Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312434
Type: TESE
Title: Identification of genetic alterations in adenoid cystic carcinomas with high-grade transformation
Title Alternative: Identificação das alterações genéticas do carcinoma adenoide cístico com transformação para alto grau
Author: Costa, Ana Flávia de Mattos, 1976-
Advisor: Altemani, Albina Messias de Almeida Milani, 1953-
Abstract: Resumo: O carcinoma adenóide cístico pode raramente sofrer desdiferenciação, um fenômeno também referido como transformação para alto grau. Contudo, alguns casos de carcinoma adenóide cístico foram descritos mostrando transformação para adenocarcinomas que não são pobremente diferenciados, indicando que a transformação para alto grau pode não refletir necessariamente um estágio mais avançado da progressão tumoral, mas sim uma transformação em uma outra forma histológica, que pode abranger um amplo espectro de carcinomas em termos de agressividade. Inicialmente, investigamos a expressão das proteínas reguladas pela hipóxia (HIF-1?, VEGF, GLUT-1 e CD105), dado que a hipóxia contribui para a agressividade tumoral e, pode, também, promover um fenótipo desdiferenciado em certos tipos de câncer. Em seguida, analisamos um importante ponto de interesse em relação ao carcinoma adenóide cístico com transformação para alto grau, o seu pior prognóstico, que é sugerido ser comparável ou até pior do que o subtipo sólido. Para isso, comparamos as alterações genéticas do carcinoma adenóide cístico com transformação para alto grau com o subtipo sólido e, com os aspectos clínicos e patológicos de ambos os tumores. Além disso, em outro trabalho, usamos a hibridização genômica comparativa em microarranjo para comparamos o perfil genético de ambos os componentes histológicos do carcinoma adenóide cístico com transformação para alto grau. Atenção especial foi dada à expressão da proteína e à translocação cromossomal do gene MYB, que está sendo considerado o maior evento precoce e oncogênico do carcinoma adenóide cístico clássico. Nossos resultados mostraram que o carcinoma adenóide cístico com transformação para alto grau pode apresentar uma complexidade genética similar ao subtipo sólido e, também, que o processo de transformação não é sempre acompanhado pelo acúmulo de alterações genéticas, o que indica uma progressão paralela de ambos os componentes do carcinoma adenóide cístico transformado. Em contrapartida à expressão da proteína MYB, a translocação entre MYB/NFIB não é necessariamente um evento precoce e, bem como a hipóxia, não são fundamentais para o desenvolvimento destes tumores. Finalmente, o estudo advindo do carcinoma adenóide cístico com transformação para alto grau, também nos permitiu fazer uma revisão sobre o assunto. Neste outro estudo fizemos um panorama sobre os recentes conceitos na classificação histopatológica dos tumores de glândula salivar com desdiferenciação/transformação para alto grau descritos na literatura. Destaque também foi dado aos achados imuno-histoquímicos e genéticos que podem ajudar no diagnóstico de cada um destes tumores

Abstract: Adenoid cystic carcinomas can occasionally undergo dedifferentiation, a phenomenon also referred to as high-grade transformation. However, cases of adenoid cystic carcinomas have been described showing transformation to adenocarcinomas that are not poorly differentiated, indicating that high-grade transformation may not necessarily reflect a more advanced stage of tumor progression, but rather a transformation to another histological form, which may encompass a wide spectrum of carcinomas in terms of aggressiveness. The aim of this study was to gain more insight in the biology of this pathological phenomenon. Firstly, we investigated expression of proteins regulated by hypoxia (HIF-1?, VEGF, GLUT-1 and CD105), given that hypoxia contributes to aggressive tumor behavior and can also promote a dedifferentiated phenotype in certain types of cancer. Hereafter, we analyzed an important point of interest of adenoid cystic carcinoma with high-grade transformation that is its proposed poor prognosis to be comparable to or even worse than solid subtype. Therefore, we compared the genetic changes of transformed and solid subtype adenoid cystic carcinomas and correlated the results to their clinico-pathological features. In addition, in another work, we used microarray comparative genomic hybridization to compare the genetic profiles of both histological components of adenoid cystic carcinomas with high-grade transformation. Special attention was given to chromosomal translocation and protein expression of MYB, recently being considered to be an early and major oncogenic event in adenoid cystic carcinomas. Our data showed that transformed adenoid cystic carcinoma with high-grade transformation may present a genetic complexity similar to the solid subtype and, also that the process of high-grade transformation is not always be accompanied by an accumulation of genetic alterations; which indicate a parallel progression of the two histological components of transformed adenoid cystic carcinoma. In contrast to MYB protein expression, MYB/NFIB translocation is not necessarily an early event and, as hypoxia, not fundamental for the development of these tumors. Finally, the study that comes from of adenoid cystic carcinoma with high-grade transformation also allowed us to do a review about it. In this study we made an overview of the latest concepts in histopathological classification of salivary gland tumors with dedifferentiation / high-grade transformation described in the literature. Highlight was also given to immunohistochemical and genetic findings that can help in the diagnosis of each of these tumors
Subject: Carcinoma adenoide cistico
Transformação para alto grau
Language: Multilíngua
poreng
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_AnaFlaviadeMattos_D.pdf72.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.