Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312557
Type: TESE DIGITAL
Degree Level: Doutorado
Title: Instrumentos para detecção de fragilidade em idosos brasileiros : dados do estudo FIBRA - polo UNICAMP
Title Alternative: Instruments fragility detection in elderly Brazilians : study data - FIBRA pole UNICAMP
Author: Cesar, Ivana Daniela, 1982-
Advisor: Corrêa, Carlos Roberto Silveira, 1954-
Abstract: Resumo: O termo fragilidade surgiu para descrever o idoso com maior risco de incapacidades, institucionalização, hospitalização e morte. Contudo, o conceito de fragilidade ainda é bastante controverso, representando assim, um desafio à abordagem geriátrica devido à sua complexidade, à indefinição de critérios de identificação e à avaliação de prevalência populacional. A proposta surgiu da necessidade de explorar dois instrumentos que identificam a fragilidade no indivíduo idoso. Para esse propósito, o estudo foi dividido em dois artigos: o primeiro teve como proposta identificar a frequência da fragilidade, adotando como método de avaliação o fenótipo de fragilidade física. E o segundo visa caracterizar os idosos que são frágeis nos dois instrumentos (fenótipo de fragilidade física e fenótipo físico). O modelo multidimensional objeto do estudo se apresentou como um método exequível, por meio de uma avaliação clínica, dispensando recursos dispendiosos. Entretanto, diferenças metodológicas e conceituais utilizadas na elaboração dos métodos de avaliação podem ter contribuído para as variações nos percentuais da síndrome. O que se sugere é uma análise científica da concordância entre os instrumentos, a fim de estabelecer em quais critérios existe maior proximidade, e em quais existe maior distanciamento. Sugere-se a realização de investigações do tipo longitudinais e de coorte, que permitam seguir os níveis de fragilidade física, mental e social nos idosos e explorar com maior profundidade a relação entre as variáveis sociodemográficas

Abstract: The term has come to describe the fragile elderly at higher risk of disability, institutionalization, hospitalization and death. However, the concept of fragility is still controversial, thus presenting a challenge to geriatric approach due to their complexity, the uncertainty of identification criteria and evaluation of population prevalence. The proposal arose from the need to explore two instruments that identify the weakness in the elderly. For this purpose, the study was divided into two articles: the first had the purpose to identify the frequency of weakness, adopting as an evaluation method of the physical frailty phenotype. The second aims to characterize elderly are vulnerable to both instruments (physical frailty phenotype and physical phenotype). The multidimensional model object of study is presented as a feasible method through a clinical evaluation, eliminating costly resources. However, methodological and conceptual differences used in the preparation of assessment methods may have contributed to the variations in the percentages of the syndrome. What is suggested is a scientific analysis of the correlation between the instruments in order to establish criteria for which there is greater proximity, and in which there is greater distance. It is suggested to carry out the longitudinal type research and cohort, enabling monitoring of the levels of physical frailty, mental and social in the elderly and explore in greater depth the relationship between sociodemographic variables
Subject: Idoso fragilizado
Idosos
Fragilidade
Avaliação
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2016
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cesar_IvanaDaniela_D.pdf2.35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.