Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312913
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: Estudo de frequência de polimorfismos em genes envolvidos no risco de efeitos adversos da risperidona em uma amostra da população brasileira
Title Alternative: Frequency of polymorphisms in genes involved in the risk of adverse effects of risperidone in a sample in the Brazilian population
Author: Henriques, Taciane Barbosa, 1989-
Advisor: Mello, Maricilda Palandi de
Abstract: Resumo: Na infância e na adolescência, a risperidona é um medicamento de uso corrente no manejo de diversas condições psicopatológicas. Embora eficaz, não é isenta de efeitos adversos tais como ganho de peso, síndrome metabólica, alterações hormonais, que podem ser agravados na interação com outras medicações. Os fatores genéticos são os agentes de risco que mais influenciam o ganho de peso induzido por antipsicóticos e uma compreensão dos mesmos pode permitir tratamentos adaptados a indivíduos de alto risco. Numerosos polimorfismos genéticos vêm sendo avaliados quanto ao potencial de suscetibilidade aos efeitos adversos relacionados ao tratamento com risperidona. No entanto, estes estudos são em geral conduzidos em populações específicas, que não a brasileira. Neste trabalho, foram analisadas variações nucleotídicas nos genes CYP2D6, LEP, LEPR, HTR2C, DRD2, MC4R e SCARB2, para estimar a frequência de determinados genótipos em uma amostra da população brasileira, comparando-as com as frequências de outras populações depositadas em bancos de dados moleculares internacionais. A casuística foi composta por 317 indivíduos. Foram coletadas amostras de sangue periférico total, seguida da extração de DNA genômico para determinação das variantes nos genes descritos acima pela técnica de PCR em Tempo Real, com kits TaqMan SNP Genotyping. Foram realizados testes como qui-quadrado para a comparação das frequências encontradas na população em estudo com frequências em outras populações. Testes estatísticos foram utilizados para se estimar o equilíbrio de Hardy-Weinberg através do programa Haploview (BROAD Institute) disponível gratuitamente na WEB. Todas as single nucleotide variations (SNVs) estudadas apresentaram distribuição em equilíbrio de Hardy-Weinberg, exceto as rs7799039 e rs6318 nos genes LEP e HTR2C, respectivamente, não sendo estas indicadas para estudos de associação. As frequências dos alelos menos frequentes (MAFs) observadas, foram semelhantes às da população global constante da base de dados do Projeto 1000 Genomas, exceto para as variantes no gene SCARB2 (rs3853188) e no DRD2 (rs6277) que, na população brasileira, se mostraram inferior e superior, respectivamente. Os resultados descritos ressaltam a importância de estudar as frequências de variantes usadas em estudos de associação na população brasileira, pois podem diferir de outras populações devido à alta heterogeneidade dessa população. Futuros estudos poderão ser realizados com os dados aqui obtidos e permitindo não só a identificação de marcadores genéticos de risco, mas também a realização de estudos de associação desses marcadores como fatores farmacogenéticos com os efeitos causados por risperidona, permitindo avanços na individualização do tratamento psiquiátrico e facilitando o desenvolvimento de ferramentas terapêuticas

Abstract: In childhood and adolescence, risperidone is a commonly used drug in the management of several psychopathological conditions. While effective, it is not exempted of adverse effects such as weight gain, metabolic syndrome, hormonal changes, which may be aggravated by the interaction with other medications. Genetic factors are the most important agents of risk that influence the weight gain induced by antipsychotic. Numerous genetic polymorphisms have been evaluated regarding their potential susceptibility to the adverse effects to risperidone treatment. However, these studies are generally conducted on a specific population different from the Brazilian population. In this work, we analyzed nucleotide variations in genes such as CYP2D6, LEP, LEPR, HTR2C, DRD2, MC4R e SCARB2, to estimate the frequency of certain genotypes in a sample in the Brazilian population, compared with frequencies of other populations deposited in DNA sequence databases. These data contribute to association studies of pharmacogenetic factors, which may be used in the development of genetically oriented personalized therapies in psychiatric practice in the future. Peripheral blood samples of 317 individuals were collected, followed by genomic DNA extraction. To determine the gene variants PCR Real-Time with TaqMan SNP Genotyping kits were used. X-squared test was used to compare frequencies obtained for the Brazilian sample population here studied with frequencies in other populations. Statistical tests using Haploview program were used to estimate Hardy-Weinberg equilibrium for all SNVs. All SNVs were in Hardy-Weinberg equilibrium, except the rs7799039 e rs6318 in LEP and HTR2C, respectively, indicating that they are not suitable for association studies. The Minor Allele Frequency (MAF) observed for each SNV was similar to the global population MAFs in the 1000 Genomes database. However, those MAFs for SCARB2 (rs3853188) and DRD2 (rs6277) were, respectively, lower and higher in Brazilian population when compared to the global MAFs. Results described underscore the importance of studying the frequency of variants used in association studies in the Brazilian population because it may differ from other populations due to its highly heterogeneous composition. Future studies can be done with those data and will allow improving the identification of genetic markers conferring risk, associating those markers with pharmacogenetic factors and relating them to effects caused by medications. This certainly will allow advances in individualized psychiatric treatment by facilitating the development of therapeutic tools
Subject: Risperidona
Polimorfismo (Genética)
Genótipo
Editor: [s.n.]
Citation: HENRIQUES, Taciane Barbosa. Estudo de frequência de polimorfismos em genes envolvidos no risco de efeitos adversos da risperidona em uma amostra da população brasileira. 2016. 1 recurso online (93 p.). Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/312913>. Acesso em: 27 ago. 2018.
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Henriques_TacianeBarbosa_M.pdf973.29 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.