Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/312316
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: O ensino de LIBRAS em um contexto de escola técnica : o que pensam as pessoas ouvintes
Title Alternative: Teaching LIBRAS in a context of technical school : what people think listeners
Author: Bressan, Mariana Rodrigues, 1987-
Advisor: Paz, Zilda Maria Gesueli Oliveira da, 1959-
Abstract: Resumo: A Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS é uma língua natural como qualquer outra composta de sintaxe, semântica e morfologia própria. O reconhecimento da LIBRAS foi legitimado pelo decreto de nº 5626 de dezembro de 2005 como uma língua oficial,propiciando a construção de conhecimento e a constituição da identidade surda. Daí importância desta língua na sociedade e não somente como uma prática exclusiva aos surdos, afinal os ouvintes também podem aprender LIBRAS como segunda língua.Este trabalho tem como objetivo compreender como ocorre o processo de ensino-aprendizagem da Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS -por pessoas ouvintes em um contexto de escola técnica que conta com alunos surdos nos cursos, verificando a forma de aceitação e asimplicações do processo de aquisição da LIBRAS.Assim,observamos as aulas do curso de LIBRAS da escola técnica SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), localizada no interior do Estado de São Paulo e, posteriormente, foram entrevistados dez alunos ouvintes e a professora de LIBRAS participantes da pesquisa sob a perspectiva de entrevista semiestruturada. Vale lembrar que todos os dados coletados foram armazenados por meio de registros escritos (diário de campo), filmagens e fotos. Com base nas análises realizadas acerca dos dados coletados podemos afirmar que apesar de algumas dificuldades apontadas pelos alunos ouvintes, a aprendizagem da LIBRAS como segunda língua é possível e viável, visto que no decorrer das aulas a comunicação entre ouvintes e surdos melhorou de maneira significativa, sem a necessidade da mediação da intérprete

Abstract: Brazilian Sign Language - LIBRAS - is a natural language like any other, made up of its own system of syntax, semantics and morphology. LIBRAS was recognized as a legitimate official language by the national decree (Decree number 5626 of December 2005), which promotes the construction of knowledge and the constitution of deaf identity. This is why sign language is so important in society, and not merely a practice that pertains exclusively to the deaf - after all, hearing people can also learn LIBRAS as a second language.The aim of this study is to understand the process of teaching and learning Brazilian Sign Language (LIBRAS) by hearing people in the context of a technical school with deaf students enrolled in the courses, by investigating the process of acceptance of Sign Language and the implications for the process of LIBRAS acquisition. We observed classes of LIBRAS instruction in a technical school named SENAI (National Service for Industrial Learning), located in the interior of the State of São Paulo, and later research participants, including ten hearing students and one LIBRAS teacher, were interviewed using a semi-structured interview. All data that was collected was recorded using written notes (field journal), video recording and photographs. Based on the analysis of the data, we can state that despite some difficulties mentioned by the hearing students, learning LIBRAS as a second language is possible and viable. Over the period of classes, communication between hearing and deaf students improved significantly, without the need of mediation by the interpreter
Subject: Língua brasileira de sinais
Surdez
Aquisição da segunda linguagem - Estudo e ensino
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:FCM - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bressan_MarianaRodrigues_M.pdf741.17 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.