Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312398
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Saude mental do adolescente trabalhador : um estudo sobre estudantes de escolas noturnas, do distrito de Barão Geraldo - Campinas, SP
Author: Mauro, Marisa Lucia Fabricio
Advisor: Giglio, Joel Sales, 1941-
Abstract: Resumo: O presente estudo visa a interrelação entre Saúde Mental e Trabalho em população de adolescentes trabalhadores. Para tanto, buscou-se a prevalência de transtornos mentais na amostra estudada bem como uma investigação do perfil psicossocial destes trabalhadores. A morbidade psiquiátrica foi obtida através de instrumento de "screening" QMPA (Questionário de Morbidade Psiquiátrica de Adultos), visando o levantamento de suspeição de Transtornos Mentais. O perfil psicossocial foi obtido através de entrevista individual, mediante roteiro semi estruturado, elaborado para a presente pesquisa. Utilizou-se o método epidemiológico, de corte transversal, em uma amostra de 104 adolescentes trabalhadores, de ambos os sexos, com idades entre 12 e 18 anos incompletos, estudantes de período noturno de cinco (5) Escolas Públicas do distrito de Barão Geraldo - Campinas, SP. Obteve-se uma prevalência de 58,7% de suspeitos de transtornos mentais na população estudada. No estudo de correlação entre suspeitos e não suspeitos de transtornos mentais e a variável: "qualidade do sono dos entrevistados", encontrou-se diferenças estatísticas significativas. Se pudéssemos traçar um perfil psicossocial destes adolescentes trabalhadores, este seria composto de: sujeitos predominantemente brancos, nascidos em Campinas, sem registro em carteira profissional e que executam serviços não qualificados ou de pouca responsabilidade, tais como braçais e balconistas. Relatam, em sua maioria, sentirem desgaste físico e/ou mental provocado pelo trabalho; paradoxalmente, qualificam o trabalho como tranqüilo. Pretendem exercer profissão de nível universitário e têm planos para a realização da opção profissional; no entanto, estes planos não encontram sustentação para sua realização no contexto sócio-econômico dos mesmos. Realizou-se também um estudo comparativo entre o QMPA e o QMPI (Questionário de Morbidade Psiquiátrica Infantil), com uma sub-amostra dos adolescentes selecionados (n= 51), com o objetivo de verificar o comportamento destes dois instrumentos frente a esta população. A partir destes resultados, propõe-se as bases para um Questionário de Morbidade Psiquiatrica Alternativo para Adolescentes que será completado em estudo posterior. Não podemos afirmar se o trabalho é, ou não, fator de proteção da saúde mental de adolescentes trabalhadores, mediante os resultados apresentados neste estudo; entretanto, os dados, os relatos e o contexto social desta amostra, apontam para a afirmação de que: para que o trabalho favoreça a saúde mental, estes devem manter, concomitantemente ao trabalho, as atividades fundamentais para seu desenvolvimento (Iazer, esporte, convívio familiar e social e atividades que desenvolva seu potencial profissional)

Abstract: This research aims to study the relationship between mental health and work, in a population of adolescent workers. The prevalence of mental disorders and the profile of the psicossocial characteristics of this population were assessed. The psychiatric morbidity was evaluated through the screening test QMPA (Psychiatric Morbidity Questionnaire for Adults) designed to assess mental disorders. The psicossocial profile was obtained through individual interview, using a semi-structured questionnaire, specially designed for the research. A sample of 104 adolescent workers was studied through a descriptive epidemiological study, with"a cross-sectional survey. The sample includes both sexes, ages from 12 to 17, ali them students of the night period in the five Public Schools in the District of Barão Geraldo, Campinas, SP, Brazil. The prevalence of suspects of mental disorders, in this sample was 58,7%. The correlation between mental disorders and "quality of sleep" was statistically significant. Ours data suggest that the psicossocial profile of the adolescent workers, in Campinas, is : mainly white, bom in Campinas, without professional registered card, working in unqualified or low responsibility services. They tend to refer physical and mental distress to work; paradoxically, they consider their work as calm. They aim to become university levei professionals, but their plans for this accomplishment are not supported by their socio-economic condition. A sub-sample (N=51) was used for a comparative study between QMPA and QMPI (Infantile Psychiatric Morbidity Questionnaire) to verify their behaviour in adolescence. An Altemative Psychiatric Morbidity Questionnaire for Adolescent is proposed, needing further study. We cannot assert that work is or is not a protective factor for mental health in adolescent workers. Nevertheless, data analysis of this sample, point out that in order to work become a positive influence for mental health, essential activities for development (Ieisure, sports, family relationship, social relationship and activities that enhance their professional potential) must be implemented.
Subject: Saúde mental
Epidemiologia
Trabalhadores
Adolescentes
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: MAURO, Marisa Lucia Fabricio. Saude mental do adolescente trabalhador: um estudo sobre estudantes de escolas noturnas, do distrito de Barão Geraldo - Campinas, SP. 1996. 287f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/312398>. Acesso em: 21 jul. 2018.
Date Issue: 1996
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Mauro_MarisaLuciaFabricio_M.pdf9.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.