Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312381
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Saude e reabilitação de pessoas com deficiencia : politicas e modelos assistenciais
Author: Almeida, Marta Carvalho
Advisor: Campos, Gastão Wagner de Sousa, 1952-
Abstract: Resumo: O estudo aborda políticas e modelos assistenciais em reabilitação de pessoas com deficiência física, instituídos no campo assistencial brasileiro nos últimos 20 anos. São estudados o modelo hegemônico e a Reabilitação baseada na Comunidade - RBC. O primeiro, introduzido no Brasil na década de 50, realiza ações médico-especializadas, essencialmente em Centros de Reabilitação, sendo estes tomados como elementos centrais do modo de produção' de serviços para pessoas com deficiência. O segundo, a RBC, constituiu-se como construção crítica a esse modelo, tomando a comunidade como uma de suas categorias centrais. Foi definida como estré!tégia de ampliação de cobertura assistencial com baixo custo, utilizando simplificação de procedimentos e capacitação de recursos humanos locais. O estudo trata de reconstruir os percursos práticos e conceituais desses modelos de atenção, adotando a perspectiva sócio-histórica. A coleta de dados deu-se sobre diferentes suportes da linguagem escrita, como livros, artigos, relatórios, recomendações técnicas, pareceres e outros. Foram, também, entrevistados sujeitos que protagonizaram a história recente da reabilitação no Brasil, assumindo postos de gestão/planejamento em experiências práticas relativas aos modelos estudados. A análise dos dados deteve-se sobre as seguintes categorias operativas: a) saberes que interagem na concepção e delimitação do objeto da ação terapêutica; b) acesso aos serviços, vínculo e responsabilização; c) organização do processo de trabalho e papel dos trabalhadores; d) participação do sujeito/comunidade; e) abordagens sobre a questão da resolutividade. A partir de elaborações acerca dos limites dessas práticas no que diz respeito à efetivação da participação social de pessoas com deficiências, discute-se a necessidade de articulação de atores sociais comprometidos com a formulação de um novo projeto político e assistencial, que possa representar e viabilizar a superação do que está instituído. Discl;Jtese a adoção de novos objetos da ação terapêutica em reabilitação, bem como de outros elementos considerados essenciais para que seja fecundado modelo de atenção em reabilitação essencialmente público, que contemple a complexidade da condição experimentada pelo sujeito com deficiência

Abstract: The study approaches politics and assistencial models in people's rehabilitation with physical disability instituted in the Brazilian assistencial milieu in the last 20 years. They are studied the hegemonic model and the Community-based Rehabilitation - CBR. The first, introduced in Brazil in the 50' it accomplishes specialized medical actions and is an institutional-based mode!. The Rehabilitation Centers is taken as central elements in the way of production of services for disabled people. The second - CBR - was constituted as critical construction to that model, taking the community as one of its central categories. It was defined as strategy of providing appropriate health care to a greater percentage of the disabled population with low cost. Is based on simplified methods of rehabilitation and training of Ipeal resources (no-professionals). Is reconstructed the theorical and practical courses of those models adopted the historical perspective. The collection of data felt on different supports of the written language, as books, papers, reports, technical recommendations and other. They were interviewed persons that played the recent history of the rehabilitation in Brazil. They was directors, coordinators or planners in some services related to the studied models. The analysis of the data stops on the following operative categories: a) knowledges in interaction in the conception and delimitation of the object to therapeutic action; b) access to the services, therapeutic linkage and responsibility c) organization of the work process and the workers' paper; d) participation of the disabled/community; e) approaches on the subject of the resolutivity. From elaborations the regarding the limits of those practices about the social participation of the disabled the need of social actors' articulation for the formulation of a new política I project is discussed. The project should represent and to make possible the superation of what is instituted. It is considered that the radical defense of the adoption of new objects to therapeutic action in rehabilitation - and not only the indication of politica! and operational guidelines - is essential condition to building a new assistencial model essentially public - that contemplates the. disabled's complexity condition
Subject: Reabilitação
Políticas públicas
Deficientes físicos - Reabilitação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: ALMEIDA, Marta Carvalho. Saude e reabilitação de pessoas com deficiencia: politicas e modelos assistenciais. 2000. 253 p. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/312381>. Acesso em: 26 jul. 2018.
Date Issue: 2000
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Almeida_MartaCarvalho_D.pdf6.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.