Densitometria
Anticoncepção
Dispositivos intra-uterinos
Dispositivos intra-uterinos
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2005
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
EspejoArce_Ximena_D.pdf221.13 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.