Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312999
Type: TESE
Title: Estudo da fotoestabilidade de filtros solares comerciais quando expostos a radiação ultra-violeta artificial e lâmpadas fluorescentes comerciais
Title Alternative: Phostostability assessment of commercial sunscreens upon artificial ultraviolet and fluorescent lamp exposures
Author: Romanhole, Rodrigo Collina, 1979-
Advisor: Mazzola, Priscila Gava, 1979-
Abstract: Resumo: Filtros solares são moléculas com capacidade de absorver e/ou refletir a radiação UVA e UVB, evitando assim que esta radiação alcance a epiderme ou até mesmo a derme, porém alguns filtros podem apresentar instabilidade quando absorvem a radiação, com consequente perda desta função. A fotoinstabilidade após a exposição à radiação UV é bem conhecida e descrita, porém não existem muitos dados relacionando a estabilidade destes filtros após a irradiação de luz fluorescente emitida pelas lâmpadas comerciais presentes em lares e escritórios. O presente estudo propõe avaliar a fotoestabilidade de produtos comerciais com FPS 30, após irradiação UV e também após a irradiação fluorescente, correlacionando o comportamento de cada produto frente aos diferentes tipos de radiação. A metodologia aplicada é in vitro, sendo que os produtos testados foram aplicados em duas diferentes placas de polimetilmetacrilato Polimetil metacrilato (PMMA) e irradiados por um simulador solar com filtros específicos para UVA/B e por uma fonte de luz fluorescente comercial. De acordo com os resultados obtidos, foi observado que a placa de PMMA utilizada pode influenciar nos resultados e todas as amostras testadas apresentaram um comportamento fotoestável quando expostos à radiação ultravioleta ou fluorescente, ou seja, não apresentaram redução na sua capacidade de absorção da radiação UVA/B mesmo após doses de radiação bem elevadas. Estes resultados demonstram que as amostras testadas apresentaram um comportamento bastante estável em diversas situações em que a população está exposta no dia a dia

Abstract: Sunscreens are molecules with ability to absorb and/or reflect the UVA and UVB radiation, thereby preventing radiation that reaches the epidermis or dermis even though some filters can be unstable when they absorb radiation, with consequent loss of its function. The photostability after exposure to UV radiation is well known and described, but there are not many data correlating the stability of these filters after fluorescent light irradiation, emitted by commercial lamps present in homes and offices. This study proposes to assess the photostability of commercial products SPF 30 after artificial UV irradiation and also after the fluorescent radiation, correlating the behavior of each product against different types of radiation. The methodology applied was in vitro, and the products tested were applied on two different plates of polymethyl methacrylate (PMMA) and irradiated by a solar simulator with specific filters for UVA/B and a fluorescent light source commercial. According to the results, the plate can play an important role in the photostability data and all samples tested presented a similar photostable behavior when exposed to UV or fluorescent light, or showed no reduction in its capacity for absorption of UVA/B even after higher doses of radiation. These results demonstrate that the samples tested presented a very stable behavior in various situations in which the population is exposed on a daily basis
Subject: Raios ultravioleta
Lâmpadas fluorescentes
Protetores solares
Filtros ultravioletas
Estabilidade de cosméticos
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Romanhole_RodrigoCollina_M.pdf2.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.