Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312760
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Comparação nos níveis de amônia sérica entre indivíduos sem dor e fibromiálgicos
Title Alternative: Comparison of ammonia plasmatic levels between no pain people and fibromyalgics people
Author: Sousa, Leandro Alberto de, 1973-
Advisor: Oliveira, José Inácio de, 1951-
Abstract: Resumo: A Amônia Sérica, substrato da degradação proteica no organismo, pode estar relacionada a diferentes sinais e sintomas quando seus níveis estão acima do padronizado, 47 microMol/L, a Hiperamonemia, alguns estudos diziam que entre estes sintomas poderia estar o aumento da dor. A Síndrome Fibromiálgica (SF) ou Fibromialgia tem como principal sintoma o aumento da sensibilidade dolorosa em diferentes segmentos corporais, com uma prevalência média de 2%, a Fibromialgia acomete mais indivíduos do gênero feminino do que masculino - 06 mulheres a cada 10 doentes. Só há um consenso com relação a Fibromialgia: é uma doença multifatorial. Este trabalho teve então como objetivo comparar as diferenças dos níveis de amônia entre os pacientes com dor (fibromiálgicos) e pessoas sem queixas de dores para verificarmos se esta diferença existe. Depois do estudo piloto, comparou-se os níveis do substrato entre dois grupos: um com 17 pacientes fibromiálgicos do Ambulatório de Reumatologia do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), formando o Grupo de Indivíduos Fibromiálgicos (GIF), e 18 funcionários do Hospital das Clínicas da UNICAMP, formando o Grupo de Indivíduos sem Dor (GISD). RESULTADOS: após análise dos exames de sangue, não foi evidenciada diferença significativa (p-value = 0,710) nos níveis de Amônia Sérica entre os dois grupos. Portanto ode-se concluir que neste estudo piloto não se pode afirmar que haja relação entre os níveis de amônia sérica e Fibromialgia.

Abstract: The main symptom of Fibromyalgia is the increase of pain sensibility in distinct areas of the human body. With 2% of prevalence, the syndrome attacks more women than men - 06 women in each 10 patients. There is only one consensus point related with Fibromyalgia: it is a multifactorial disease. The plasmatic ammonia, substratum of protein degradation in body, can be related to different kinds of signs and symptoms when its levels gets up above of standard, 47 microMol/L, the Hyperammonemia. AIM OF THE STUDY: to compare the plasmatic ammonia levels between subjects with no pain and subjects with fibromyalgia. PATIENTS, MATERIALS AND METHODS: it has done a Case-control study with 17 patients of Rheumatology's Clinic of Clinic's Hospital at Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Group of Fibromyalgics Subjects (GIF), and 18 subjects of Hospital at Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Group of Subjects with no pain (GISD). RESULTS: after blood's exams analyses, it was no found significant differents (p-value = 0,710) on the plasmatic ammonia levels between two groups. CONCLUSION: there is no relation between plasmatic ammonia's level and Fibromyalgia.
Subject: Fibromialgia
Amônia - Sangue
Hiperamonemia
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sousa_LeandroAlbertode_M.pdf4.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.