Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312440
Type: TESE
Title: Estudo hemodinâmico fetal = avaliação das principais artérias e correlação da artéria renal com volume de líquido amniótico
Title Alternative: Fetal hemodynamic study : evaluation of main arteries and correlation of renal artery and amniotic fluid volume
Author: Figueira, Camilla Olivares, 1982-
Advisor: Surita, Fernanda Garanhani de Castro, 1964-
Abstract: Resumo: Objetivo: Estudar longitudinalmente os parâmetros Dopplervelocimétricos de artérias fetais e uterinas em mulheres com gestação de baixo risco, construindo intervalos de referência para as artérias uterinas (AUT), umbilical (AU), cerebral média (ACM), e renal (AR), correlacionando esta última com índice de líquido amniótico. Métodos: estudo de coorte longitudinal descritivo em 63 mulheres com gestação de baixo risco no Hospital prof. Dr. José Aristodemo Pinotti ¿ Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher- CAISM/UNICAMP. Foram aferidos o índice de pulsatilidade (IP) e a velocidade sistólica (VS) dos vasos estudados em intervalos de 4 semanas até a 36ª. semana e após, a cada 2 semanas até o parto para construção do intervalo longitudinal dos parâmetros. Para análise estatística foram calculadas as médias por intervalos de idade gestacional, valores dos percentis 5, 50 e 95 para cada parâmetro estudado e ainda, os índices de correlação intra classe e inter classe para cada artéria estudada. Foi estabelecido um nível de significância de 5% e para os procedimentos de análise foram utilizados os programas Epi.Info e SAS. Resultados: Foram construídos intervalos de referência e estabelecidos os percentis 5, 50 e 95 para IP e VS das artérias uterinas, umbilical, cerebral média e renais ao longo da gestação. A evolução dos parâmetros dopplervelocimétricos na população estudada foi semelhante ao padrão encontrado na literatura, entretanto foram observadas algumas diferenças nos valores absolutos. O ILA foi aferido e correlacionado ao Doppler da artéria renal, porém não houve associação entre eles. O Coeficiente de Correlação intra classe mostrou valores adequados pra a maioria dos parametros, indicando boa reprodutibilidade. Conclusões: Foram estabelecidos valores de intervalos de referência para a avaliação de VS e IP das principais artérias estudadas durante a gestação em um seguimento longitudinal. Os intervalos de referência mostram a evolução esperada dos parâmetros de uma gestação de baixo risco e são úteis no acompanhamento das gestações de alto risco. As avaliações intra e inter observador indicaram boa reprodutibilidade do método

Abstract: Objective: To study longitudinal Dopplervelocimetry parameters of uterine and fetal arteries in women of low risk pregnant women, and to develop reference interval values for uterine (UtA), umbilical (UA), middle cerebral (MCA), and renal arteries (RA) and correlate the latter with amniotic fluid index (AFI). Methods: longitudinal cohort study with 63 low risk pregnant women at prof. Dr. José Aristodemo Pinotti Hospital- CAISM/UNICAMP. Pultasility index (PI) and sistolic velocity (SV) of the arteries studied were measured at a 4 week interval until 36 weeks and then every 2 weeks to construct the longitudinal interval. Means for intervals of gestational age and percentiles 5, 50 and 95 were calculated for each parameter and Spearman correlation index was used to correlate the AFI with RA parameters. The Intra Class Correlation Coefficients were also calculated to evaluate the intra and inter observer variability for each vessel. A 5% significance level was established and programs Epi.Info and SAS were used for analysis. Results: Longitudinal reference intervals were constructed and the 5th, 50th and 95th percentiles for PI and SV of uterines, umbilical, middle cerebral and renal arteries established during pregnancy. AFI was measured and correlated with renal artery Doppler, but we found no association between these two parameters. The Intraclass Correlation Coefficient showed adequate values for the majority of the parameters, indicating good reproducibility. Conclusions: We have established a curve of reference intervals for the assessment of SV and PI of the main arteries studied during pregnancy after a longitudinal follow up. Reference intervals show the expected evolution of low risk pregnancy parameters and are useful in monitoring high risk pregnancies. Intra and inter observer evaluation indicated good reproducibility of the method
Subject: Doppler, Ultrassonografia
Artéria renal
Líquido amniótico
Language: Multilíngua
poreng
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Figueira_CamillaOlivares_M.pdf1.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.