Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312680
Type: TESE
Degree Level: Mestrado
Title: Os desafios nas entrelinhas : análise do Plano de Eliminação da Sífilis Congênita no estado de Sergipe no contexto da Rede Cegonha
Title Alternative: Challenges in the lines : Analysis of the Congenital Syphilis Elimination Plan in Sergipe state in the context of "Cegonha" network
Author: Baião Campos, André Luiz, 1981-
Advisor: Cunha, Gustavo Tenório, 1969-
Abstract: Resumo: Este estudo aborda o Plano de Eliminação da Sífilis Congênita implementado em Sergipe desde 2010 . Através de análise dos dados epidemiológicos do estado no que diz respeito a este indicador, o tema é revisitado a partir da experiência do autor como participante da gestão estadual. Tem como marcos os lançamentos de protocolos específicos e o próprio Plano Estadual de Eliminação da Sífilis Congênita no estado, que coincidiu com a construção, pelo Ministério da Saúde, da rede de atenção materno-infantil denominada Rede Cegonha, a partir de 2011. O estudo busca compreender a lógica em que foi pensado este Plano. Como a gestão das políticas e programas têm interferido ou não no trabalho das equipes ESF. Analisa se o modelo de gestão contribui para que haja mais ou menos efeitos as ações previstas no enfrentamento das questões em saúde pública. A sífilis é uma doença infecciosa, causada pela bactéria Treponema pallidum. Sua transmissão se dá por via sexual e, na forma congênita, transplacentária. Além das medidas gerais para se evitar a transmissão das DSTs, o diagnóstico e tratamento das gestantes e parceiros infectados é a forma eficaz de se evitar a transmissão vertical para o feto. Isso torna a sífilis congênita um bom indicador para se avaliar a Atenção Primária à Saúde, uma vez que sua prevenção se dá durante o pré-natal, atualmente realizado majoritariamente no âmbito da Estratégia Saúde da Família. Este vem sendo o modelo que o Brasil adotou para a expansão dos cuidados primários com a saúde. Foi planejada para a ordenação da rede de atenção à saúde, vislumbrando atingir metas, como por exemplo, a diminuição da mortalidade materna e infantil, a diminuição da morbimortalidade por causas presumivelmente evitáveis, denotando assim a melhoria do sistema de saúde no que diz respeito ao acesso, à eficácia e eficiência das ações. Deste modo, entre tantos indicadores, a taxa de sífilis congênita é um bom parâmetro da qualidade da atenção primária como um todo, e altos índices refletem dificuldades de organização neste nível de atenção. Observou-se um aumento progressivo e contínuo no número de casos de sífilis congênita no estado de Sergipe, melhor detectado a partir de 2005, quando as maternidades passaram a ter obrigatória a testagem para sífilis em parturientes e bebês. O número verificado no estado de Sergipe apontou para um taxa de incidência crescente, mesmo após a criação do Plano de Eliminação. Conclui-se que o modelo de enfrentamento adotado não foi suficiente para impactar adequadamente a questão sífilis congênita e que talvez isso ocorra porque não atuou nos determinantes da qualidade da atenção básica no Estado (e talvez um Plano isoladamente não tivesse esse escopo ou alcance). O modelo de gestão adotado para os planos e as políticas de saúde geralmente trabalham em uma lógica de padronização e direcionamento, desconsiderando variáveis, como os reais limites estruturais e as dificuldades nos processos de gestão local e de trabalho

Abstract: This study addresses the Elimination Plan of Congenital Syphilis implemented in Sergipe since 2010. Through analysis of the state of epidemiological data with respect to this indicator, the theme is revisited from the author's experience as a member of the State government. Its landmarks specific protocols launches and the very State Plan for Congenital Syphilis Elimination of the state, coinciding with the construction, by the Health Ministery, of the maternal and child care network called "Rede Cegonha", starting in 2011. This study tries to understand the logic in what was thought this Plan. Also, in the general framework such as the management of policies and programs have interfered or not the work of the ESF teams. Analysis the management model helps bring about the actions provided for in coping effects of public health issues. Syphilis is an infectious disease caused by the bacterium Treponema pallidum. Its transmission occurs through sexual intercourse and, in the congenital form, placenta. In addition to the general measures to prevent the transmission of STDs, diagnosis and treatment of infected pregnant women and partners is the effective way to prevent vertical transmission to the fetus. This makes congenital syphilis a good indicator to assess the primary health care, since prevention is given during the prenatal, currently mostly carried out under the Family Health Strategy. This has been the model that Brazil adopted for the expansion of primary health care. It was planned for the ordination of health care network, envisioning achieve goals, such as reducing maternal and child mortality, reduction of morbidity and mortality from preventable causes presumably, denoting the improvement of the health system with regard to access, effectiveness and efficiency of actions. Thus, among many indicators, the congenital syphilis rate is a good parameter of primary care quality as a whole, and high rates reflect the difficulties of organization at this level of attention. There was a gradual and continuous increase in the number of cases of congenital syphilis in the state of Sergipe, best detected from 2005, when the hospitals now have mandatory testing for syphilis in pregnant women and babies. The number found in Sergipe state pointed to an increasing incidence rate, even after the creation of the Elimination Plan. It is concluded that the adopted coping model was not enough to properly impact the issue congenital syphilis and that may be because he has not worked on the determinants of primary care quality in the state (and maybe a Plan alone did not have this scope or range). The management model adopted for the plans and health policies generally works in a logic of standardization and guidance, excluding variables such as real structural limits and the real difficulties in local management processes and work
Subject: Sífilis congênita
Estratégia Saúde da Família
Administração de serviços de saúde
Cuidado pré-natal
Editor: [s.n.]
Citation: BAIÃO CAMPOS, André Luiz. Os desafios nas entrelinhas: análise do Plano de Eliminação da Sífilis Congênita no estado de Sergipe no contexto da Rede Cegonha. 2015. 48 f. Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/312680>. Acesso em: 27 ago. 2018.
Date Issue: 2015
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
BaiaoCampos_AndreLuiz_M.pdf1.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.