Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312773
Type: DISSERTAÇÃO DIGITAL
Degree Level: Mestrado
Title: A "sistematização de experiências" de ações de promoção à saúde dos trabalhadores de uma unidade de atenção primária à saúde do município de Campinas, SP
Title Alternative: The systematization of experiences promoting actions to the health of workers in a unit of primary health care in the city of Campinas, SP
Author: Almeida, Wellington, 1967-
Advisor: Aneiros Fernandez, Juan Carlos, 1961-
Fernandez, Juan Carlos Aneiros, 1961-
Abstract: Resumo: Trabalhar pela construção do Sistema Único de Saúde em Campinas tem sido um grande privilégio, por ter encontrado no serviço público, ao qual ingressei muito cedo, um grupo de gestores, trabalhadores e usuários implicados com a efetivação dessa Política. Pelos espaços onde pude atuar (como apoiador em processos de Educação Permanente em Saúde, de Gestão do Trabalho, ou agora como apoiador institucional do Distrito de Saúde Sudoeste) a articulação gestão e assistência se evidencia. De diversas formas, apesar das dificuldades de transformação das práticas de saúde, é inegável o movimento instituinte de muitos coletivos de saúde buscando reorganizar seus processos de trabalho visando a qualificação da assistência. Nesses processos, percebe-se que muitas vezes, os modelos e as práticas de gestão hegemônicos (instituídos) dificultam essa transformação. Essa realidade e o desejo de aprofundar o olhar para novas práticas de gestão desenvolvidas pelo SUS Campinas (Projeto Cuidando do Cuidador), inspiradas na Política Nacional de Humanização do SUS me mobilizaram a realização desse estudo, qual seja, "A sistematização de experiências de ações de Promoção à Saúde dos trabalhadores de saúde de uma Unidade de Atenção Primária à Saúde do Município de Campinas ¿ SP". O método utilizado, a sistematização de experiências, "é aquela interpretação crítica de uma ou várias experiências, que, a partir de seu ordenamento e reconstrução, descobre ou explicita a lógica do processo vivido, os atores que intervieram no processo vivido, os fatores que intervieram no processo, como se relacionaram entre si e porque o fizeram desse modo" (Jara, 1996). A articulação com conceitos da Análise Institucional, da Promoção da Saúde, da Saúde do Trabalhador (em particular da clínica da atividade), da gestão do trabalho em saúde, do planejamento e gestão em saúde, da metodologia e das ciências sociais em saúde favoreceram a reflexão e a análise dos conteúdos construídos pelos trabalhadores nos encontros realizados no Centro de Saúde pesquisado. Observa-se que os trabalhadores conseguem identificar os fatores individuais e coletivos, internos e externos que no cotidiano do trabalho geram incômodos e adoecimento na equipe, porém possuem dificuldade de ressignificar o modo como estão lidando com esses fatores (de ordem administrativa, da cultura e da cultura institucional, da formação em saúde, da gestão e da gestão pública, etc.) que atuam, transversalizam os coletivos de forma dialética. Para que essa transformação possa se dar de forma mais acelerada, aposta-se nos espaços coletivos existentes no SUS enquanto espaços de potencialização desse processo, como forma de Promoção da Saúde dos Trabalhadores, como forma de cuidar dos problemas que geram sofrimento para as equipes e enquanto local de geração de contratos, fortalecimento do protagonismo, da autonomia, da solidariedade, da amizade, do prazer no trabalho e de ampliação da transversalidade e da corresponsabilização

Abstract: It has been a great privilege to work for the construction of the Sistema Único de Saúde in Campinas, because I found in the public service, a group of managers, workers and users involved with the realization of this Policy. From the spaces where I could act (as a supporter in the process of Permanent Health Education, in Work Management or even now as na institutional supporter of the southwest Health District) it is evident the articulation and mangement assistance. In Many ways, despite the difficulties of transformation of health practices, it is undeniable the movement of many health collectives seeking to reorganize their working processes aiming at the qualification of assistance. In these processes, we realize that many times, the models and hegemonic practices of management (instituted) hinder the process. This reality and the wish to deeps the look at the new practices of management developed by S.U.S. Campinas (Project: taking care of the caregiver) inspired by the National Humanization Policy mobilized me to do the realization of this study, that is: "The Sistematization of experiences of actions to promote health of the healths workers in a unit of primary attention to health of the municipality of Campinas ¿ SP". The method used, the sistematization of experiences is one critical interpretation of one or more experiences, which from its planning and reconstruction, discovers or explains the logic of the process the actors that intervene in the process, the factors how they related to each other and why they did in that way. The articulation with institutional analysis of concepts of Health Promotion, Worker¿s Health (particularly the clinical activity) the management of work in health, planning and management in health, methodology and social sciences in health favored the reflection and the analysis of the contents built by workers in meetings arranged in the researched health centers. It is observed that workers can identify individual and collective factors, internal and external that in the daily routine cause troublesome and illness on the team, however they have difficulty to reframe the way they are dealing with these factors (administrative, cultural, institutional culture, formation of health, management and public management, etc) that operate, cross cutting the collective dialectical way. This transformation can ocurr more rapidly we bet on existing collective spaces in SUS as potentiation spaces in the process, as a way of Worker¿s Health Promotion to take care of the problems that cause suffering to teams and in generating local contracts, strengthening of the leading role, autonomy, solidarity, friendship pleasure at work and expansion of the transversal and co-responsibility
Subject: Atenção primária à saúde
Promoção da saúde
Saúde do trabalhador
Humanização da assistência
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Almeida_Wellington_M.pdf611.08 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.