Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312427
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Diagnóstico de necrose avascular em pacientes com pseudoartrose do escafoide : correlação dos exames de imagem pré-operatórios e achados intraoperatórios com o anatomopatológico
Title Alternative: Scaphoid fracture nonunion : correlation of radiographic imaging (routine, CT, MRI), proximal fragment histologic viability evaluation, and estimation of viability at surgery
Author: Bervian, Michel Roberto, 1979-
Advisor: Livani, Bruno
Abstract: Resumo: Objetivo: Realizar exames de imagem pré-operatórios, verificar a vascularização do segmento proximal do escafoide no intraoperatório e estabelecer correlações diagnósticas destes com o exame anatomopatológico. Justificativa: O diagnóstico pré-operatório do estado vascular do segmento proximal do escafoide é importante para o planejamento e direcionamento da escolha da técnica cirúrgica a ser utilizada. Métodos: Estudo experimental, prospectivo, caracterizado por ensaio não controlado. Os pacientes foram avaliados em relação à necrose do segmento proximal do escafoide em exames pré-operatórios (radiografia, tomografia computadorizada e ressonância nuclear magnética) e, no intraoperatório, no qual a condição vascular do segmento proximal do escafoide foi avaliada após sua perfuração, que demonstrou a presença ou não de sangramento. A ausência de sangramento estabelece como condição um segmento de necrose avascular ou esclerótico. Foi colhido material do segmento proximal e enviado para exame anatomopatológico, e os achados foram classificados em quatro tipos principais: viabilidade óssea, grau intermediário com maior ou menor viabilidade óssea e necrose completa. Foi utilizado o teste de qui-quadrado para testar a associação entre os achados dos exames de imagem e exame intraoperatório quando comparados com o exame de anatomopatológico. Resultados: Foram avaliados 19 pacientes do gênero masculino com diagnóstico de pseudoartrose do escafoide. Os resultados demonstraram que existe associação significativa entre a alteração radiográfica e a necrose óssea p<0,05 (0,026). A tomografia não apresentou associação significativa com o diagnóstico anatomopatológico da necrose do osso escafoide p>0,05 (0,125). A ressonância nuclear magnética mostrou que o hipossinal marcado em T1 apresentou correlação significativa com o diagnóstico anatomopatológico de necrose no segmento proximal do escafoide em todos os pacientes p<0,05 (0,002). Em 90% dos ossos considerados escleróticos na avaliação intraoperatória a necrose foi confirmada pelo exame anatomopatológico, e a associação foi significativa p<0,05 (0,003). Conclusão: Na pseudoartrose do escafoide, imagens de ressonância nuclear magnética com hipossinal de baixa intensidade marcado em T1 e ausência de sangramento no intraoperatório são fortes indicativos de necroseOsteonecrose do segmento proximal

Abstract: Background: The purpose of this study was to correlate the preoperative imaging, vascularity of the proximal pole, and histology of the proximal pole bone of established scaphoid fracture nonunions. Methods: This was a prospective observational study. Patients were evaluated preoperatively for necrosis of the proximal scaphoid fragment by radiography, computed tomography (CT) and magnetic resonance imaging (MRI). Vascular status of the proximal scaphoid was determined intraoperatively, demonstrating the presence or absence of puncate bone bleeding. Samples were harvested from the proximal scaphoid fragment and sent for pathological examination. We determined the association between the imaging and intraoperative examination and histological findings. Results: We evaluated 19 male patients diagnosed with scaphoid nonunion. CT evaluation showed no correlation to scaphoid proximal fragment necrosis. MRI showed a marked low signal intensity on T1-weighted, and the diagnosis of necrosis in the proximal scaphoid fragment was confirmed by the histology in all patients. Intraoperative assessment showed that 90% of bones had absence of intraoperative puncate bone bleeding, which was confirmed as necrosis by microscopic examination. Correlation between preoperative imaging, intraoperative findings and pathology was found in 41% of cases, with 26% for bone necrosis and 15% for viable bone. Conclusions: In scaphoid nonunion MRI images with marked low signal intensity on T1-weighted and the absence of intraoperative puncate bone bleeding are strong indicatives of osteonecrosis of the proximal fragment
Subject: Osso escafóide
Pseudoartrose
Osteonecrose
Language: Multilíngua
poreng
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bervian_MichelRoberto_M.pdf3.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.