Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312606
Type: TESE
Title: Avaliação do nível de atividade física e qualidade de vida em adolescentes com epilepsia
Title Alternative: Assessment of physical activity and quality of life in adolescents with epilepsy
Author: Oliveira, Fernando Luiz Bustamante Bueno
Advisor: Souza, Elisabete Abib Pedroso de, 1948-
Abstract: Resumo: Epilepsia pode ser entendida como um grupo de doenças que tem em comum crises epilépticas que recorrem na ausência de condição tóxico-metabólica ou febril. Qualidade de vida é um conceito subjetivo baseado na perspectiva do sujeito, como sente e funciona. Atividade física (AF) é todo movimento corporal voluntário humano, que resulta num gasto energético acima dos níveis de repouso, caracterizado pela atividade do cotidiano e pelos exercícios físicos. O objetivo deste trabalho foi pesquisar sobre a qualidade de vida (QV), a prática de atividades físicas e suas correlações em adolescentes com epilepsia (grupo caso) e comparar com adolescentes sem epilepsia (grupo controle) estudantes de escolas públicas da região da cidade de Campinas/SP. Foram avaliados 60 adolescentes, sendo 30 deles assistidos no ambulatório de Neurologia/HC da Unicamp com diagnóstico de epilepsia. Os outros 30 adolescentes, sem este diagnóstico, são alunos de escolas públicas da região de Campinas-SP, classificados como grupo controle. Os critérios de inclusão do estudo foram: ter diagnóstico de epilepsia há mais de dois anos para o grupo caso e não ter epilepsia para o grupo controle e capacidade para responder as questões. Os critérios de exclusão para os dois grupos foram: não ser portador de outros quadros neurológicos ou doenças psiquiátricas evidentes, não terem se submetido a cirurgia no cérebro, não fazerem uso de medicações que pudessem afetar o sistema nervoso central, exceto drogas antiepilépticas (grupo caso). Foram aplicados questionários específicos para avaliação da qualidade de vida e avaliação sobre atividades físicas de ambos os grupos, após a aplicação dos questionários foi feita análise estatística dos mesmos. Os adolescentes com epilepsia praticaram mais atividade física que os adolescentes sem epilepsia, porém sem diferença significativa, a qualidade de vida de ambos os grupos foi semelhante, com exceção para o Domínio Psicológico, no qual o grupo controle teve melhor pontuação, porém sem diferença significativa. A prática de atividades sedentárias também foi avaliada, sendo que o grupo controle praticou mais atividades sedentárias que o grupo caso, com diferença estatisticamente significativa. Nossa amostra teve bons resultados quando quantificado e comparado com um grupo de pessoas saudáveis. Outro fator importante é relacionado à qualidade de vida, que em diferentes esferas se mostrou semelhante entre os grupos, também. A prática de atividade física por adolescentes com epilepsia parece se mostrar segura nesta amostra, a atividade física pode ter influenciado positivamente a qualidade de vida destes indivíduos. Mais estudos se fazem necessários para ampliar a análise deste público, buscando beneficiar os pacientes e profissionais envolvidos com os mesmos

Abstract: Epilepsy can be understood as a group of diseases that have in common seizures that recur in the absence of metabolic or toxic - febrile condition. Quality of life is a subjective concept based on the perspective of the individual, how it feels and works. Physical activity is every human voluntary bodily movement that results in energy expenditure above resting levels, characterized by everyday activity and the physical exercises. The aim of this study was to investigate the quality of life, physical activity and its correlates in adolescents with epilepsy and compared with adolescents without epilepsy students attending public schools in the city of Campinas / SP region. 60 adolescents were evaluated, 30 of them attended the outpatient clinic of Neurology / HC Unicamp diagnosed with epilepsy. The other 30 adolescents without this diagnosis are students attending public schools in Campinas - SP region, classified as control group. Inclusion criteria for the study were: diagnosis of epilepsy for more than two years for the case group and not have epilepsy for the control group and the ability to answer questions. Exclusion criteria for both groups were not carrying other obvious neurological or psychiatric diseases, have not undergone brain surgery, and did not take any medications that could affect the central nervous system, except antiepileptic drugs (case group). Specific questionnaires to assess quality of life and assessment of physical activity in both groups were applied after the questionnaires statistical analysis of the data was taken. Adolescents with epilepsy practiced more physical activity than adolescents without epilepsy but with no significant difference in overall quality of life in both groups was similar, except for the Psychological Domain, in which the control group had better scores, but without significative differences. The practice of sedentary activities was also evaluated, and the control group practiced more sedentary activities than the case group, with statistically significant difference. Our sample had good results when quantified and compared with a group of healthy people. Another important factor is related to quality of life, which in different spheres was similar between groups, too. There is a direct relationship between physical activity and quality of life, a fact already well documented, and that can not be overlooked for people with epilepsy, as this and other documents also show the safety and positive correlation between these variables. The practice of physical activity for adolescents with epilepsy seems to show safe in this sample, physical activity may have positively influenced the quality of life of these individuals. More studies are needed to extend this analysis and the public, seeking to benefit patients and professionals involved with them
Subject: Epilepsia
Atividade física
Qualidade de vida
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_FernandoLuizBustamanteBueno_M.pdf1.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.