Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312814
Type: TESE
Title: Aplicação do método Crônica Médica e Oficina Diagnóstica para educação médica via web
Title Alternative: Application of the Medical Chronicle and Diagnostic Workshop method for web-based medical education
Author: Magalhães, Lucas Vilas Bôas, 1979-
Advisor: Li, Li Min, 1964-
Min, Li Li, 1964-
Abstract: Resumo: A educação médica via web (EMVW) em Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) vem crescendo muito, e apresenta potenciais vantagens. Os desenhos bem estruturados e comprovadamente eficazes para uso em AVA são pouco utilizados, pois, em geral, verifica-se apenas a "digitalização" da sala de aula, ou o AVA serve apenas como depósito de textos. O uso isolado de tecnologias também não garante resultados. Necessitam-se métodos com características pedagógicas positivas, capazes de guiar a aprendizagem, enfocando o método clínico e objetivando melhora da capacidade diagnóstica, considerada frequentemente inadequada, nas avaliações de profissionais. Assim, esta pesquisa propôs a utilização do método Crônica Médica/Oficina Diagnóstica (CM/OD), que procura reunir as características pedagógicas que favorecem o aprendizado em AVA e visa, fundamentalmente, melhorar a habilidade diagnóstica do graduando em Medicina. Há uma leitura inicial motivadora (CM) e um programa estruturado de construção do conhecimento, feito a partir de casos, quase sempre reais, acoplados aos recursos audiovisuais (OD). Foram elaborados dois conjuntos CM/OD, sobre Acidente Vascular Encefálico (AVE) e Crises Epilépticas/Epilepsias. Ambos foram inseridos em um AVA. Essa pesquisa objetivou fundamentar teoricamente a proposta CM/OD para EMVW em AVA e apresentá-la por meio de material suplementar sobre Crises Epilépticas/Epilepsias. Além disto, inferir opiniões dos estudantes expostos e verificar a eficácia do método para melhorar a capacidade diagnóstica dos graduandos em Medicina, em longo prazo, por meio de um estudo longitudinal, cuja coleta de dados foi feita utilizando um questionário de opiniões e questionários de conhecimentos e habilidades diagnósticas (CHD). O método CM/OD permite o aprendizado ativo, inicialmente individual, com autoavaliação, reflexão e interatividade, usando várias estratégias de ensino com exemplos práticos e reais, proporcionando um bom tempo de exposição, de forma repetida, e com gabarito baseado em evidências. O material suplementar permite a sua replicação em um módulo ou disciplina de qualquer curso médico. As opiniões dos expostos mostram que o método estimula a leitura pré e a pós-atividade; que a CM motiva; que o gabarito da oficina sana dúvidas; e que as principais sugestões foram o uso de redes sociais e uma discussão coletiva final. Os questionários CHD1, CHD2 e CHD3 foram respondidos por 81 alunos. A média geral do CHD1 foi de 1,59, desvio-padrão de 0,71. Durante o seguimento, 66 estudantes acessaram o AVA, denotando uma alta taxa de participação, e apresentaram significativa melhora das notas em longo prazo, pois tiveram maiores notas no CHD 2 (t = 8,88, p-valor < 0,05) e também no CHD 3 (t = 8,39, p-valor <0,05). Os resultados foram atribuídos às características pedagógicas positivas do método, já que o tempo de exposição à aula teve pouca influência nas notas finais. Concluiu-se que o método CM/OD para AVA reúne características pedagógicas positivas; pode ser adaptado e replicado em um AVA básico; foi bem aceito pelos estudantes; e apresentou eficácia satisfatória na melhora da capacidade diagnóstica dos graduandos em Medicina, mesmo em longo prazo

Abstract: Web-Based Medical Education (WBME) in Virtual Learning Environments (VLE) has become increasingly available and presents potential advantages. Well-structured and effective VLE designs are scarce and little used since, in general, only classroom digitalization is observed, or the VLE is used only for text storage. The isolated use of technologies does not guarantee results, either. Methods with positive pedagogical characteristics are needed to guide students¿ learning, focusing on the clinical method and improved diagnostic skills, which are frequently considered inadequate in professional evaluations. Thus, we have proposed the method Medical Chronicle/ Diagnostic Workshop (MC/DW), that aims to combine teaching characteristics favoring VLE learning, and, mainly, to improve the diagnostic skills of undergraduate medical students. The students were initially exposed to a motivating reading (MC) and a structured program of knowledge construction, based on real cases plus audiovisual aids (DW). Two sets were elaborated (MC/DW) on Stroke and Epileptic Seizures/Epilepsies, both part of a VLE. This work aimed to provide a theoretical basis of the MC/ DW proposal for WBME in VLE, through supplementary material on Epileptic Seizures / Epilepsies. It also aimed to infer the students¿ opinions and verify the effectiveness of the method in improving the diagnostic skills of undergraduate medical students in the long term, by applying a longitudinal intervention study consisting of an opinion survey and a Knowledge and Diagnostic Skills questionnaire (KDS) to collect data. The MC/DW method allowed an active, initially individual learning experience, combined with self-evaluation, critical thinking and interactivity, using several teaching strategies, real cases, long term exposure, repetition, and evidence-based feedback. The supplementary material allows replicating the method as a module or discipline in any medical course. The students¿ comments revealed that the method stimulates pre- and post-reading, and that the MC is highly motivating; the DW¿s answer key sheet removes doubts, offering suggestions to use social networks and a final collective reflection on the topic. The questionnaires KDS 1, 2, and 3 were answered by 81 students. The KDS1¿s general mean was 1.59, and the standard deviation was 0.71. A total of 66 students used VLE, showing a high rate of participation and a significant grade improvement in the long term, with higher means in KDS 2 (t = 8,88, p-value < 0,05) and KDS 3 (t = 8,39, p-value <0,05). These results were attributed to the positive pedagogical characteristics of the method, since time of class exposure had little influence on the final grades. It was concluded that the MC/DW method in VLE presented positive teaching characteristics, and may be adapted and replicated to a basic VLE; it was well-accepted by the students and satisfactorily effective in improving the diagnostic capacity of undergraduate medical students, in the long run
Subject: Internet
Neurologia
Métodos de ensino
Educação de graduação em medicina
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Magalhaes_LucasVilasBoas_D.pdf7.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.