Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312810
Type: TESE
Title: Analise espectral usando a transformada de Fourier discreta para o estudo de nucleos celulares : elaboração de programa e aplicação no desenvolvimento do coração
Author: Adam, Randall Luis
Advisor: Metze, Konradin, 1956-
Abstract: Resumo: textura nuclear pode ser avaliada por muitas abordagens. A imagem pode ser considerada como uma função matemática, e as variações da luminância entre cada ponto da imagem pode ser interpretada como freqüências espaciais. A transformada rápida de Fourier (FFT) foi utilizada para a análise da textura da cromatina em patologia. A análise de Fourier detecta eventos periódicos. Em processamento de imagens, a freqüência espacial expressa o ritmo das alterações de brilho que ocorrem numa seqüência de pontos. Em imagens, a distribuição das freqüências avalia sua periodicidade e a sua anisotropia ou predominância direcional. Padrões regulares de textura acumulam informação textural em regiões correspondentes à freqüência e direção.O modelo biológico utilizado permitiu a análise das alterações da cromatina de car diomiócitos durante o desenvolvimento de ratos da linhagem Wistar, entre 19 dias de vida fetal e 60 dias de vida pós-parto. O tecido micárdico foi fixado em formalina tamponada durante 24 horas a 4°C. A fim de se obter preparações citológicas, as amostras foram hidrolisadas numa solução de hidróxido de potássio por 18 horas.Os núcleos foram corados com hematoxilina. As imagens foram adquiridas utilizando o sistema KS-300, com a resolução de 10 pixels por micrômetro. A imagem transformada de um núcleo segmentado pela FFT é o resultado da (1) textura da cromatina, e (2) do efeito das bordas do contorno nuclear. Esta última pode dificultar o estudo do espectro da cromatina. Por isso este efeito foi eliminado através do amaciamento das bordas, selecionadas por 3 erosões e 12 dilatações morfológicas. Como fundo, foi utilizado a luminância média do núcleo.As concentrações da informação textural da imagem da cromatina nuclear corada com hematoxilina foram quantificadas. Esses parâmetros foram comparados com características biológicas (idade e atividade mitótica), avaliando-se o desempenho em discriminar os grupos de diferentes graus de desenvolvimento histológico do miocárdio. Foi calculado para cada núcleo, a área, a maior corda, parâmetros derivados da matriz de co-ocorrência, as distribuições angulares e anulares da energia e do momento de inércia. Parâmetros derivados da matriz de co-ocorrência e da imagem transformada puderam discriminar bem os grupos etários. As imagens espacial e espectral, intimamente relacionadas entre si, forneceram parâmetros com informação textural distinta, úteis no processo classificatório. A transformada de Fourier pode ser mais uma ferramenta para a avaliação da textura nuclear.A textura da cromatina tornou-se mais homogênea com o aumento da idade. Especificamente aos períodos espaciais entre 3,6 e 1, 8mm, o momento de inércia diminuiu rapidamente com a idade. As entropias da matriz de co-ocorrência e o perfil das imagens transformadas tornaram-se menores, refletindo então a diferenciação celular progressiva dos cardiomiócitos. Em resumo, o espectro de Fourier (após o amaciamento das bordas) é capaz de fornecer informações úteis sobre a textura da cromatina, como demonstrado para as alterações nucleares durante o desenvolvimento do coração do rato

Abstract: Not informed
Subject: Fourier, Análise de
Cromatina
Coração - Crescimento
Análise discriminatoria
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Adam_RandallLuis_M.pdf8.48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.