Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312472
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Uso de cálcio oral profilático após tireoidectomia total : estudo prospectivo
Title Alternative: Use of prophylactic oral calcium after total thyroidecotmy : a prospective study
Author: Langner, Erwin, 1973-
Advisor: Tincani, Alfio José, 1954-
Abstract: Resumo: O hipoparatireoidismo é uma das mais frequentes complicações da cirurgia tireoidiana, com incidência variando de 1,6% a 87% em sua forma transitória. Os objetivos deste estudo incluem avaliar o uso de cálcio oral profilático após tireoidectomia total, para prevenção de hipocalcemia sintomática, e desenvolver uma estratégia viável para suplementação de cálcio oral após tireoidectomia total. Foi realizado estudo prospectivo de quarenta e sete pacientes submetidos a tireoidectomia total de Janeiro de 2007 a Fevereiro de 2012, e divididos em dois grupos: (1) Grupo I, sem reposição de cálcio; (2) Grupo II, com reposição de cálcio, 3 g por dia, iniciada no primeiro dia pós operatório e prosseguindo até o sexto dia pós operatório. Os pacientes foram seguidos pelo período mínimo de seis meses, incluindo no mínimo cinco dosagens de cálcio iônico: preoperatório, 16 horas após cirurgia, sétimo dia pós operatório, 90o dia pós operatório e 180o dia pós operatório. Dos 47 pacientes, 3 eram homens e 44 mulheres. Vinte e quatro pacientes (51,9%) possuíam doença benigna e 23 pacientes doença maligna suspeitada ou confirmada. Hipocalcemia pós-operatória foi significativamente maior no Grupo I no primeiro e 180o dia pós-operatório, enquanto hipocalcemia sintomática foi significativamente maior no Grupo I no primeiro, sétimo e 90o dia pós-operatório. Outros dados não mostraram diferenças significativas entre os dois grupos. Concluiu-se que a suplementação de cálcio pós-operatório efetivamente previne hipocalcemia sintomática e laboratorial após tireoidectomia total, podendo ser usada com segurança. A estratégia de uso de cálcio oral profilático apresentada neste estudo pode ser reproduzida de modo viável e sistemático

Abstract: The hypoparathyroidism is one of the most frequent complications of thyroid surgery, the incidence varying from 1,6% to 87% in the transient form. This study aims to evaluate the use of prophylactic oral calcium after total thyroidectomy, for prevention of symptomatic hypocalcaemia, and development of a rational strategy of oral calcium supplementation after total thyroidectomy. Prospective study of forty-seven patients undergoing total thyroidectomy from January 2007 to February 2012 was performed , and patients were allotted to one of the following groups: (1) Group I, no postoperative calcium; (2) Group II, oral calcium - 3g per day, starting at first postoperative day and used until sixth postoperative day .The patients were evaluated for the minimum period of six months, including minimum of five ionic calcium measurements: preoperative, 16 hours after operation, seventh postoperative day , PO 90 and PO 180. The analysis of 47 patients included 3 men and 44 women, showed that 24 patients (51,9%) had benign disease, and 23 patients had malignant disease suspected or confirmed. Postoperative hypocalcaemia was significantly higher in Group I at PO1 and PO 180, while symptomatic hypocalcaemia was significantly higher in Group I (PO 1, PO 7 and PO 90). Other data were not significantly different between the groups. We concluded that postoperative calcium supplementation effectively prevents symptomatic and laboratorial hypocalcaemia after total thyroidectomy, and can be safely used. The strategy of oral calcium supplementation presented may be done viable and systematic way
Subject: Cálcio
Tireoidectomia
Prevenção de doenças
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Langner_Erwin_M.pdf2.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.