Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312687
Type: TESE
Title: Prevalência e características clínico epidemiológicas de gestantes com hepatite C atendidas no CAISM - UNICAMP = Prevalence and clinical epidemiological features of hepatitis C infection among pregnant women at CAISM - UNICAMP
Title Alternative: Prevalence and clinical epidemiological features of hepatitis C infection among pregnant women at CAISM - UNICAMP
Author: Schweller, Mariana Salhab Dall' Aqua, 1986-
Advisor: Mayer-Milanez, Helaine Maria Besteti, 1965-
Milanez, Helaine Maria Besteti Pires Mayer
Abstract: Resumo: Introdução: A Hepatite C é um dos maiores problemas atuais de saúde pública, com mais de 150 milhões de pessoas contaminadas. A evolução da doença geralmente é assintomática e suas complicações são cirrose, fibrose hepática e hepatocarcinoma. Na gestação o tratamento não é recomendado, com possível piora da doença no período. Objetivo: identificar a prevalência de Hepatite C em gestantes que realizaram acompanhamento pré-natal no Hospital da Mulher Professor José Aristodemo Pinotti - Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM) da UNICAMP, analisando dados clínicos, epidemiológicos e resultados perinatais. Metodologia: estudo de corte transversal cuja amostra foi composta por gestantes atendidas nos ambulatórios de pré-natal do CAISM entre 2005 e 2014 com sorologia positiva para Hepatite C. As pacientes foram identificadas através de listas informatizadas do serviço, e seus prontuários levantados para análise de dados sociodemográficos, epidemiológicos e desfechos perinatais. A análise dos dados foi feita através da distribuição percentual ou de médias. Resultados: na população de 29.327 gestantes atendidas pelo pré-natal entre 2005 e 2014, a prevalência de Hepatite C foi de 0,2%. Das 47 mulheres incluídas no estudo, a idade média foi de 32,5 anos, houve 49% de prevalência de baixa escolaridade, metade das participantes não planejaram a gestação, sendo que 38% destas não faziam uso de métodos contraceptivos. Além disso, 34% apresentaram coinfecção pelo HIV e 34% relataram uso de drogas. O número médio de gestações por paciente foi 3. Não se observou um pior desfecho perinatal, com peso médio de 2827,5 gramas ao nascimento e idade gestacional média de 39 semanas e 4 dias. Conclusões: Entre as pacientes infectadas pelo vírus C, observamos maior prevalência da raça branca, baixa escolaridade e coinfecção com HIV. Como principais fatores de risco para contaminação pela doença, foram identificados o uso de drogas, histórico de transfusões sanguíneas e a coinfecção com o HIV. Além disso, foram observadas maiores taxas de aborto, cesáreas e prematuridade neonatal em relação a outros estudos, fatores relacionados ao aumento da morbimortalidade materna, fetal e neonatal

Abstract: Introduction: Hepatitis C is a leading public health problem, with more than 150 million people infected. Disease evolution is usually asymptomatic, and complications are cirrhosis, liver fibrosis and hepatocellular carcinoma. Treatment is not recommended during pregnancy, but it may influence disease evolution. Objective: To identify Hepatitis C prevalence in pregnant women attended at Professor Doctor José Aristodemo Pinotti Women's Integrated Healthcare Center (CAISM) of the UNICAMP Medical School during prenatal period, analyzing clinical and epidemiological data, including perinatal outcomes. Methods: Authors performed a cross-sectional study with pregnant women who tested positive for Hepatitis C and gave birth at CAISM, between 2005 and 2014. Demographic, epidemiological and perinatal data were extracted from each patient¿s hospital records. Data analysis was made through media or percentage distribution. Results: Among 29.327 women treated at CAISM between 2005 and 2014, Hepatitis C prevalence was 0,2%. The mean maternal age at delivery was 32.5 years, 49% had low education and 49% did not plan the pregnancy. Among them, 38% did not use contraceptive methods. In addition, 34% had coinfection with HIV and 34% reported use of drugs. The average number of pregnancies per woman was 3, and there was no significant evidence of disease influence in pregnancy outcomes. Newborns¿ average weight was 2,827.5 grams, and the average of the gestational age was 39 weeks and 4 days. Conclusions: Among patients infected with Hepatitis C, there was predominance of the white race, low education and HIV coinfection. Drug addiction, blood transfusions and HIV co-infection were the main risk factors for contamination. When compared with other similar studies, this study found higher rates of abortion, cesarean sections and neonatal prematurity. These factors are associated with perinatal morbidity and mortality
Subject: Hepatite C
Gravidez
Prevalência
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Schweller_MarianaSalhabDall'Aqua_M.pdf1.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.