Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312830
Type: TESE
Title: Capacidade funcional e associação com multimorbidades em mulheres acima de 50 anos = Functional capacity and the association with multimorbidity in women older than 50 years of age
Title Alternative: Functional capacity and the association with multimorbidity in women older than 50 years of age
Author: Noronha, Luiza Borges Aguiar, 1987-
Advisor: Costa-Paiva, Lucia
Paiva, Lucia Helena Simoes da Costa
Abstract: Resumo: Introdução: O envelhecimento populacional no Brasil está atualmente entre os mais acelerados do mundo. Com o aumento da expectativa de vida e do número de idosos, a qualidade de vida desses anos vividos a mais consiste em uma importante preocupação, e está relacionada com a incapacidade funcional e a presença de multimorbidades que acometem essa população em envelhecimento. O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de incapacidade funcional e sua associação com multimorbidades em mulheres brasileiras com 50 anos ou mais. Sujeitos e Métodos: Realizou-se uma análise secundária de estudo de corte transversal de base populacional com 622 mulheres com idade igual ou superior a 50 anos, conduzido de 10 de maio a 31 de outubro de 2011, no município de Campinas, São Paulo, Brasil. A amostragem foi realizada através do sorteio de sessenta e seis setores censitários de Campinas, de acordo com uma lista fornecida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por amostragem aleatória simples ou probabilidade igual de seleção. Um questionário contendo sete itens para avaliar capacidade funcional foi aplicado pessoalmente ou por telefone por entrevistadoras treinadas. A incapacidade funcional foi definida pela incapacidade de realizar pelo menos um dos sete ítens. Também foram avaliados auto-percepção da saúde, fatores sócio-demográficos, multimorbidades e condições de saúde. A variável dependente foi definida como não ser capaz de realizar qualquer um dos sete itens. As variáveis independentes foram auto-percepção de saúde, dados sócio-demográficos, hábitos e problemas relacionados à saúde. A análise estatística foi realizada pelo teste do qui-quadrado e regressão de Poisson. Resultados: A media de idade foi de 64.1 anos e a prevalência de incapacidade funcional foi de 43.4%. Idade (PR 1.02; 95% CI 1.01¿1.03; p=0.017), medo de cair (PR 1.59; 95% CI 1.17¿2.16; p=0.003), IMC elevado (PR 1.03; 95% CI 1.01¿1.05; p=0.003), antecedente de infarto (PR 1.36; 95% CI 1.06¿1.76; p=0.017), fumar mais de 15 cigarros/dia (PR 1.34; 95% CI 1.04¿1.72; p=0.023), internação hospitalar nos últimos 12 meses (PR 1.29; 95% CI 1.03¿1.62; p=0.027), multimorbidade (PR 1.43; 95% CI 1.02¿2.02; p=0.039) e uso de medicação prescrita pelo médico (PR 1.57; 95% CI 1.02¿2.41; p=0.042) estiveram associados à maior prevalência incapacidade funcional. Auto-perceção de saúde boa/muito boa (PR 0.67; 95% CI 0.52¿0.86; p=0.002); uso de tratamentos alternativos (PR 0.54; 95% CI 0.33¿0.90; p=0.018) e maior escolaridade (PR 0.65; 95% CI 0.45¿0.93; p=0.020) estiveram associados à uma menor prevalência de incapacidade funcional. Conclusões: A prevalência de incapacidade funcional foi alta e esteve associada à idade avançada, às multimorbidades e suas consequências. Palavras chaves: capacidade funcional, mulheres, multimorbidades, fatores de risco, menopausa, fatores de risco

Abstract: The aging of the Brazilian population is currently one of the fastest growing in the world. With the increase of life expectancy and the number of elderly, the quality of life of these extra years consists in an important concern, and is related with disabilities and the presence of multimorbidities that affect this population during the aging process. The goal of this study was to evaluate the prevalance of limitations in functional capacity and it¿s assosiation with multimorbidities in brazilian women over 50 years of age. This is secondary analysis of a cross-sectional population with 622 women over 50 years of age, conducted from the 10th of May to the 31st of October of 2011, in Campinas, São Paulo, Brazil. Based on a list supplied by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE), and classified according to the identification number of each sector, a total of 66 census sectors in Campinas were used to select the population with random sampling or equal probabilities of section. A questionnaire containing seven items was implemented in person or by telephone by trained interviewers. The dependant variable, disability, was defined by the incapacity to realize at least one of the seven items. Self-perception of health, sociodemographic data, health-related habits and problems were also evaluated as independente variables. The statistical analysis was carried out by chi-square test and Poisson regression using the backward selection criteria. The average age was 64.1 years old and the prevalence of limited functional capacity was 43.4%. Age (PR 1.02; 95% CI 1.01¿1.03; p=0.017), fear of falling (PR 1.59; 95% CI 1.17¿2.16; p=0.003), having a higher BMI (PR 1.03; 95% CI 1.01¿1.05; p=0.003), personal history of heart attack (PR 1.36; 95% CI 1.06¿1.76; p=0.017), smoking more than fifteen cigarettes a day (PR 1.34; 95% CI 1.04¿1.72; p=0.023), having been admitted to a hospital in the last 12 months (PR 1.29; 95% CI 1.03¿1.62; p=0.027), multimorbidity (PR 1.43; 95% CI 1.02¿2.02; p=0.039) and use of any medication prescribed by a doctor (PR 1.57; 95% CI 1.02¿2.41; p=0.042) were associated with a higher prevalence of disability. Self-perception of health as good/very good (PR 0.67; 95% CI 0.52¿0.86; p=0.002); use of alternative medications (PR 0.54; 95% CI 0.33¿0.90; p=0.018) and having more years of schooling (PR 0.65; 95% CI 0.45¿0.93; p=0.020) were associated with a lower prevalence of disability. The prevalence of functional limitation was high and associated with aging as well as multimorbidity and it¿s consequences. Key words: disability evaluation, women, multimorbidity, menopause, risk factors, life style
Subject: Capacidade funcional
Morbidade
Menopausa
Fatores de risco
Estilo de vida
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Noronha_LuizaBorgesAguiar_M.pdf3.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.