Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313027
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Inovação no diagnóstico da hanseníase = potencial método não invasivo associado à espectrometria de massas de alta resolução = Innovation in leprosy diagnosis: potential non-invasive method associated to high resolution mass spectrometry
Title Alternative: Innovation in leprosy diagnosis : potential non-invasive method associated to high resolution mass spectrometry
Author: Lima, Estela de Oliveira, 1981-
Advisor: Catharino, Rodrigo Ramos, 1977-
Abstract: Resumo: A Hanseníase é uma doença infecciosa e crônica causada pelo Mycobacterium leprae. Este patógeno infecta principalmente macrófagos e células de Schwann e apresenta alta distribuição pela pele e nervos periféricos. Clinicamente, a forma mais comum de identificação da doença é a presença de espessamento de nervos e lesões hipocrômicas com perda de sensibilidade, entretanto, 30% dos pacientes infectados podem não apresentar manifestação clínica típica. Atualmente, o teste considerado padrão ouro no diagnóstico da Hanseníase é a baciloscopia, diretamente dependente de biópsia de pele, um método invasivo e com baixa sensibilidade para as formas mais brandas da doença. O desenvolvimento de um método rápido, sensível e não invasivo seria de grande importância para o diagnóstico assertivo da hanseníase. Portanto, o objetivo deste trabalho foi identificar marcadores lipídicos em pacientes com Hanseníase diretamente a partir de "imprint" de pele, usando a espectrometria de massas como estratégia analítica. Para a coleta do "imprint" de pele, uma placa de sílica foi levemente pressionada contra a pele dos pacientes ou dos indivíduos saudáveis (grupo controle). Os lipídeos adsorvidos pela placa de sílica foram extraídos e submetidos à ionização por eletroctrospray e infusão direta em espectrômetro de massas de alta resolução (ESI-HRMS). Todas as amostras foram diferenciadas por análise estatística multivariada baseada na plataforma de lipidômica, o que ajudou a eleger marcadores de diferentes classes de lipídeos. As análises identificaram leucotrieno E4, glicosilceramida, fosfatidilserina, phthiocerol e ácido ?-smegma micólico como marcadores do grupo com hanseníase, diferentemente do grupo de indivíduos saudáveis, cujos marcadores identificados pertencem às classes de fosfolipídeos e gangliosídeos, próprios da constituição natural da pele. Os resultados encontrados indicam que o "imprint" de pele em placa de sílica, associado à ESI-HRMS, é promissor como método rápido e sensível para o diagnóstico da Hanseníase. Assim sendo, o método desenvolvido apresenta grande potencial para auxiliar na redução da cadeia de transmissão da Hanseníase, uma vez que quanto mais precoce for o diagnóstico, mais cedo se inicia o tratamento

Abstract: Leprosy is a chronic infectious disease caused by Mycobacterium leprae, which primarily infects macrophages and Schwann cells, presenting higher distribution on skin and peripheral nerves. Clinically, the most common form of identification is through the observation of anesthetic lesions; however, up to 30% of infected patients may not present this clinical manifestation. Currently, the gold standard diagnostic test for leprosy is based on skin lesion biopsy, which is invasive and presents low sensibility for suspect cases. Therefore, the development of a fast, sensible and noninvasive method that identifies infected patients would prove helpful for assertive diagnosis. The aim of this work was to identify lipid markers in leprosy patients directly from skin imprints, using a mass spectrometric analytical strategy. For skin imprint samples, a 1 cm2 silica plate was gently pressed against patients¿ or healthy volunteers¿ skin. Imprinted silica lipids were extracted and submitted to direct-infusion electrospray ionization high-resolution mass spectrometry (ESI-HRMS). All samples were differentiated using a lipidomics-based data workup employing multivariate data analysis, which helped electing markers from distinct lipid classes. Results indicated that phospholipds, sphingolipids and mycolic acids, which were absent in healthy control subjects, clearly presented different intensities when compared to patients¿ samples. Results indicate that silica plate skin imprinting associated with ESI-HRMS is a promising fast and sensible leprosy diagnostic method, even for patients without clinical skin manifestations. With an early leprosy diagnosis, an early and effective treatment can be feasible and thus the chain of leprosy transmission can be abbreviated
Subject: Hanseniase
Diagnóstico
Espectrometria de massa com ionização por eletrospray
Sílica
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lima_EsteladeOliveira_D.pdf1.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.