Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312869
Type: TESE
Title: Atenção integral à saúde do homem na visão de trabalhadores hipertensos e diabéticos : possíveis contribuições para a atenção básica
Title Alternative: Comprehensive health care regarding men workers with Hipertension and Diabetes : potencial improvements for primary health care
Author: Yoshida, Valéria Cristina, 1973-
Advisor: Andrade, Maria da Graça Garcia, 1954-
Abstract: Resumo: Uma grande conquista do movimento da Reforma Sanitária garantida pela Constituição de 1988 foi o direito à saúde, regido pelos princípios da universalidade do acesso, equidade e integralidade do cuidado. Em 2013 o SUS completou 25 anos e, embora tenha experimentado vários avanços, ainda enfrenta muitos desafios. Um deles refere-se ao acesso, particularmente dos homens em idade produtiva aos serviços da atenção básica. O reconhecimento de que os homens acessam o sistema de saúde pela atenção especializada levou o Ministério da Saúde a priorizar esta população, por meio da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, em 2008. Seu objetivo principal é o fortalecimento e a qualificação da atenção básica para a promoção da saúde e a prevenção de agravos evitáveis na população masculina. O presente estudo, de caráter qualitativo, parte do pressuposto de que a atenção básica não tem se constituído em porta de entrada e de seguimento longitudinal para homens trabalhadores, tanto por dificuldades relacionadas à organização destes serviços, quanto por fatores socioculturais, sobretudo ligados às questões de gênero. Nesse contexto, o Ambulatório da CEASA-Campinas, um serviço do SUS localizado dentro de um local de trabalho, onde predominam homens, vem organizando seu processo de trabalho de forma a ofertar ações e serviços preconizados pelas Políticas Nacionais de Atenção Básica e de Saúde do Homem. Embora o Ambulatório não seja uma unidade básica de saúde, ele tem exercido esta função dentro da CEASA. Assim, pretendeu-se aprofundar a compreensão sobre o acesso e a integralidade do cuidado na atenção básica, a partir da análise de experiências de trabalhadores homens relacionadas à utilização de serviços de saúde. Para tanto, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com 10 trabalhadores portadores de Hipertensão arterial e Diabetes mellitus acompanhados no Ambulatório, assim como com profissionais deste serviço. Para melhor contextualização, o perfil de 130 usuários hipertensos e diabéticos acompanhados no Ambulatório também foi objeto de análise, a partir de dados secundários. A análise do material empírico, constituído pelos relatos dos trabalhadores e dos profissionais de saúde, permitiu trabalhar centralmente duas categorias: atributos da masculinidade na sua relação com o cuidado à saúde e acesso dos homens aos serviços de saúde, com foco na atenção básica. Quanto aos atributos da masculinidade, os núcleos de sentido encontrados dizem respeito à importância do trabalho, à resistência pela procura de serviços de saúde e a alguns hábitos mais prevalentes nos homens, como o alcoolismo e o tabagismo. Com relação ao acesso aos serviços de saúde, particularmente os da atenção básica, foram expressivas as barreiras de acesso, o pouco acolhimento recebido, assim como a redução da UBS a local para aquisição de remédios. O acesso ao Ambulatório da CEASA, por sua vez, mostrou que, para além da facilidade geográfica, há um maior acolhimento com produção de vínculo com a equipe e possibilidade de um cuidado regular e integral. A análise trouxe reflexões que permitem afirmar que a forma como os serviços da atenção básica estão organizados não promove o acesso e a integralidade do cuidado a homens trabalhadores. Embora os atributos da masculinidade interfiram na busca e utilização de serviços de saúde, quando são ofertadas ações baseadas no acolhimento, vínculo e responsabilização, os homens se dispõem ao cuidado de sua saúde

Abstract: Health rights, established by the Constitution of 1988 was a great achievement from Health Reform and has as its principles the universal access, equity and comprehensive care. In 2013, SUS, the Brazilian Health System, completed 25 years and although it had experienced many advances, it still has many challenges. One of those concerns to access, particularly access for men workers in primary care. Then, the Ministry of Health established a policy to promote men's health, especially in primary care, in 2008. In this context, there is a public health service in a central supply of Campinas-SP (CEASA), whose majority of workers are men, that is organizing its work process to promote actions in accordance with national polices of primary care and men's health. This service had assumed the function of a primary care unit in CEASA, although it hadn't been originally one of its goals. This qualitative study assumes that the primary health care doesn't resemble the entrance door nor follow this kind of user in the health system, due to difficulties in services, and also to social factors, like gender. Then, this study aims to put under the spotlight the experiences of men workers in search of health services and their effective utilization, in such a way to put under assessment the access and the comprehensive care, specially in primary health care. Ten hypertensive and diabetic workers and professionals working at CEASA were interviewed. Researches into index of the 130 hypertensive and diabetic users were performed in order to know the customer's profile. Two categories were found from reports. One of them was masculinity with regard to health care. Another was men access to health services, specially in primary health care units. Three sides respecting the masculinity have been found: the work value, the resistance for searching health services and habits like alcoholism and smoking. Related to health services access, specially in primary care, there were: bounds to access, assistance without qualification, in the sense of being able to attract the needs of users, and reduction of the role of the primary care unit to a place for acquiring medications. The access of service in CEASA has shown that more than an easy access point (geographic), it is a kind of assistance that make bond and comprehensive care contributing for a major adherence on treatment. The analysis has shown that the manner such primary care services organize themselves don't promote the access and comprehensive care to men workers. Although the manhood interfere on health care, services that look for listen the needs of their users and that make bond promote more health among men
Subject: Assistência integral à saúde
Atenção primária à saúde
Saúde do homem
Hipertensão
Diabetes Mellitus
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Yoshida_ValeriaCristina_M.pdf709.57 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.